Notícias

Twitter passa a aceitar mensagens de até 280 caracteres

Os meios de comunicação terão que mudar a denominação “rede social de 140 caracteres” quando quiserem se referir ao Twitter sem citar seu nome comercial. Isso porque a partir dessa semana o serviço passa a aceitar o dobro de caracteres, para deixar seus usuários escreverem mais do que estavam acostumados.

O Twitter surgiu em 2006 com o nome de Twttr (pio de pássaro) e tinha como ideia ser uma espécie de SMS da internet, com as mesmas limitações de escrita do velho serviço de texto das operadoras. Era uma ideia maluca bem difícil de explicar para as pessoas: por que alguém iria querer postar mensagens curtas e limitadas na internet? E para quem?

O fato é que, com a ajuda dos smartphones, ele se tornou uma das principais redes sociais do mundo, usada hoje por mais de 300 milhões de pessoas.

O aumento de caracteres já estava sendo testado por um pequeno grupo de usuários, e agora foi expandido para o grande público na maioria dos idiomas (exceto japonês, coreano e chinês, que normalmente usam menos caracteres para escrever).

Para quem está preocupado em encontrar textões a partir de agora, fique calmo. Nos testes realizados desde setembro, apenas 5% das mensagens passaram de 140 caracteres, grande parte dos usuários continuou tuitando como sempre fez. Claro que com um número maior de pessoas usando, pode ser que com o tempo os hábitos mudem.

Se você usa aplicativos de terceiros, terá que atualizá-los para ter acesso à novidade. Pelo navegador web já é possível enviar as mensagens mais longas.

Fonte
Blog do Twitter
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados