iPad

Apple responde à Microsoft com o comercial “O Que é um Computador?”

Há duas semanas, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, fez um comentário para dois jornalistas que estavam usando um iPad para fazer a cobertura do evento onde ele estava: “Você precisa de um computador de verdade, meu amigo“.

Quase como uma resposta, a Apple começou a divulgar recentemente um novo comercial do iPad Pro, com o sugestivo (e provocativo) título “O que é um computador?“.

A Apple toca diretamente no ponto em que vivemos atualmente. As crianças e adolescentes hoje praticamente não usam mais computadores. Desde pequenos se habituaram a mexer em smartphones e iPads e, para eles, é através deste tipo de dispositivo que se passa toda a sua vida digital. Claro que você pode analisar mais superficialmente e concluir, apressado, que “computador é coisa de adulto, de quem trabalha seriamente“, mas a verdade é que a tendência caminha para a direção em que estes jovens, quando adultos, talvez não achem necessidade de usar “retrógrados” computadores que ainda usam espartanos cursores para executar tarefas.

E com a evolução dos sistemas móveis e processadores cada vez mais potentes e minúsculos, isso parece se tornar rapidamente uma realidade. Se ainda não chegamos, não estamos longe do ponto em que as crianças talvez perguntem: “O que é um computador?“.

Veja o vídeo mostrando uma menina chamada Scout, que faz tudo com o seu iPad:

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Eduardo Vieira

    Concordo com a Apple, o que è um computador? Porem cada um tem sua proposta… computador em si jà morreu, ficou apenas notebooks, tablets e smartphones… porém cada um tem sua proposta específica… um ainda não consegue substituir o outro… ainda… no iPhone faco acesso remoto no notebook…

    • Jeferson de Chaves

      “computador em si jà morreu” – sua essência realmente já morreu, ficando apenas para games e empresas, dificilmente alguém compra um “computador”, notebook está bem acessível.

      • César Augusto

        E ai ainda entra, é necessário um notebook? Pra qual vai ser sua utilização do equipamento que esta prestes a comprar? Notebook hoje é um tablet com teclado acoplado. Pra grande maioria de usuários de notebooks um tablet mais que atenderia com as suas funções disponíveis.

        • Maurício Antonioli Schmitz

          O grande pulo do gato do desktop/note é o mouse. A partir do momento em que os smartphones forem capazes de adaptar os aplicativos para o uso de mouse (alo DeX hehehehe), penso que a industria de computadores como um todo vai sofrer um queda drástica nas vendas e ocorrerá uma transição para que o celular seja, literalmente, o centro de toda informação digital do usuário. A precisão que o mouse proporciona está muito longe de ser atingida pelo uso de dedos ou canetas na tela de qualquer dispositivo sensível ao toque.

          • Cara, eu discordo, o touch de um tablet/ipad é bem preciso, e não vejo a necessidade de um mouse, o ponto principal para mim se torna os games e para trabalho, apesar de que hoje em dia, eu jogo praticamente só games mobile, desde rpg a corrida e fps, e consigo fazer bastante coisa do trabalho com um ipad, mas apesar de fazer muita coisa com o ipad, o computador ainda é mais prático, mas a tendência é o mobile se tornar cada vez mais forte com o passar dos anos.

    • Filipi

      Como estudante de arquitetura, fazendo renders que demoram 2-4 dias, o desktop esta vivíssimo para mim.

      • Rafael Henrique

        Concordo plenamente. Sou estudante de admistração e não vejo chance alguma de produzir artigos e TCC em um celular ou tablet… continuo sonhando em comprar um iMac rs. Quem sabe um dia… 😝

        • Filipi

          Para mim, que preciso de poder gráfico e de processamento, não vejo sentido no imac hahahaha, monto um sli de 1080ti ou quadro pelo preço de um imac, mac só os macbooks valem a pena, ter um notebook preso na mesa (imac) não vejo sentido. De quebra ainda, se quiser ter o macosx (não é minha situação), tem o hackintosh, podendo montar uma maquina toda compatível, que da uma surra nos imacs em benchmarks.

    • Quem acha que computador morreu ou pode ser substituído por notebooks ou tablets é porque não trabalha com computação gráfica para TV e cinema, nem renders realistas, nem softwares específicos… 😛

      • Eduardo Vieira

        Notebook substituir computador è facil… hoje em dia já tem notebook com processador de servidor… e placas gráficas otimas…

        • Concordo, mas depende muito da situação, concordo com o Leandro Dantas tbm, para meu trabalho não rola as limitações de um notebook, mas é um caso específico, acredito que para a maioria das pessoas e até mesmo de profissionais que não dependam de coisas tão específicas, um bom tablet com teclado já pode ser seu principal meio de gerar e consumir conteúdo, para alguns mais exigentes vai o notebook e para casos específicos como o meu um bom PC, nem Mac não rola pois alguns softwares de track e da autodesk só rodam em Windows.

          • Eduardo Vieira

            Renderizo e uso o Autodesk no note sem problemas… PC mesmo aqui na empresa não existe mais… pessoal da parte de engenharia já mudou tudo para note a linha precision da dell matou os pcs… alem da mobilidade… porem claro…tem o seu preço…

            • Bacana Eduardo, eu atualmente não me vejo trabalhando em note pois tenho uma constante necessidade de manusear Hds internos e placas de vídeo, hoje trabalho temporariamente em home office e tenho um gabinete full tower com 6 Hds internos, 1 SSD + 2 externos para backup, cada um tem sua função principal, alguns para projetos específicos em andamento, outros para softwares específicos e sistemas de cache, além disso uso duas placas de vídeo em simultâneo, uma GTX e uma Quadro configuradas para variar entre a principal dependendo do software que uso, gosto da facilidade de abrir a porta modular de minha CPU e atualizar algumas peças de acordo com a necessidade, não sei se encontro isso em notebooks, além é claro de trabalhar em monitores de 29 ou 32”, eu tenho um tablet e o uso raramente, principalmente para jogos casuais e assistir alguma coisa, uso muito mais o smartphone em conjunto com o PC, várias questões de documentos, e-mails, arquivos mais simples, anotações, acesso remoto, até pré visualização de algum 3d, faço tudo pelo smartphone, o trabalho pesado mesmo, só no PC, quem sabe um dia eu não migre tbm 🙂

            • Eduardo Vieira

              é bem especifico… dá uma olhada na linha precision da dell… vale a pena… trabalho com 6 monitores ao mesmo tempo (Quadro P5000 com 16GB), atualmente tenho um com processador xeon 1575… com 3 HD internos… de memoria uso 64GB ECC 2400mhz… porem a grande vantagem que ele tem modem interno 4G… ai consigo usar na rua tambem…

            • Boa! Vou dar uma olhada hehe, mas não migro tão cedo 😛 Parabéns pelo equipamento!

      • Leandro Dantas

        Ou seja, nicho.

  • Alex iPilot

    Contraditório, na medida que a própria Apple tem sua linha de computadores (que não usam touchscreen e tem cursores, ao contrário da concorrência) além de ter sempre marcado bem a diferença de nicho entre os dispositivos: smartphone, tablet e computador.

    Quando o CEO disse que usassem “um computador de verdade”, eles poderiam ter pego o Macbook sem problema algum.

    Para mim, “computador de verdade” ainda é algo que eu tenha acesso livre ao sistema de arquivo, com minhas pastas e arquivos locais. Pode ser “Old School” porém é meu sentimento.

    • Fernando

      Iria postar meu ponto de vista, mas faço do seu o meu!

      • Alex iPilot

        Sinto-me honrado! Obrigado!

    • Gabriel Braga

      A Apple quis dizer de tendência cara, hoje é indiscutível que ainda não substitui, mas ela está ciente que num futuro próximo irá, e as crianças de hoje em dia já estão sendo preparadas para isso. O que eu vi no vídeo eu vejo todo dia em casa com meu irmão de 11 anos, ele tinha um antigo computador que deixou vender pois disse que não usava, já o iPad..

    • Rasico

      Essa arrogância da Apple, indevida nesse momento, de querer vender para todos que impõe tendencia ao mundo, hoje já me dá canseira.

      E a convicção de achar que uma tecnologia necessariamente substitui por completo a outra, é coisa de péssimos observadores.

      • Rodrigo

        Eu não sou cliente Apple, e ainda sou fascinado pelo Android, logo, não considere-me fanboy, mas eu concordo com o ponto de vista da Apple…. no final é tudo ferramenta…. seja uma calculadora fisica, ou um smartphone com calculadora, ou um pc com calculadora….

        As pessoas ficaram condicionadas a achar que o PC é a ferramenta do mundo digital, mas não é mais….

        Pra mim, um outro dispositivo só substituirá o PC quando ele vier com compilador embutido, e acesso a camadas intermediarias de troca de mensagens, permitindo assim criação de ferramentas de TI como acontece com Windows, Linux e Mac OS… Isso tem ficado cada vez mais essencial pro mercado….

        mas pro uso leigo, estudantil, etc…. Android, IOS, Windows 10, sistemas fechados, tudo serve… o poder computacional é democrático.

    • LeandroN

      Eu vejo da seguinte forma, quando o tablet substituir um notebook, significa que o tablet se aproximou do notebook, não o contrário.

      Os “espartanos cursores” ainda são a melhor forma de trabalhar. Imagina editar uma planilha um pouco mais complexa somente no tablet, somente usando Touch para movimentar.
      Eu não vejo como uma aplicação dessas pode melhorar a interface e a forma de interagir, a ponto de excluir totalmente o mouse. Talvez alguma nova forma no futuro pode resolver isso, mas ainda não existe nada perto disso, fica difícil dizer que as crianças de hoje (mesmo as mais novas) não usarão o “velho” computador no futuro.

      O fato é que (isso no meu caso), 50% do meu trabalho não daria pra fazer no tablet e os outros 50% são muito mais lentos no tablet.

      E ainda assim, fico imaginando todo mundo com dor no ombro no fim do dia depois de tanto levantar o braço pra usar o Touch (inviável)…….

      • Alex iPilot

        O tablet não irá substituir o notebook. O que já está acontecendo são os HÍBRIDOS que você pode usar como tablet ou como notebook anexando um teclado ou bastando rebater o teclado ao contrário, como no meu Dell de 2 anos atrás… O sistema operacional e o hardware percebem o movimento e alternam entre “Modo Tablet” e “Modo Laptop” automaticamente. É a reunião do melhor de dois mundos.

      • Alex iPilot

        Só duas observações sobre os pontos, pertinentes, que você citou:

        – a caneta é o “mouse” do tablet, embora você ainda possa usar um mouse comum, normalmente, assim como o teclado. Concordo que caneta ou mouse, são necessários, sim.

        – Sobre ficar levantando o braço, não é assim que funciona… Quando você começar a usar um computador touchscreen ou vir alguém usando, irá entender melhor a dinâmica. Não se fica levantando o braço para tocar na tela. Normalmente, com o notebook com tela touch (ou tablet com teclado, tipo Surface) trabalhando sobre uma mesa, o que fazemos é tocar na tela ao mesmo tempo que mantemos a mão sobre o teclado. Podemos apenas levantando o dedo rolar a tela, fazer zoom (pinça), clicar rapidamente um botão, etc… O braço continua imóvel sobre a mesa mas ganha-se agilidade porque não precisamos desviar a mão até o mouse, mover o cursor e depois clicar, seja mouse ou touchpad. É outra experiência! Uma daquelas que depois de usar não se volta atrás, hehehe…

        • LeandroN

          Entendi o ponto! Dessa maneira me parece mais confortável mesmo. Só usando pra saber…minha experiência até o momento é com o iPad….

          • Alex iPilot

            Sim! Precisa experimentar na prática para ter o sentimento real. Indiquei os híbridos da Dell para 4 amigos depois que experimentaram o meu no trabalho, 2 tinham Macbook. Estão felizes e não voltam atrás… Eu costumo dizer que o notebook com a tela Touch é como a introdução do mouse nos desktops: exigiu adaptação, claro, mas não teve volta!

            • LeandroN

              Só por curiosidade, qual o seu Dell?!

            • Alex iPilot

              Dell 2 em 1 Inspiron 13 Serie 7000, i7, 8Gb, 1Tb de HD+SSD, Full HD… Semelhante em tudo a este do vídeo, porém na cor prata com acabamento “emborrachado” que não escorrega nas mãos. A bateria nova segurava 8h de vídeo (eu assisto muitos em voos longos) mas atualmente (2 anos e meio de uso) não passa de 4h… Os modelos atuais são display de 4K !!!!
              https://www.youtube.com/watch?v=qd6L9sXHmzs

            • LeandroN

              Legal esse, preço relativamente em conta pelo que oferece!!!!

            • Alex iPilot

              Sim! Como eu disse, quem eu conheço e comprou não se arrependeu, além de ter abandonado o iPad, definitivamente…

      • Ale Alex

        Amigo, precisa ver meu filho montando planilhas ou fazendo apresentações no iPad Pro… eu também não consigo, mas para ele usar o Note nem é uma opção!!!

    • Vinicius Alves

      Eu consigo ver argumentos para os dois lados da moeda. Tenho um MacBook Air e um iPad Air 2. No meu dia a dia, faço nos dois as MESMAS coisas, inclusive criar artes no pixelmator (um “photoshop” pra hipsters). Ainda peno um pouco com a falta de um cursor no iPad em trabalhos mais complexos, mas experimentei o Pro esses dias e, para mim, a caneta conseguiria substituir totalmente um mouse. Na minha visão, os tablets estão sim matando os notebooks para o usuário comum. No dia a dia, é muito mais simples navegar e assistir vídeos numa tela ao toque que você pode levar contigo até para o banheiro do que uma tela presa num teclado em formato de livro. Também não acredito naquela ideia dos híbridos, sei lá, acho muita gambiarra para um produto só. 😂
      Só acho os notebooks/pcs ainda realmente necessários para usos mais profissionais (talvez por isso o investimento tão forte da apple na linha Pro dos macs). Por exemplo: faço alguns trabalhos com áudio e preciso de uma ferramenta que consiga gravar em multi-trilas a partir de um mixer, o mac faz isso tanto com o garageband quanto com o Logic Pro de forma perfeita, o iPad não; As vezes quero criar alguma coisa vetorizada, uma logo ou algo qualquer, o macbook tem programas para isso, o iPad não (não que eu conheça pelo menos).
      Por esses motivos eu ainda tenho os dois, mas um eu uso o dia todo para fazer tudo, e outro eu uso apenas algumas horas por dia para trabalhos mais complexos.

      • Alex iPilot

        Alguns híbridos são gambiarra, sim, com teclados destacáveis, mas te recomendo dar uma olhada pela Internet, no site, no YouTube e ir até uma loja quando tiver oportunidade para conhecer os modelos 2-em-1 da Dell… O teclado simplesmente abre completamente e fica de costas para a tela (como a gente faz com um caderno de espiral) automaticamente ficando inativo e alternando o sistema para Modo Tablet, mudando interface, podendo girar a tela, tudo enfim de um tablet, simples e sem gambiarra. Quer o notebook de volta? Só dobrar o teclado de volta para a posição tradicional do notebook em relação à tela.

    • Jeff

      Concordo 👍

  • Luis Cesar

    É uma pergunta sem uma resposta definitiva, ainda. O vídeo foca em situações bem específicas mas claro, pessoas nessa faixa de idade não fogem muito disso. Só acho meio contraditório a Apple olhar para o futuro adotando soluções do “passado” como o teclado e uma solução aprimorada, e não o futuro, que é a Apple Pencil.

  • Anderson Pires

    Não vejo como contraditório até pq existem tablets da microsoft, como o texto do iLex diz as crianças e adolescentes não usam computadores e a tendência é que continue assim, para nós o que seria trabalhoso fazer em um ipad talvez para uma criança com o nível de contato e habilidade que tem com o dispositivo conseguiria efetuar a mesma tarefa.
    E duvido muito que o computador deixe de existir, mas não tenho duvida que os dispositivos virem um recurso indispensável, exemplo disso é ser um reporter e ja publicar uma matéria em questão de minutos sem ter que ir para o escritório e sentar na frente de um computador para publica-la.

    • Filipi

      O dia que eu poder fazer um projeto de um edifício, plotar e fazer modelagem 3d com renderizações foto realistas em imagem e vídeo do projeto, ai poderá substituir para mim, por enquanto, fica apenas como navegador de internet, redes sociais e editor de textos, para ler prefiro o kindle.

      • Anderson Pires

        concordo com vc, foi por isso que disse que duvido muito que o computador deixe de existir e só acho q os dispositivos devem ser um complemento importante daqui pra frente. Imagina a situação onde vc tem que apresentar o seu projeto 3d… com um tablet vc teria a praticidade para apresenta-lo sem ter que levar a sua maquina para o local.
        E para um jovem com um dispositivo sua habilidade seria mais ampla ja que se trata de algo que ele tem acesso desde criança, mas que isso não iria eliminar a utilização de um computador para desenvolver algo de grande complexidade ou de alto nível de processamento.

        • Filipi

          atualmente possuo um desktop, mas dificilmente estou nele, ele é mais para projetos pesados, geralmente uso ele mais como maquina remota e uso o notebook para acessa-lo, principalmente quando estou no quarto, e deixo ele parado renderizando, as vezes demora 2-4 dias todas renderizações, para a apresentações do projeto, após toda a produção, o ipad já serve. Mas atualmente, o arm não esta pronto para realmente substituir um pc, principalmente o ipad, em que a apple limita as funcionalidades. As vezes o ipad poderia estar muito melhor para produção de conteúdo que esses notebooks com placa integrada (ala macbook com processador m3), mas essas amarras da apple matam ele.

      • Estou pensando em comprar o Kindle para leitura de livros e textos em PDF, pode me indicar um?

        • Filipi

          Tenho uma das primeiras versões do kindle paperwhite e ainda me atende, para dispositivo dedicado gosto de limar as firulas e ficar com o mais básico, os paperwhite já possuem iluminação, então se você também esta buscando algo mais focado/limitado é uma boa pedida

    • Alex iPilot

      O Surface da PequenaMole não é um tablet, no sentido limitado, mas é um COMPUTADOR completo com Windows completo, USB, HDMI, etc, num formato de tablet.

      • Elisa Lima

        Estudei numa escola cuja boa parte dos adolescentes usavam um surface.
        Eles não gostavam. Os que requeriam mais poder, não tinham. Os que requeriam mais portabilidade, não tinham.
        O surface é interessante. Mas ele é mais pesado que o iPad, tão caro quanto e não funciona para coisas básicas, como usar no colo ou na cama.

        • Alex iPilot

          Sim, por isso terminei optando por um Dell 2 em 1… Realmente o “teclado capinha” nem sempre pode ser usado (cama ou colo) como você menciona.

  • Pra mim evolução natural é o surface. Não o surface em si da Microsoft, mas a ideia contida nele de ser um sistema operacional misto, usado tanto como funcionalidades em Desktop quanto com toques de tablet, é isso que vejo como futuro. Acha que se a Apple não metesse um MacOS adaptado no iPad não faria mais sucesso?
    A outra, em ditar tendencias, a Apple só esta nadando na maré do que as pessoas querem, não está ditando nada. Já foi-se o tempo do Steve no qual eles sabiam o que queriamos, o cozinheiro pelo visto visa menos inovação e mais lucro, afinal o que o Steve Jobs falaria de uma keynote que metade dela foi se referindo a carinhas falantes?

    • BS

      Exatamente! Não sei porque a Apple anda dando tanta ênfase em coisas infantis, como os animojis e emoticons…. Como se isso fosse importante pra quem usa os devices como “gente grande”…

      • Estan Duarte

        Apple esta tentando agradar o mercado de “nao-clientes”, voce percebe isso em muitas areas da empresa, o que eu considero triste pois acaba se tornando apenas “mais uma gota no oceano”.
        E pelo preço cobrado em seus produtos é mais facil nos usuarios trocar de aparelhos por novidades da concorrencia, ja que de alguma forma a Apple esta tentando se igualar as concorrentes…

    • Diego Azevedo

      Um MacOS adaptado: Essa é a definição de como o iOS surgiu. O motivo da Apple não colocar um OS Desktop completo é simples: Processamento e autonomia. O iPad não é capaz, hoje, de substituir um computador para editar vídeos 5k. Mas com os apps certos, substitui o computador para uns 70% das profissões.

      Mas eu concordo com o outro ponto. Enquanto a equipe de hardware está trabalhando duro para melhorar o desempenho e autonomia, a equipe de software parece que está “de zoeira” ao inovar com emojis que mexem.

      • Estan Duarte

        Concordo. Muitas tarefas foram portadas e o sistema é eficiente e eficaz.

  • Victor

    Inclusive ela usa um Word para fazer os textos dela.. Extrema ironia, por não usar o Pages. A Apple entende que outras empresas fazem dela maior, mas a maior parte das empresas não enxergam alguns concorrentes dessa maneira.

    • Gabriel Braga

      Exato, isso chama dor de cotovelo! kkkkkkkk

    • Pois é, também não entendi a matéria do Blog.

      Claramente a alfinetada do Satya foi comparando o iPad Pro ao Surface Pro. Que tem o mesmo tamanho, tela touch, teclado, canetinha, tudo que o iPad tem hoje há muito mais tempo e é um computador de verdade.

      Eu tenho os dois dispositivos, gosto do iPad para navegar na Internet, ler, jogos… mas quando preciso trabalhar mesmo, é no Surface Pro. É melhor em tudo (menos na autonomia de bateria), até o teclado na capinha é mais gostoso de se digitar.

      • Alex iPilot

        E tem uma capinha-teclado com bateria extra para compensar esse ponto negativo!

  • Hugo Cravo

    iPad ainda nao substitui um computador. Sequer tem um gerenciador de arquivos decente e os navegadores sao cheio de bugs, mesmo colocando “versao para computador”.

  • Leandro Fonseca

    Que vida boa ela tem, pode andar com o iPad dela por qualquer lado da cidade sem ninguém dar uma porrada nela pra roubá-lo…

    • Qualquer lugar do mundo, não sendo o Brasil ou a África isso é possível.

      • Junior Dias

        Qualquer lugar do mundo exceto brasil e africa pois fique sabendo que a França é um dos lugares em que mais se rouba turistas justamente por pensamentos iguais ao seu. Mas não muda o fato de aqui ser impossível fazer isso que ela faz tranquilamente.

        • Amigo, primeira coisa, quando for debater com alguém debata as ideias. Você não me conhece, muito menos os meus pensamentos e não faz ideia como tento viver a minha vida de maneira ética e proba. Apesar do seu comentário grosseiro, agressivo e insensato, eu não vou acusá-lo nem usá-lo de exemplo na carneficina e criminalidade brasileira, menos ainda dizer que o seu pensamento é a causa da desordem de nosso amado país. Vai procurar um iPad pra brincar.

          • Alex iPilot

            Já me ofereceram drogas no meio da rua em Paris mas nunca em Copacabana… Embora aqui já tenha sido assaltado e lá não… Culturas diferentes na criminologia, hehehe…

          • Alex Alves de Lima

            POIS É. QUERER COMPARAR O PICK POCKET DE PARIS COM OS LATROCIDAS BRASILEIROS É BRINCADEIRA. AQUI A GAROTINHA DO COMERCIAL APANHA, LEVA UM TIRO E AINDA DEIXAM O IPAD EM CIMA DO CORPO. EM PARIS ELES SO ABREM A BOLSA E LEVAM O IPAD DA DESATENTA

  • Gustavo

    Pergunta de quem não tem um Ipad : dá pra baixar torrents nele? pq ultimamente uso meu pc só pra isso 😛

  • Edmilton Guimarães

    Desde o lançamento do primeiro iPad fui aos poucos deixando meu PC de lado. Quando o comprei eu tinha um dektop (Windows) e um netbook que eu usava em minhas viagens para assistir filmes e fazer apresentações. No momento em que, em uma viagem à China, assisti 3 filmes e ainda restavam 64% de bateria, aposentei o netbook (que dava muito mal para um filme). Em seguida a mobilidade me fez abandonar o PC. Hoje tenho um iMac de 27 que quase não uso, a não ser para edição de vídeo no Final Cut e um iPad Pro de 12.9 com Apple Pencil que me acompanha por todos os lugares e onde faço tudo, inclusive edição de vídeo com o Luma Fusion (que não é um Final Cut, mas me serve). Quem não passou por isso, em minha opinião, ou precisa muito de um computador ou não sabe usar tudo o que um iPad tem a oferecer.

    • Juan

      Uso um iPad pro 12.9 com smartkeyboard e apple pencil para tudo, mas a única coisa que me faz ficar lendo esse tipo de matéria e seus comentários são as limitações da maçã para transformar o iPad numa ferramenta pro de verdade. A apple nao permite compiladores no ios… não tenho como testas os programas que desenvolvo sem usar um pc como maquina virtual.
      Se a apple liberasse mais, o iPad serviria para quase todo mundo. O iPad tem mais processamento que o macbook pro

  • marcos adriano

    Dizer que o computador “já morreu” é de forçar a barra ao extremo. Parece aquela galera que falava que a a TV ia matar o Rádio, o jornal…etc….
    Criar novos nichos não significa matar uma anterior. E…sinceramente… o dia a dia de uma criança nunca será parâmetro para ilustrar a necessidade ou não de um computador.
    E como bem disseram… a Apple enche a boca para falar de seus desktops….

    • Raphael

      Disse tudo.

  • Alexandre Lima

    Engraçado é a Apple produzindo seus iPads em máquinas com computadores rodando Windows, sem falar que ela própria vende o iPad em sua loja ao lado dos MacBooks, que são computadores ultra conservadores que sequer tem uma tela full touch… fala sério…

    • Tiago Feitosa

      do mesmo jeito que ela vendeu por muito tempo iPods ao lado de iPhones. não significa que os primeiros não estavam fadados ao desaparecimento.

      • Alexandre Lima

        O que é um computador? “Computador é uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. … Em geral, entende-se por computador um sistema físico que realiza algum tipo de computação”. o iPad em si é um computador, só que, com um S.O. mais intuitivo para determinadas tarefas. Os computadores sempre existirão, porém, se apresentarão de formas diversas. Os smartphones também irão evoluir para algo como o PC de bolso, mas, continuarão sendo computadores. A pergunta correta seria: como serão os computadores do futuro? Como um iPad? Como um smartphone? Ou algo diferente? o iPhone mudou a forma como interagimos com o S.O. de um smartphone, mas ele continua sendo um smartphone.

    • Lee

      Os computadores rodando Windows são das linhas de produção da Foxconn, que não é Apple. No momento em que a Apple colocar touch num Mac nunca mais compro um. Odeio telas cheias de marcas de dedos.

      • Alexandre Lima

        Pois é… Manda a galera da foxconn trocar tudo por iPads, deve melhorar muiiitttoooo as coisas 😛 outra… Fala com os programadores da Apple pra eles trocarem seus Macs e PCs com Windows por iPads para programar e resolver as broncas de verdade 😛

        • Lee

          Está me confundindo com o Terry Gou ou Tim Cook? E onde no meu comentário eu defendo uso de tablets pra tudo? Uso um Mac como desenvolvedor e “pra mim” o touch nele não teria sentido algum.

  • Bom, eu concordo que os dispositivos móveis estão ganhando cada vez mais capacidade de processamento e são capazes de realizar a maioria das tarefas mais básicas no dia de hoje.

    Mas acredito que a alfinetada da Microsoft sobre o iPad tenha sido por causa do Surface Pro da Microsoft, que tem o mesmo tamanho que o iPad Pro, roda o Windows 10 completo, todos os programas “de computador de verdade” e tem tela touch que dispensa o tal cursor espartano.

    Embora no iOS 11 a Apple tenha dado um passo para a otimização do iPad para multitarefas, ainda falta bastante para que ele substitua um computador de verdade para quem realmente trabalha com um.

  • Caio Cartaxo

    Eu como um cara da área de TI não consigo ver um mundo onde um tablet substitua um pc, e se você trabalhar com redes então meu amigo, nem mac nem windows, vai no linux… No dia que esse sentimento completamente sem fundamento de que um há de substituir o outro acabar, a gente vai conseguir progredir muito aliando ambas ferramentas. O iPad é um grande quebra galho e aliado a um PC ele vai sim ser um braço direito, mas EU não vejo nos próximos 10 anos ele chegando nem PERTO de substituir meu pc, pelo contrario, o que ando vendo é a febre dos tablets acabando e o pessoal voltando a procurar notebook.

    • Caio Cartaxo

      E pra mim o que eu vejo desde que Tim Cook assumiu é, ele ta direcionando a Apple para o publico infantil e recreativo, e está literalmente abandonando o publico corporativo, e isso quem diz são as empresas onde trabalho em suas redes… Muitas empresas largaram iPads já por não ver o aparelho como algo que venha suprir a demanda, ainda mais com tal valor. O Surface vem conquistando cada vez mais o âmbito corporativo, e a Apple vai ficar como era a 10 anos atrás, comendo na mão de concorrente porque domina o mercado corporativo.

  • Jorge Costa

    Galera, estou com um problema! Eu cortei um vídeo no próprio rolo de câmera, porém ao invés de eu apertar em “salvar como novo clipe” salvei no lugar do original. Tem como eu reverter e ter o vídeo completo de novo?

  • Que legal o comercial, mas imagine se essa criança usasse um Computador!
    😉

    Se essa foi a “super” resposta da Apple, então o Nadella tem razão.
    E não, um iPad não substitui um PC. A Apple sabe bem disso e não quer que isso mude tão cedo. Marketizinho só pra fazer uma graça, nada mais do que isso.

  • Júlio Liza

    Pura verdade…Sou “marmanjo” e uso computador poucas vezes, ( em comparação ao passado…) e, quando uso, é aquela belezinha minúscula do Macbook de 12 polegadas que não trava nunca… O Windows é raro, mais para jogos ou aplicativos (poucos) que não rodam em sistemas iOs ou Os x… Exceção para quem trabalha “pesado” com sistema computacionais, o que não parece ser o caso que o vídeo tentou mostrar…

  • Italo Carvalho

    ate onde sei Windows tem suporte a toque.. já o mac os neh.. então os espartanos cursores nos computadores com Windows são apenas uma opção :v
    meio nada v.. crianças crescem brincando com bonecos e carrinhos.. mas nao brincam de bonecos e carrinhos a vida toda.. eles evoluem para algo mais verdadeiro mais potente.. logo crianças brincam com celulares e tablets.. e evoluem pra um pc quando maiores, porque querem mais.. ainda mais quando se trata de jogos.. e ainda é dificil ver jogos com suporte a mac os, são poucos..
    e enquanto as crianças crescerem mexendo em celulares e os pais em computadores ou laptops, elas nunca se perguntaram… “o que é um computador?”.. porque quase todo mundo tem um em casa

  • Fabrício

    Apesar de eu ter diminuído o uso de notebook, existem aplicativos que no tablet ou smartphone ainda não me oferecem a produtividade do notebook. Infelizmente, teria que parear teclado e mouse. Mas daí acho que perde o propósito.

  • Cristian

    É que o mundo gira ao redor de pessoas casuais agora, que só usam o navegador pra entrar no facebook pra falar merda.

    Notebook > Ultrabook > Tablet > Smartphone
    ————————- Portabilidade ————————–>

    O que você escolher vai depender da sua necessidade.
    Sempre foi assim, e vai ser assim até o dia que conseguirmos colocar a potência de um supercomputador na palma das nossas mãos com a possibilidade de utilizar uma interface holográfica de precisão como uma estação de trabalho de hoje em dia com uns 3 monitores. E ainda assim, quando isso ocorrer, sempre vai ter um cluster com vários desses supercomputadores pra atender a necessidade de alguém que precise de mais desempenho.

  • Michael Scofield

    Off topic: Eu pedi para um amigo trazer um iPhone 7 32gb dos Eua. Valor 549 dolares.
    Ele disse que existe uma taxa em cima do valor do aparelho e que o iPhone sairia por 600 dólares.
    Essa informação de taxa em cima dos iPhones comprados nos Eua procede ??

    • Alex iPilot

      Provavelmente ele se refere aos impostos… Diferentemente do Brasil, os preços anunciados lá não incluem os impostos! Na hora de pagar é que o caixa te informa a conta… Em Miami eu paguei entre 9 e 11%… Mas dependendo do Estado pessoas que não sejam residentes nos EUA podem pedir devolução dos impostos. Atenção que lojas em áreas de “duty-free” de aeroportos não tem impostos.

      • Michael Scofield

        Entendi. Valeu amigo!!! Muito obrigado pela informação! 👍🏻

    • Rodrigo Brandão Ferreira

      Procede. Cada estado norte-americano possui sua taxação sobre produtos vendidos em sua jurisdição.

      • Michael Scofield

        Valeu amigo!! 👍🏻

  • Arthur Silva

    Pode vir sim a substituir o computador futuramente pela sua praticidade, mas hoje não. Tanto pelo poder de processamento, que impressiona no Pro, mas fica atrás dos pcs e macs mais parrudos, quando pela liberdade de baixar coisas na internet que não existem na App Store, fora as conexões, já que o Bluetooh da Apple é fechado. Isso custando quase um mac pro ou imac no Brasil! Para quem não quer nada disso, apenas navegar na web, usar redes sociais e comprar coisas na App Store, o iPad é mais do que bem-vindo como substituto.

  • Lucão Arruda

    Macbook > iPad.

  • Thiago Somera

    Surface WINS … me desculpe mas aos hardwares da Microsoft são muito bons!!

  • Lucia Helena F.

    É pra ser só tablet, então porque estão descontinuando o iPad Mini ??? Ótimo pra levar em qq bolsa, tamanho ideal para viagens. tem tudo o que o “irmão maior” tem e no entanto estão deixando de fabricar…! Não entendo…:-(

  • Paulo Henrique

    Se a Apple liberasse o uso de mouse para o iPad Pro ele teria alguma chance de concorrer com Surface Pro 4. Caso continue como está, o Surface continuará anos luz à frente. Isso levando em consideração que estamos falando de dois híbrido.

  • Marciano

    Computador é um dispositivo programável que tem a capacidade de receber dados, armazená-los, processa-los e entrega-los a quem o solicitou, esse pode ser uma pessoa ou um aplicativo.
    Essa é a definição de um computador, logo, computadores desktops, smartphones, tablets, smartwatches, etc. Todos esses são considerado computadores. Não precisa nem ser eletrônicos.
    A calculadora comum só não é considerada um computador por que não é possível programá-la.