Aplicativos

Instagram copia outra função do Snapchat: filtros e efeitos de selfie

Confesso que não uso nem o Snapchat, nem o Instagram, mas é evidente a cara de pau deste último (que pertence ao Facebook) em copiar, sem cerimônias, todas as funções do primeiro. Desta vez, foi uma das características mais marcantes do Snapchat: os filtros de rosto.

Em uma nova atualização (que deve ficar disponível ainda hoje), o Instagram permitirá que se coloque efeitos e adereços virtuais no rosto. Confira o vídeo de apresentação:

Inicialmente serão 8 filtros diferentes, que poderão ser acessados através um ícone de carinha feliz, quando for tirar uma foto.

Outras “novidades” super “originais” nesta nova atualização será a possibilidade de fazer vídeos reversos e também colocar etiquetas na imagem com a hashtag.

Outra função “inspirada” no concorrente é o Eraser Brush (Borracha), que permite pintar a tela e apagar partes, o que pode render composições criativas e interessantes.

Para quem não sabe, o Facebook tentou no passado comprar o Snapchat, mas este último recusou todas as propostas, provocando a ira de Zuckerberg, que prometeu acabar com o concorrente. De fato, ultimamente tanto o Facebook quanto o Instagram estão implementando funções criadas pelo “inimigo”. E o pior é que, como as redes de Zuckerberg possuem muito mais força, estão atingindo mais usuários do que o Snapchat, que está perdendo relevância.

Eu sei que muitos não se preocupam com cópias, usando até mesmo o discurso “faz parte da evolução da indústria“, ou então “todo mundo copia todo mundo mesmo“, e assim vai. Mas quem perde somos todos nós, usuários. Copiar ideias é o contrário de evolução; é estagnação, todo mundo fazendo a mesma coisa, sem apresentar inovção. Se o Facebook tivesse optado combater o concorrente criando coisas ainda mais legais que o Snapchat (sem copiar o que já existia), aí sim faria o mercado evoluir e crescer, pois os concorrentes iriam buscar se superar, propondo ainda mais coisas novas.

Este círculo vicioso que um copia o outro que copia o outro que copia o outro é uma forma medíocre de manter a indústria funcionando. Não podemos apoiar este tipo de atitude e depois reclamar que os smartphones não inovam mais, ou que a tecnologia não apresenta mais nada que nos surpreenda.

É, a Apple também está inovando pouco, alguém vai dizer. É verdade. Quem sabe isso não é justamente um reflexo desta indústria em que muitos só ficam esperando o movimento de outro para lançar algo parecido?

Fonte: blog do Instagram

Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados

  • Caio Cartaxo

    Mercado e mercado, você precisa ser inteligente até na hora de vender a sua empresa. Infelizmente o Snapchat não teve a capacidade de ler mercado e ficou insistindo em se manter com as próprias pernas. É um app MUITO PESADO, consome dados excessivamente e infelizmente ninguém vai deixar de usar um app mais acabado (Instagram) pra usar um snapchat só pq é original não kkkkk.

    • Já li esse argumento dezenas de vezes. Mas vamos lá: o grande ponto é que o Snapchat fez exatamente isso.

      O crescimento do Snapchat estava astronômico. Literalmente. Todas as projeções apontavam que em pouquíssimo tempo o Snapchat se tornaria a rede social mais utilizada do mundo. O serviço estava começando ser rentável, com sucesso (com os canais de empresas). A decisão de não vender a rede para o Facebook não foi a mais inteligente (hoje sabemos disso). Mas na época fazia todo sentido.

      Não dá para simplesmente dizer “mercado é mercado” para legitimar a cópia. O Facebook está copiando funções do concorrente para deliberadamente derrubá-lo, e não introduzir algo novo para os usuários. Numa próxima negociação, o Facebook pode simplesmente decidir nem comprar um serviço concorrente e ir direto para a cópia, pois agora ele viu que poder para “roubar” os usuários simplesmente por já ser o mais popular. Que mercado ganha com isso?

  • No meu 5s esse recurso não funcionou, mesmo o instagram mostrando a novidade quando abre….

  • Achei engraçado a fita isolante na marca do celular no fim do vídeo rss.

  • iLex, o problema é que este superestimado Mark Zuckerberg nunca fez nada de relevante que não seja uma cópia descarada de algo.
    Então sempre que ele precisa fazer algo diferente, opta pra sua formula mágica que o tem deixado milionário: Olhar pro vizinho e fazer igual.

  • Adílio

    #paraZuckerberg

  • Fabianno Cabral

    Santo seja o Twitter, que não se rendeu ainda a essa moda de ” Histórias”.

    • Deivd Thonni

      O Twitter é só a melhor rede social de todos os tempos. Deu uma caída na qualidade ao parar de mostrar os twitters em ordem cronológica pra exibir por relevância mais ainda é a melhor.

    • Junior Holy

      Disse tudo, hoje em dia tem história até no messenger, acho muito desnecessário, no insta até que ficou legal, mas no facebook acho irritante d+

  • Henrique

    aplicativos para adolescentes desocupados. who cares? a samsung copia a apple… montadores chinesas copiam montadoras americanas….

    • Aqui vemos um belo exemplar de comentário vindo de quem entende do mercado publicitário mundial.

  • Isabella

    O Zuckerberg que monopolizar o mundo dos apps.
    É ridiculo e vergonhoso isso que ele fez com o snapchat… parecendo aquelas crianças que a todo custo quer o brinquedo do coleguinha.
    Tipico de pink e cerebro querendo dominar o mundo rs