Você sabia que a Apple fabrica cerca de 2 litros de suor humano por dia em seus laboratórios? O objetivo é testar produtos que ficam constantemente em contato com a pele, como o Apple Watch e os AirPods. A informação foi revelada pela própria Apple nas comemorações ao Dia da Terra.

É normal que a empresa queira saber o que acontece com os produtos depois de um longo período de uso, para detectar se o material pode sofrer alterações que agridam a pele dos clientes. Afinal, o que ela não precisa é de processos de pessoas alérgicas aos seus produtos.

Porém, coletar suor humano é algo complicado, além de trabalhoso e… um pouco nojento. Então ela desenvolve suor sintético em seus laboratórios, e depois deixa mergulhado os produtos, para ver como eles se comportam.

Veja em vídeo como isso funciona:

E não é só nesse vídeo. Em um programa da HBO (Vice News), Lisa Jackson comenta e até mostra algumas imagens de produtos mergulhados nos laboratórios da maçã, comprovando que isso realmente existe.

Este tipo de teste é realmente importante e é legal ver que a Apple se preocupa com isso. Resta saber quando eles começaram, se antes ou depois dos Apple Watch corroídos, ou das pulseiras de elos que enferrujam. Tomara que tudo isso ajude efetivamente a termos produtos melhores, que não desgastem com o uso, como já vimos por aí.

A Apple Brasil publicou em seu canal do YouTube outros vídeos mostrando o que a empresa faz para não prejudicar tanto o meio ambiente.