Notícias

Apple recusa a publicação do aplicativo Samsung Pay Mini na App Store

Primeiro vamos aos fatos: a Samsung tem um projeto de lançar em janeiro um aplicativo chamado Samsung Pay Mini, que permitirá realizar pagamentos em lojas online com o sistema proprietário da coreana, através de smartphones de outras marcas. O Samsung Pay já está disponível no Brasil (ao contrário do lentíssimo Apple Pay), mas a empresa pretende ampliar ainda mais sua plataforma de pagamentos, permitindo que se faça compras online em outros dispositivos Android e iOS.

Porém, corre a notícia de que a Apple acaba de reprovar o aplicativo para a App Store, impedindo que a coreana ofereça sua solução de pagamentos no iOS.

É claro que a notícia, a princípio, choca. Seria uma retaliação da Apple para impedir que a concorrente ofereça uma opção de pagamentos alternativo para usuários de iOS? Em países que ainda não possuem o Apple Pay (como o Brasil), poderia ser algo muito bom, visto que o Samsung Pay já funciona por aqui. E se for isso mesmo, é desleal da parte da maçã.

Porém, o certo é termos bastante cautela antes de julgar. Não sabemos as razões da reprovação do aplicativo (a Apple nada comentou até a publicação deste artigo) e tudo pode ser uma jogada de marketing da coreana, para chamar a atenção. Afinal, nada atrai mais os holofotes do que a Apple recusando um aplicativo de uma concorrente em sua loja, e basta enviar um app com razões para ser reprovado para iniciar todo o processo.

Aplicativos de pagamento online existem vários, como o PayPal, por exemplo. A princípio, a Apple não recusaria a disponibilidade de outro app que faz o que outros já fazem. E por ser apenas para sites, é pouco provável que ele precise do NFC do aparelho, que no iPhone é restrito ao Apple Pay e outros aplicativos não tem acesso.

Ainda se sabe muito pouco de como funcionará este aplicativo (ele deve ser apresentado em janeiro, na CES 2017), e há comentários de que ele possa funcionar inicialmente apenas na Coreia. Vamos aguardar alguma explicação da Apple, que deverá se pronunciar para não ficar de vilã da história.

via MacRumors

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Hum… mais uma batalha nos tribunais da guerra Samgsung vs Apple
    Isso se ficar provado que o app não infringiu nenhuma das regras da AppStore

  • andreheitor

    Corrige ai: retaliação (e não retalhação)

  • André Massaru

    *retaliação

  • Mesmo se fosse por causa da concorrência acho bem justo não ter o app da Samsung na Apple Store até pq né venhamos e convenhamos meu povo,mas não creo que este seja o motivo pq temos vários outros exemplos de apps na Apple store que são concorrentes do serviço de streaming de músicas da maçã o (Apple Músic).temos spotfy ,deezer ,tidal etc e nem por isso ela os retirou após lançar seu próprio serviço.acho uma comparação válida para este assunto,alguma coisa tem por traz desta recusa.

  • Danilo

    Ia ser o ápice da mitagem a Samsung usar o NFC do IPhone antes mesmo da apple.

    • Wilan

      Leia a materia novamente amigo, compra online.

      • Danilo

        “é pouco provável que ele precise do NFC do aparelho”
        Pouco provável,não é certeza, então antes de me corrigir leia a matéria.

        • Felipe

          Acho que ele se referiu a esse pedaço: “NFC do aparelho, que no iPhone é restrito ao Apple Pay e outros aplicativos não tem acesso.”
          E eu acho isso o cúmulo do absurdo, é a Apple dizendo “a gente vai fazer o iPhone rodar um sistema de pagamentos por NFC, mas só a gente pode usar pq a gente não é trouxa e não quer perder nosso dinheirinho não, 2bjs”

          • Fabio Ricardo Bulgaron

            Eu não vejo nada de absurdo nisso. Ela não abre o NFC para terceiros por uma questão simples de estratégia. O que há de errado nisso? Não é pq o chip está ali que ela deve abrir para todos. Se fosse assim, por que ela não permite a instalação de outro SO no iPhone? Oras, o aparelho tem tudo: memória, processador, armazenamento. Poderia? Sim. Mas não faz.

            • KB

              Eu já interpreto por questões de segurança mesmo. Uma implementação mal feita e o estrago por ser muito grande…

  • Márcio de Jesus

    Bora esperar a conclusão e explicação desse motivo né, pra mim seria muito bem vindo se a Apple não dar tiro no próprio pé, seria muito útil esse serviço que, com certeza, a Apple também não deixaria de ganhar.

  • Andre Honoratto

    “o certo é termos bastante cautela antes de julgar”, “Não sabemos as razões”, “A princípio, a Apple não recusaria”, “Ainda se sabe muito pouco”, “Vamos aguardar alguma explicação da Apple”…..

    Será que podemos esperar esse mesmo tipo de cuidado e panos quentes quando a notícia estiver acusando alguma concorrente da Apple?

    • Ricardo Muniz

      Não. Amigo, existem outros blogs imparciais. Este não é um deles. Entramos aqui sabendo isso.

  • Gabriel Braga

    É a coisa mais normal do mundo a Apple rejeitar a primeira versão de aplicativos até que se adequem a todas as normas.. * doce da Samsung isso aí, tão querendo aparecer.

  • filipe

    Óbvio, o Samsung Pay é uma aplicação que permite efetuar pagamentos/compras sem que a Apple recebesse lucro e isso vai contra a politica da App store, acho que a Samsung apenas usou este esquema para fazer a Apple ser atacada “eles recusaram o nosso App” enquanto que a Samsung já saberia que a App nunca iria ser aceite.

  • CHC

    Lamento muito a Apple não ter disponibilizado para nós brasileiros essa funcionalidade. Existem muitas vantagens em se utilizar este recurso, na semana passada senti na pele a falta dele, uma leitora de cartão simplesmente não conseguia identificar o chip do meu cartão de credito, coisa que não aconteceria se tivesse o Apple Pay funcionando. E como muitos já falaram, o Brasil é um dos países mais adiantados em termos de infraestrutura (maquininhas) já preparadas para receberem tal tecnologia. A meu ver, a única razão pela sua ausência até o momento é a ganancia, tanto da Apple em não ceder quanto dos bancos em não abrir mão de alguns centavos.

  • KB

    Como se trata de pagamento, coisa que envolve transações financeiras, se não foi por motivo de competitividade, pode muito bem ter sido pelo fato do aplicativo da Samsung não atender os quesitos de segurança da Apple, que costumam ser rigorosos. Se foi por isto, quero mais que o app continue negado até ser adequado.

  • KB

    Gostaria de ouvir a opinião de pessoas do ramo jurídico… fico imaginando se não há também um problema legal nesta história… para funcionar o Apple Pay, a Apple deve ter fechado n-contratos e acordos com bancos e instituições financeiras. A Samsung dever ter feito o mesmo… Mas daí de repente, a Samsung quer usar uma plataforma que não a deles para efetuar pagamentos… não deveria ter que rolar um contrato e acordo com todas as partes? Contratos de privacidade, termos de responsabilidade, non-disclosure de informações dos usuários/clientes, etc? De repente o que a Samsung está propondo (e ninguém sabe) vá ferir ou contradizer o acordo e relacionamento da Apple e seus usuários. Tentando enxergar os vários ângulos e posicionamentos, antes de ficar criticando a postura da Apple sem saber a razão…

  • Se for verdade, acho certíssimo. Se eu fosse a Apple, faria o mesmo. Simples! 😉

    • cesar 1989

      kkkkkkkkk

  • Ruan

    Esta certísima ! A loja é dela e ponto final !