Notícias

Apple Music passa a oferecer suporte para músicas remixadas por DJs independentes

O Apple Music ganhou nesta sexta-feira (7) suporte para que DJs possam disponibilizar remixes de músicas de outros artistas. Com a iniciativa, que visa reverter a tendência das gravadoras em não permitir que remixes sejam lançados em serviços de compartilhamento de música e vídeo, a Apple afirma que compositores receberão por ter suas músicas alteradas por outros profissionais. Com a mudança, o Apple Music passa a competir (pagando direitos autorais) com outros plataformas que já possuem um espaço para isso, entre elas o Soundcloud e o Mixcloud.

A decisão de aceitar mixagens se deve a um acordo fechado com a Dubset, que é uma empresa de gestão de direitos autorais especializada em pagar royalties para compositores. Com esse amparo, a Apple se certifica de não estar transpondo leis e, ao mesmo tempo, respeita as novas formas de cessão de propriedade intelectual usadas na internet. Essa acordo, inclusive, é idêntico ao que foi fechado também com o Spotify, que passou hoje a oferecer o mesmo serviço de remixes.

Para subir as mixagens para o Apple Music, os DJs precisam ter cadastro no Dubset para fazer o upload dos arquivos. O serviço é capaz de reconhecer trechos de músicas utilizadas na mixagem com base no banco de dados de outro serviço, o Gracenote. Após analisar a mix, o serviço recolhe as informações necessárias para distribuir os royalties para os detentores dos direitos autorais.

Sobre as novas parcerias, o CEO da Dubset, Stephen White, disse o seguinte ao site TechCrunch: “Isso permite que alguns conteúdos até então disponíveis apenas no YouTube e no Soundcloud cheguem aos grandes serviços de streaming pagos, tornando possível pagar compositores das músicas remixadas“.

Para estrear o novo recurso, foi escolhida a faixa “Room in Her“, do rapper e multi-instrumentista norte-americano Anderson Paak, que foi remixada pelo DJ Jazzy Jeff. Nesse caso, quem recebe os lucros é Paak, compositor da canção que foi mixada.

Tags
Mostrar mais

Marvin Costa

Jornalista carioca apaixonado por cultura pop, fotografia, instrumentos musicais e produtos da Apple. Sempre que pode toca guitarra com amigos e utiliza seu iPhone como segundo instrumento.

Artigos Relacionados

  • Seria resposta da Apple a proposta de compra do SoundCloud pelo Spotify? Ainda fico com o último. Alias, agora mais ainda, a Tim passou a oferecer o Deezer sem cobrar franquia para os betas, e o Deezer sincroniza tudo com o Spotify e o Lastfm.. então Apple Music vai comer arroz com feijão vai que está precisando.

    • Rangel S

      Se comprar o Tidal não tem pra ninguém, e Ainda contrata a consultoria do Jay-Z

  • Rangel S

    Queria Suport a flac