Notícias

Intel diz que vai fabricar processadores ARM para smartphones

A Intel anunciou nesta quarta-feira (17) que em breve fabricará processadores de arquitetura ARM. Com o acordo, a fabricante pretende ampliar negócios, fechando novas parcerias para garantir sua fatia no concorrido mercado de hardware para dispositivos móveis, até então dominado por suas concorrentes. A notícia pode mudar o rumo dos próximos produtos lançados pela Apple.

O acordo entre duas importantes companhias de computação promete mudar o atual cenário de smartphones e tablets. A iniciativa mostra que a Intel está mudando seu foco. Seguindo o passo da crise do setor de computadores pessoais, a fabricante finalmente se lança de peito aberto no mercado mobile ao utilizar a arquitetura da ARM. Os resultados desse processo, foram revelados quando a LG, segunda maior fabricante de celulares da Coreia do Sul, fechou parceria com a Intel para produzir chips de 10 nanômetros para seus futuros aparelhos.

A Apple, conhecida por ser uma grande parceira da Intel no Mac, usa no iPhone e no iPad processadores fabricados por empresas como a Taiwan Semiconductor Manufacturing. Mas isso pode mudar em breve. No futuro, esses dispositivos podem ser produzidos exclusivamente com chips da Intel, assim como acontece há algum tempo com os computadores. Segundo rumores, a TSMC possui contrato com a Apple para fornecer processadores para dispositivos móveis até 2017 e rumores dizem que poderá ser a única fabricante do chip A10, que será utilizado na próxima geração do iPhone, previsto para esse ano.

A ARM, que foi vendida recentemente para SoftBank por 32 bilhões de dólares, não é uma fabricante de processadores. Ela apenas licencia a arquitetura que criou para outras empresas que atuam no mercado mobile, como fará agora com a Intel.

Tags
Mostrar mais

Marvin Costa

Jornalista carioca apaixonado por cultura pop, fotografia, instrumentos musicais e produtos da Apple. Sempre que pode toca guitarra com amigos e utiliza seu iPhone como segundo instrumento.

Artigos Relacionados

  • Rudimar Serves

    ADEUS XAMEXUNGA!

  • Ué, não foi essa figura que recusou o pedido de Jobs lá por 2006 pra fazer os processadores dos iPhones e a mesma disse que não se interessava nesse mercado ?

    Run, não desejo o pior pra ela. Mas também não desejo sucesso …

    ¬¬’

    • Gabriel

      Eu desejo um iPhone com baterias maiores, carregamento com tecnologia Qi, rádio FM(que não use internet) e entrada p2 de fone de ouvido >.< . Mas parece que Tio Tim me odeia sHASUASUAUHSUAHS

      • Vinicius Alves

        Rádio e carregamento por indução até agora não me fazem muita falta, agora que descobri um adaptador “magsafe” para lightning. Agora bateria…

        • Gabriel

          Convenhamos que a Apple cria moda quando a tecnologia é maneira. Se ela adotasse o Qi (visto que é tão barata e simples a implementação, sendo que até uma capinha da certo) todos os estabelecimentos teriam uma partezinha pra carregar o cel! Mas como é só dinheiro que ela vê, iria perder mto dindin com cabo carregador…
          E rádio pq é um saco passar música pro iPhone, e spotfy usa a internet que, em 1 viagem de busão, fica EDGE, 3g, 4g em pequeninos intervalos xD

          • Rádio é tecnologia antiga, duvido que colocassem. Em breve deve ser tudo pela internet. E se ela mudasse pra carregamento por indução ia ganhar MAIS dinheiro vendendo cabo, ele ia ser mais caro pra fabricar hahaha

          • Diego Cupertino

            Acho muito mais interessante vc comprar um radio no camelô……, deve custa uns 15 reais….., bem mais em conta que iphone……, sem contar que a bateria dura mais………..

    • Panino, o Manino

      A Intel não tinha como atender o pedido na época, lembrando que ela já fazia parte “desse mercado”.
      Esse acordo é apenas para fabricar chips por encomenda em suas fábricas, não projetá-los. Não veremos, pelo menos por enquanto, chis ARM desenvolvidos pela Intel.

  • Alan

    IPhone Celeron… Dá medo só de pensar!

    • Diego Azevedo

      Depois do macbook com Core M, não duvido de mais nada…

      • Alex iPilot

        Um Macbook Wintel??? Rsrsrs…

    • Se com os atuais da linha A a bateria não dá conta. Imagina com os da Intel ! HAHAHA

  • Caio Cartaxo

    Sempre usei Intel, na verdade passei para a AMD fazem 2 anos e também estou gostando bastante. Como cliente antigo da Intel conheço a excelencia e qualidade dos produtos principalmente mais sofisticados. Não adianta vim falar de Intel Celeron querendo baixar o nível da empresa. Acredito que essa parceria só tem a dar certo assim como vem dando nos ultimos anos nos Mac.

  • Marcos Canedo

    Antes tarde do que nunca.