Curiosidades

Há exatos 5 anos, Jobs deixava oficialmente o comando da Apple

Hoje faz 5 anos que publicamos aqui uma notícia fatídica: Steve Jobs estava deixando definitivamente a Apple. Com o agravamento de seu estado de saúde, o maestro não estava mais conseguindo reger a orquestra e preferiu se recolher, para viver suas últimas semanas de vida ao lado da família.

Passado este tempo, é interessante relermos o que se dizia na época sobre a empresa e no que ela é hoje, sem seu criativo fundador.

Quando foi feito o anúncio de que Tim Cook assumiria o papel de CEO e Jobs iria se distanciar, muitos começaram a proclamar o fim da Apple a partir daquele momento. A empresa tinha acabado de atingir o título de empresa mais valiosa do mundo, mas tinha conseguido isso mais porque a crise tinha derrubado várias outras do que por crescimento próprio. Um futuro sem o gênio criativo que tirou a empresa do buraco era totalmente incerto e temeroso.

Eis alguns comentários feitos aqui mesmo no Blog:

“TENSO! Segurem as ações da Apple!”

“Os tempos da grande depressão chegaram.”

“Poxa, espero que Tim siga um caminho correto para nao levar a empresa para baixo.”

“Corram para as colinas! É mais um sinal do fim do mundo em 2012!”

“NADA NÃO, SE DER ERRADO A GOOGLE COMPRA A APPLE.”

Claro que muitos leitores foram mais coerentes conosco e também achavam que aquela transição era apenas mais um passo de algo que já estava sendo planejado há mais tempo. Até mesmo Jobs assumiu em sua última carta que havia um Plano de Sucessão, para uma coisa que parecia certa.

Eu me lembro que, de forma geral, se acreditava que a Apple iria bem durante ainda uns 2 anos, mas depois começaria a afundar sem a influência direta de Jobs. Se dizia muito que o iPhone 4S tinha ainda muito o “dedo” dele, mas o que veio depois foi sempre muito criticado com a célebre frase “Jobs nunca teria feito isso“. Como um iPhone 5 mais comprido, um iPad pequeno e a rendição para os celulares de telas gigantes.

Mesmo com lançamentos criticados por muitos, a empresa cresceu enormemente nestes 5 anos, chegando a um patamar que nunca se imaginava antes. Hoje o faturamento trimestral dela é maior que o PIB de muitos países, e ela tem dinheiro em caixa suficiente para viver anos e anos, mesmo sem lucrar nada. Tim Cook, se não é tão genial em criar e incentivar seus funcionários a inventar objetos fascinantes, pelo menos tem o dom de multiplicar dinheiro.

Até quando isso irá durar? Não sabemos e nem somos adivinhos para dizer. O fato é que 5 anos se passaram e a empresa está longe do caos que muitos pregaram após a partida de seu fundador. Esperamos que daqui 5 anos possamos estar aqui contando como será a Apple após 10 anos sem Steve Jobs. E falando de coisas que nem imaginávamos em 2016 que poderiam existir.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados