Aplicativos

Confira alguns aplicativos em promoção nesta quarta-feira

Encontramos alguns aplicativos da App Store em promoção hoje e destacamos os melhores logo abaixo. Mas saiba que, por ser uma oferta temporária, os preços podem voltar ao normal a qualquer momento, sem prévio aviso. Portanto, seja rápido! 😉


Xtruct: Calculadora de Deflexão de Vigas

iPhone | iPod  |  iPad

Calculadora de deflexão de vigas e diagramas de Força Cortante e Momento Fletor (Engenharia Mecânica, Civil e Estrutural) 

Preço normal: $5,99 | Promoção: Grátis

BAIXAR

Turbo QR Scanner Pro

iPhone | iPod  |  iPad

Scanner e gerador de códigos QR.

Preço normal: $4,99 | Promoção: Grátis

BAIXAR

Fantastical 2 for iPhone – Calendar and Reminders 

iPhone | iPod

Ótimo aplicativo alternativo de calendário, com diversas funções.

Preço normal: $4,99 | Promoção: $2,99

BAIXAR

Fantastical 2 for iPad – Calendar and Reminders 

Somente iPad

Versão iPad do aplicativo anterior.

Preço normal: $9,99 | Promoção: $4,99

BAIXAR

PANTONE Studio 

iPhone | iPod

Para profissionais das artes gráficas.

Preço normal: $9,99 | Promoção: Grátis

BAIXAR

Carmageddon 

iPhone | iPod  |  iPad

Um clássico dos jogos.

Preço normal: $0,99 | Promoção: Grátis

BAIXAR
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Em pensar que o Carmaggedon foi um dos games mais notoriamente proibidos de todos os tempos… agora é um free app kkkk

    • Qual motivo dele ser proibido ?

      • Acabou sendo proibido pelo Ministério da Justiça, “uma semana após o lançamento, em 27 de novembro de 1997, sob a alegação de incitação à violência, propaganda abusiva que induz à violência e produto que oferece riscos à saúde. Por incrível que pareça, a iniciativa foi desencadeada pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).”

    • Fabio Ferreira

      Esse jogo era aquele de atropelar as pessoas? Na época fui tirar carteira de motorista e larguei o jogo, porque dava vontade o tempo todo de atropelar os outros na rua. Fiquei horrorizado e nunca mais joguei.

      • Killswitch

        Zoeira isso né?

        • Fabio Ferreira

          Verdade, sério mesmo. Esses jogos parecem inofensivos mas influenciam muito nossa maneira de agir durante o dia. Nossa mente faz aquilo que está acostumada a fazer. Por exemplo, muitos se envolvem em brigas porque estão acostamos a assistir UFC.. Na hora do estresse, como está acostumado a ver essas lutas, é a primeira coisa que vem à mente. Não são todos os casos , mas acontece. É só um exemplo.

          • Ha.. desculpa.. eu sempre joguei FPS e nunca tive vontade de pegar em uma arma pra matar ninguem, até tenho uma opinião um pouco mais conservadora sobre liberar o porte de armas. Sempre fui viciado em jogos de corrida tenho até um g27 em casa, mas nunca peguei o casso e fiz da rua circuito. Nunca sai comendo cogumelos tb pra ver se dava barato de ver tudo grande…

            Na verdade a maioria é como eu.

            • Killswitch

              Acho que quem defende que jogos influenciam a praticar atos ilícitos, não é um ser humano, é uma ameba com aparência humana. Sério. Joguei os mais diversos jogos violentos que tive oportunidade enquanto tive tempo, entre eles Carmageddon, Duke nukem, half Life, Counter Strike, quake, criminal origins, F.E.A.R. E suas expansões, dentre vários outros, adoro filmes de terror e gore, mas nem por isso sou maniaco por sangue ou por matança, isso não substitui meu senso ético ou crítico, apenas o refina. Você é o que você é, independente daquilo que você vive. Você pode até se adaptar a um meio, mas não se torna parte dele, a não ser que queira.

            • Fabio Ferreira

              Você não entendeu a questão… Eu também nunca tive vontade de pegar um carro e sair atropelando os outros, mas quando se está muito acostumado com o jogo e pega o carro para dirigir a sensação vem. Claro que nunca senti vontade real de atropelar, mas que vem aquela vontade vem. Você disse que nunca teve vontade de pegar uma arma e matar alguém, mas se você estiver com uma arma na mão e alguém vier te ameaçar você vai ficar com vontade de atirar, e grande parte disso será influência do jogo.

            • Não, grande parte será instinto de sobrevivencia, se alguém apontar uma arma para minha mãe e eu tiver outra na mão solto tiro sem dó alguma por pura defesa, não tem nada haver com o jogo me estimular mais a isso ou não. Na verdade a TV com sua consciencia nada politizada de só mostrar desgraça é quem estimula isso, não os jogos ou os filmes. Dividir ficção de realidade faz parte do auto controle.

            • Fabio Ferreira

              A TV contribui sim, tanto quanto os jogos e outras coisas. E no caso da sua mãe, você estaria errado porque cometeria o mesmo crime que o bandido. Olho por olho, dente por dente?

          • Killswitch

            Poxa vida cara! Então é por isso que saio atropelando todo mundo na rua sem o menor senso crítico ou de certo e errado! porque gosto de carmageddon, dai esse jogo substituiu no meu cérebro tudo que eu tenho de aprendizado entre certo e errado, valores éticos e morais, substituiu minha índole , meu senso lógico, e agora meu objetivo de vida é atropelar pra viver, como se não houvesse amanhã. Brilhante sua conclusão! Novo Einstein brasileiro!

            Será que se eu jogar super Mario vou ficar comendo cogumelos, me achar poderoso e me enfiar em tubulações de esgoto a procura da tartaruga maligna ?

            • Fabio Ferreira

              Cara, você e nosso amigo aí não entenderam o que eu disse. Eu disse que os jogos influenciam, mas nunca alteram nosso senso, só influenciam. Se você assistir a uma luta de UFC e logo em seguida sair na rua e alguém vier te assaltar, com certeza ficará com vontade de dominar o bandido igual nas lutas. Mas se você assistir a um filme sobre Jesus ou Gandhi, vai ficar com vontade de conversar e acalmar o bandido. Isso que quis dizer, claro que minha personalidade não muda ao jogar um jogo violento, mas se eu jogar sempre a minha mente vai se “viciando” naquilo e aos poucos irá se “incorporar” no meu modo de ser. Te aconselho a ler mais sobre Psicologia para entender essas e outras questões.

            • Killswitch

              Já li bastante sobre psicologia pra entender que cada mente funciona de uma forma completamente diferente da outra.

              Mas o que fica concluído pra mim, é a facilidade que as mentes mais fracas tem de se impressionar ou de incorporar o tema que vivencia, veja a doutrinação que a TV e em diversos casos a própria mídia incorpora em seu conteúdo; após isso, veja a “massa” como reage e se comporta.

              Embora EU não goste de UFC por não ver sentido em duas pessoas se batendo até que alguém vá parar num hospital com sequelas, uso o exemplo com Formula 1, que eu gosto; não sinto vontade de brincar de corrida com meu carro, aliás o que me chama realmente atenção, ao ponto de aprender e absorver conteúdo, são os requintes técnicos da pilotagem, esse sim é algo útil pra eu prestar atenção, ou seja “aprimorar a habilidade”, pois poderá ser útil. Outros vão preferir afundar o pé no acelerador, essa é a diferença que estou falando.

            • Fabio Ferreira

              O problema é que algumas coisas influenciam para o bem, outras para o mal, e outras para as duas coisas. No exemplo da Fórmula 1, realmente melhora nossa habilidade de direção, técnicas de mecânica e eletrônica e etc, mas por outro lado influencia as pessoas a correrem a toda velocidade. E para mim, não é questão de mente fraca ou forte, todos podem ser influenciados, basta um descuido. Mas tudo bem, valeu a conversa. Abraços!!

  • Fabio Ferreira

    Tem algum engenheiro aí, para baixar o primeiro App? kkkk

    • Lucas Gomide

      Eu!! Vamos testar para ver se é bom 😀

    • Andrade Diego

      Eu!
      Nem li a descricao que o iLex escreveu e corri pra baixar
      Vou testar !

  • lista show, PANTONE <3333