Curiosidades

Apple divulga vídeo que comemora o aniversário da rádio Beats 1

No dia 30 de junho de 2015, era lançado o Apple Music, serviço de streaming musical da maçã, cujo um dos diferenciais era uma rádio 24h no ar, transmitindo via internet para o mundo inteiro. A Beats 1 é comandada por 3 DJs diferentes, que se revezam em turnos durante o dia.

Para comemorar o primeiro aniversário, a Apple fez um vídeo mostrando cenas das dezenas de entrevistas que aconteceram durante este período.

A Beats 1 é transmitida de três cidades diferentes: Los Angeles, Nova York e Londres. Para escutá-la, não é preciso ter uma assinatura paga, basta acessar pelo programa iTunes (Mac e Windows), pelo app Música do iOS ou até mesmo no Android, no aplicativo oficial.

Confira o vídeo:

Para ter acesso à Beats 1 no iPhone ou iPad, é necessário no mínimo o iOS 8.4.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Felipe

    No início até tava legalzinha, mas de um mês depois do lançamento pra cá virou quase que rádio de rapper americano… Pelo menos não é a única rádio do Apple Music, entre as outras tem umas bem legais

  • André Luis Dos Santos

    Enquanto isso rádio FM no iPhone nem pensar :-/ #Triste #EraOqueFaltava

  • CHC

    Estava fazendo um teste agora a pouco, primeiro com o Beats1 e depois com o Spotfy, notei que que durante a execução (somente do Beats1) apresentou algumas falhas (picotes, alguns até com certa demora para voltar), posteriormente executei o Spotfy, e juntamente com sua execução baixei um arquivo de 247MB, e nem uma falha se quer aconteceu. Pergunta, a qualidade do Beats1 é maior a ponto de necessitar de uma internet bem melhor do que para o Spotfy. Obs.: Tenho assinatura do Netflix, e raramente tenho algum tipo de retardo na execução do mesmo.

  • Alex iPilot

    Interessante… O numero de comentários demonstra o “sucesso” dessa “rádio”, rsrsrs…