Curiosidades

Uma descoberta acidental pode melhorar as baterias de celulares

Baterias de celulares e equipamentos eletrônicos sempre foram uma grande preocupação, não só pela sua duração, mas também pela sua vida útil e seu perigo constante de explodir. Felizmente, alguns pesquisadores estão descobrindo uma maneira dela se tornar menos inflamável e, ao mesmo tempo, ter uma vida útil bem mais longa.

As baterias mais comuns hoje são feitas de lítio e perdem lentamente a capacidade de manter carga ao longo de milhares de ciclos de recarga. É o estado líquido do lítio que permite o funcionamento da bateria, mas isso também a faz altamente inflamável e sensível à temperatura.

Ao buscarem outro tipo de material menos perigoso, os pesquisadores da Universidade da Califórnia Irvine fizeram testes com nanofios de ouro, que consegue manter bastante carga elétrica durante um bom tempo. O problema é que estes nanofios, depois de algumas milhares de cargas, começam a se corromper.

Isto acabou sendo solucionado ao experimentarem revestir os fios com diversos materiais, descobrindo que o óxido de manganês é capaz de evitar a corrosão do ouro. Eles substituíram o lítio por gel eletrolítico e chegaram a uma bateria que não perde seu poder de carga mesmo após centenas de milhares de ciclos.

Bateria Manganes

O grande problema desta solução é o preço, pois ouro é caro mesmo quando são apenas nanofios. Se os estudos concluírem que esta tecnologia funciona, eles então procurarão outro tipo de metal que possa substituir o ouro, com os mesmos resultados.

via Engadget

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Eu pensava que o grafeno iria revolucionar tudo, e até agora não vi nada envolvendo ele que não sejam pesquisas

    • Arthur Resende

      Porque grafeno não consegue ser produzido em escala industrial de maneira barata ainda. E grafeno faz mágicas em escala nanométrica, quando isso sobre pra micrométrica começa a ficar muito instável e gasta-se mais energia coordenando e evitando merda que realmente guardando energia :/

  • Maurício Dário Maria

    vi nada de “acidental” relatado na matéria

  • Fabio Correa

    Em 10 anos deve chegar ao mercado.
    Kkkkk

  • Carlos Barreto

    Não entendi a relação entre o título “acidental” e o texto…

  • Duane

    Acidental?
    De acidente isso passa LONGE!

  • Felipe

    Deviam colocar isso aí nos iPhones mesmo, pelo menos quando alguém olhasse pro preço de um e perguntasse espantado “se tem ouro aí dentro”, a resposta seria “sim”

  • Diego Cupertino

    Não acho que mais ciclos sejam a solução…., mais capacidade sim seria um revolução, mas já é um começo……..

  • Alexandre Cardoso

    iPhone com bateria de ouro: moçada vai vender o carro pra conseguir comprar um! ?????

  • Luis Gustavo

    Mas cadê a parte do acidental mesmo???? Esbarraram num copo cheio de óxido de manganês e ele caiu em cima dos nanofios de ouro????