Curiosidades

Usando o Apple Watch para compartilhar o batimento cardíaco de um recém nascido

Este é o tipo de coisa que a Apple adora usar em seus comerciais, mas que dessa vez aconteceu na vida real. Um casal resolveu usar a tecnologia para compartilhar com seus familiares distantes os batimentos cardíacos do filho que acabara de nascer. Para isso, usaram um Apple Watch, que permite transmitir, em tempo real, as batidas do coração, fazendo com que o parente do outro lado (também com o relógio) sinta no seu pulso as batidas. Confira o vídeo:

Via 9to5mac

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Marcelo

    Nem sei o q dizer.. Emocionado aqui…

  • iLex, a animação representa o ritmo cardíaco ou somente as vibrações que são conforme às batidas? Pq a frequência da minha filha, de 4 meses, parecia de um coração de rato quando nasceu. hehehehe.

    • Fabio Correa

      Coração de bebê bate mais rápido

  • Gonçalo

    “O nosso dispositivo mais íntimo de sempre.”.

  • Caio Ferreira

    Imagina do outro lado, o familiar que estava sentindo os batimentos, deve ter aberto a boca chorar.

  • Pedro Pimenta

    Eu vivo em Portugal e na semana passada passou uma noticia na TVI, que falava de problemas do iWatch em pessoas com pulso tatuado. Gostava que abordassem esse tema.

    • Pedro, não tem muito segredo, o leitor cardíaco do Apple Watch basicamente usa a luz para realizar as medições. Então, as tatuagens se tornam obstáculos dessa leitura. A Apple já confirmou isso e está na página deles: https://support.apple.com/en-us/HT204666

    • Rodrigo Vieira

      Já foi abordado aqui no site, é só procurar.

      • BS

        Já? Aonde? Poderia mandar o link…

  • Patrick Rademaker Burke

    A frequência cardíaca estava muito baixa para um recem nascido. Isso se a representação gráfica realmente condiz com a verdadeira frequência cardíaca.

  • Hades666

    Que…..guti, guti….dááááá! Uma fez, li uma frase que dizia: Estou cansado de ver criancinhas na net; só quem acha bonitinho ver a criança fazendo “gracinha”, é seus pais. Leva para vc e sustenta 😛

  • Antonio Frederico

    Ingredientes:

    2 Apple Watch.
    1 Mulher grávida.

    Tá fácil pra fazer isso heim! kkkkkkk

  • Douglas Oliveira

    Cara, que incrível! Sem mais…

  • Brunosh

    Ok, provavelmente uma utilidade que nem a própria Apple teria pensado ainda. Interessante!

  • Caio Ferrugem

    q-u-e v-i-a-d-a-g-e-m d-a p-o-r-r-a

  • que coisa mais linda, me emocionei.

  • Tami Otani

    Oin……. como alguém que vive longe da família (meu pai mora no Japão e eu no Brasil), achei isso muito lindo :’) teria sido tudo de bom ter um desses na minha infância <3

  • brenopeck

    Resolvi ler os comentários na fonte (9to5Mac) e o pessoal lá tá criticando muito a história. Argumentam que o batimento registrado é muito baixo pra um recém-nascido (com direito a parecer de pediatra!), e que quando o Watch não captura um batimento real ele envia um “genérico”. Faz sentido. Essa matéria é um hoax involuntário pelo jeito.

  • Greisson Silva

    Quando esse lindo e maravilhoso relógio chega ao Brasil quero logo o meu