Enquetes

[pesquisa] O que vocês acharam da nossa cobertura do Evento da Apple?

evento Apple

Hoje fizemos a cobertura do evento da Apple de uma forma diferente da habitual e gostaríamos de saber a opinião de nossos leitores sobre ela. Ela foi pensada para ser a melhor solução para o nosso público e gostaríamos de saber se a repetimos ou não nos próximos eventos.

Nós temos orgulho em dizer que fomos um dos primeiros blogs no Brasil a realizar coberturas em tempo real de eventos da Apple. Quem nos acompanha há mais tempo deve já ter acompanhado com a gente a tradução em português, em tempo real, de diversos lançamentos, como iPhones, iPads e diversas outras novidades. Depois de um tempo, nosso estilo de cobertura se tornou popular e hoje muitos outros sites seguem o mesmo estilo, com alguns inclusive se “inspirando” em nossa clássica contagem regressiva. É normal se copiar o que se acha bom (Samsung que o diga). 🙂

Com o tempo, todas as coberturas acabaram ficando muito parecidas, praticamente iguais, o que nos fez buscar novas soluções para tentar oferecer sempre o melhor para os nossos leitores. Tentamos, por exemplo, fazer transmissões ao vivo por vídeo, mas rapidamente descobrimos que, apesar de ser divertido, não se mostrava muito eficiente para nossos leitores. Primeiro, porque o atraso da transmissão em relação ao evento da Apple ficava muito grande, obrigando nossos seguidores a receber as notícias bem depois que sites estrangeiros publicavam. Segundo, porque nem todos podem se dar ao luxo de, em um dia de semana, ficar assistindo vídeo no meio da tarde.

Para nós, o que importa é encontrar uma forma eficiente de transmitir as novidades o mais rápido possível, para que vocês estejam informados seja lá onde for: em casa, no trabalho, no ônibus ou na faculdade. Quanto mais firulas fizermos, pior será para quem nos acompanha; nossas transmissões não devem ser centralizadas em nós e sim no nosso leitor. Foi por isso que já no evento de outubro passado tentamos uma nova forma de acompanhar as apresentações: já que a Apple está cada vez mais preocupada em transmitir a apresentação ao vivo, é inútil tentar competir com a fonte original, que é bem mais rápida e precisa.

No evento de agora, repetimos a fórmula, ainda mais organizados: indicamos o vídeo da Apple para que todos acompanhassem o evento. Para aqueles que estavam ocupados e não podiam acompanhar o vídeo, oferecemos uma cobertura pelo Twitter, apenas com os acontecimentos principais que eram apresentados em San Francisco, necessários para manter os leitores bem informados do que aconteciam.

Outra vantagem deste sistema é que nos deu muito mais tempo para prepararmos os artigos sobre as novidades aqui no Blog. Antes mesmo do final da apresentação, algumas novidades já estavam publicadas aqui e várias outras vieram logo depois, cobrindo as principais notícias da tarde. Com isso, pudemos oferecer aos nossos leitores um material muito mais completo e dinâmico, com espaço para se discutir sobre o que foi apresentado, coisa que nem sempre aconteceu no passado.

Alguns estranharam o fato de não termos transmitido o evento ao vivo por texto, mas houve uma razão bem precisa para isso, resultado de uma decisão editorial. Nossa intenção é procurar melhorar ainda mais nossos serviços, levando a você um produto de melhor qualidade. É pensando em você que está nos lendo agora que buscamos sempre soluções que melhorem ainda mais o Blog.

Dito isso, queremos saber a opinião de vocês, pois este feedback é importante para definirmos as próximas coberturas de eventos. Estamos no caminho certo ou devemos voltar com a transmissão em tempo real? A maioria de vocês prefere que façamos vídeos ao vivo ou preferem ter a informação de forma mais simples, mas mais rápida? O que achou da nossa cobertura desta segunda? Qual a sua sugestão para transmissões futuras?

Queremos ouvir vocês, pois é para vocês que nos esforçamos todos os dias. Obrigado a todos que nos acompanham. 🙂

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados