Notícias

Apple dá opção para usuários removerem o álbum do U2 de sua conta, caso desejem

Não quero U2!

Chega a ser engraçada a repercussão que um simples presente pode causar. Em uma das maiores promoções que a iTunes Store já fez, o último álbum da banda U2 foi liberado de graça para todos os usuários da loja da Apple, de maneira exclusiva. Porém, muita gente reclamou de ter se sentido invadido ao ver as músicas em sua conta, sem que houvesse uma opção. A confusão foi tanta que a Apple decidiu aceitar o presente de volta, de quem quiser devolver.

O grande problema foi a maneira bizarra como tudo foi feito. Diferentemente do que se costuma fazer, deixando o álbum de graça para quem quiser baixar, a Apple resolveu inventar e já colocar, automaticamente, o álbum em todas as contas existentes.

Quem é fã do U2 ou simplesmente não se incomoda com a banda, ficou feliz pelo presente (afinal, de graça até ônibus errado). Mas quem curte outro estilo musical ficou revoltado com as músicas aparecerem de repente no seu iPhone ou iPad. Com o recurso de streaming no iCloud, não é necessário baixar efetivamente o arquivo para escutar, pois tudo fica direto na nuvem.

Há quem acusou a Apple de ter “invadido indevidamente as contas dos usuários”, o que não é exatamente uma verdade. Ela simplesmente associou o álbum a todas as contas sem precisar entrar em nenhuma delas. Mesmo assim, a repercussão pelas redes sociais foi geral. Neste final de semana nós até ensinamos uma maneira de esconder o álbum da conta, e pelo número de reações, muitos brasileiros também se incomodaram com a “promoção”.

O bafafá foi tanto, que a Apple disponibilizou hoje uma maneira de retirar definitivamente o álbum da conta, caso o usuário deseje. O SOI Removal desvincula todas as músicas do Songs of Innocence e o usuário passa a não possuí-la mais.

tchau U2

Caso o usuário que fez isso mude de ideia e quiser novamente as músicas, poderá baixá-las de graça até o dia 13 de outubro. Se fizer depois disso, terá que pagar normalmente pelo álbum.

É um assunto delicado.
Mesmo sendo uma das bandas mais bem conceituadas da música pop internacional, a forma como a promoção foi feita foi realmente invasiva. Ainda mais quando o assunto é música, que é algo totalmente pessoal e diferente para cada um. Teria sido muito mais lógico disponibilizar um link para o download gratuito para quem quisesse, isso sim seria um presente lógico. Mas já colocar na conta de todos deixou a impressão que foi uma maneira de forçar estatísticas, para depois dizerem que foi o maior lançamento musical da história.

É duro dizer, mas foi uma bola fora de Tim Cook. Não vou citar nomes, mas tinha um cara aí que, se ele tivesse vivo, isso provavelmente não teria acontecido…

Dica do Marcus e do André Claret

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • hecnpo

    Concordo com sua opinião, iLex! A Apple tentou ser “legal”, mas acabou sendo inconveniente.

    • Tenho um amigo que é legal demais e acaba sendo inconveniente também. Hahaha

  • Luciano Hilton

    Incrível como as pessoas estão se tornando cada vez mais estúpidas. Se não dão nada, é pq é ruim; se dão, estão invadindo a minha preciosa privacidade. Que coisa mais babaca. Ta cada vez mais difícil viver nesse mundo.

    • hecnpo

      Que tal o meio termo? Por exemplo, avisar que o álbum está grátis até a data x e dar ao usuário a decisão de baixá-lo ou não? 😉

    • OverlordBR

      Ninguém é obrigado a receber algo que não gosta (mesmo de graça).

      Que coisa mais babaca. Ta cada vez mais difícil viver nesse mundo.

      Realmente, está difícíl viver num mundo onde as pessoas têm de aceitar tudo.

      • Alexandra

        Estava pensando como dar uma resposta educada, explicando exatamente oq tu disse.
        Muito obrigada 😉

      • Caio Vinícius

        Disse tudo!

      • Roberto Silva

        pena que só da pra positivar uma vez seu comentário….

      • Rôney Araújo

        Você quis dizer: taCHado – acusado, rotulado. Até existe a palavra “taxado”, mas ela vem de taxas, tributo. =)

      • Giovanni Santin

        Mas convenhamos também que a coisa tomou uma proporção que foi muito além do que deveria.

        Discordo com o Luciano no tom do post dele, partir pra ignorância nunca resolve nada, mas gente vindo dizer que se sentiu “invadida” ou que teve sua “privacidade violada” é, no mínimo, ridículo.

        É tão simples quanto baixar ou não baixar o álbum pro seu iDevice. Se não gostou, não baixe. Agora, se sentir “violado” porque apareceu um álbum a mais na sua lista de itens “comprados”, pelo amor de Deus né? Repare que eu não estou falando aqui de direitos, estou falando de bom senso e moral.

    • Renata

      E se Apple quiser te “presentear” colocando o novo album da Anitta no seu iPhone? O discurso vai continuar o mesmo? Que mentalidade chata essa de defender a Apple contra tudo e todos.

    • João Moderação

      Tá cada vez mais difícil continuar lendo essa mesma frase em comentários.

  • Bruno R

    Tem que parar com esse negocio de que o “Steve Jobs não erraria nunca”.
    Porra, o cara foi fera, mas ja deu… Uma coisa pequena dessa nem merece uma comparação com ele… Deixa o cara dormir em paz

    • Tem que parar também de colocar palavras na boca dos outros.
      O texto não diz que Jobs nunca errou. Você leu errado.

      Não dá mais para fazer piadinhas. O mundo está se tornando realmente um lugar chato, com pessoas intolerantes que ordenam o que os outros “devem” dizer ou não.

      • Bruno R

        Ok, realmente o que foi dito é que isto PROVAVELMENTE não teria acontecido… Até concordo.

        Foi um desabafo, afinal comentários são pra isso mesmo… E também por este motivo editores não devem dar moral pra comentários.

        Alias, até devem, têm muito comentário pertinente e bem elaborado ai pra baixo 😀

        Observo que não estou fazendo uma crítica ao editor… Sou um leitor (muito) antigo do blog e só tenho elogios.

        Abs

        • André

          Nossa, como o discurso mudou hahaha

        • Cadu Nunes

          Acho que eu sou o único que acha que os comentários são um local para acrescentar informações exclusivamente úteis ao post em vez de ser um muro de lamentações de usuários frustrados porque o novo modelo do device XPTO tem um tom de cor um pouquinho diferente do que ele queria, ou porque não gostou da piada do autor, ou porque a vírgula de uma frase foi colocada no lugar errado, ou…

          • Bruno R

            Você não é o único.
            Só discordo do exclusivamente

            • Cadu Nunes

              Realmente, não precisam ser exclusivas ao conteúdo do post. Obrigado pela observação.

    • hecnpo

      Cara, a frase “Se SJ estivesse vivo, …” é um clássico de qq fórum sobre iPhone, Mac, etc… vc deve ser novo aqui!

      • Bruno R

        Foi exatamente isso que critiquei, o “clássico”.

        • hecnpo

          Mas aí perde a graça, champz! rs

          • Bruno R

            Rss.. Tudo bem…. Se ainda não está na hora de abandonar a era Steve Jobs, quem sou eu pra desejar isso.

            • hecnpo

              É só um jeito “nerd” (no bom sentido) de se divertir! Não leve tão a sério rs… abs

      • Rodrigo De Souza Oliveira

        se o picapau tivesse comunicado a policia…

    • Victor Ribeiro

      Se Steve Jobs estivesse vivo esse comentário não existiria.

      • Bruno R

        eahuesahuesah clássica !

      • Caio Vinícius

        Mitou!

    • Rôney Araújo

      Concordo plenamente com você, Bruno.

  • Gi †

    graças deus pq apareceu isso aqui e eu já n aguentava mais quando eu estava ouvindo música e de repente começava tocar essa

  • Eu achei invasivo sim, mas também achei muito mimimi por parte das pessoas. Não gostou? Deleta do iDevice, fim. Não há motivos para tamanho “furdunço”. O (sic)çerumano ama reclamar mesmo.

  • Carlos Arroba

    Eu gostei do disco, mas realmente, foi uma “bola fora”. Quem não assistiu ao Keynote, no mínimo se assustou ao ver um disco aparecer de repente no seu iDevice. Atitude legal da Apple, mas que deveria ter sido pensada antes. :~

  • Lucas

    O meio termo, de fato, seria o melhor.

    Como foi dito no texto,
    disponibilizem gratuitamente o album e façam o marketing no site da
    Apple, na pagina inicial do iTunes ou o que quer que seja..

    Por
    mais que goste de Pop/Rock, não gosto de U2 e não gostei de ter as
    músicas no meu iPhone e iPad.. Achei bastante invasivo, mas aplaudo a
    atitude da Apple em reconhecer a bola fora e disponibilizar uma forma de resolver esse “pequeno equívoco”.

    A
    intenção foi ótima, a ideia do lançamento virtual de um album também,
    mas a forma não foi a melhor. Fica de lição e que venham novos
    lançamentos!

  • Não entendo porque ela não pensou em nada disso ANTES do episódio. Não precisa ser um gênio pra sacar que músicas podem não agradar 100% de todos os milhões de usuários de iDevices pelo mundo.

    • hecnpo

      é aí que entra o Steve Jobs kkkkkkk

  • Phelipe Ps

    Eu amei a surpresa, mas eu tive que ir no itunes e baixar… De qualquer forma eu desativei em settings> music > show all music. Enato as minhas musicas compradas não aparecem no meu iphone só no meu mac… Nao entendo como as pessoas podem ser tao dificil de ser agradas…

  • Eu faço parte dos que não se incomadam.

    Ainda mais que o meu iPhone não tem permissão para sincronizar com o iTunes. Kkk

  • Elcin

    Se tivesse divulgado que está em promoção, no caso, grátis, talvez tivesse maior números de download. Vai que o cara pensa: “Vou baixar porque está de graça, se não gostar eu excluo”. Uns quantos me perguntaram como apaga as musicas, sendo que as músicas nem estão no iDevice.

  • Rodrigo Figueiredo Bertelli

    Estou no aguardo das pessoas reclamarem e devolverem o iWorks que é dado pela Apple desde o ano passado.

    • Renato Faria

      Boa. Só de birra do Tim Cook qdo lançar o iOS8 e tiver que atualizar o iWorks só vai poder baixar gratuito quem tiver o álbum do U2 no seu device. Hahaha.

      • Rôney Araújo

        Seria engraçado kkkk

  • Apesar disso tudo, achei mais absurdo a quantidade de pessoas que reclamaram nas redes sociais, porque não faziam ideia de quem é o U2.

    • hecnpo

      Todos são obrigados a conhecer U2? Meu pai tem 61 anos e só gosta de música clássica. Garanto que ele não tem a menor vontade de saber o que é U2.

      • Aurelio

        61 anos e não conhece U2? Você quis dizer que seu pai tem 91anos, certo? Mesmo assim teve que viver um pouco alienado, mas já é possível.

  • Ernandes

    E eu achando que o Apple Watch tinha sido o mico do evento. hehehehe Essa era Tim Cook-de-fato realmente não começou bem.

  • Budu (RJ)

    A Apple promove todos os anos os 12 dias de apps grátis. Um mimo para seus milhões de usuários. Basta a oferta começar para aparecerem as críticas. Ela fez sim uma ação de marketing e daí? Qual problema? Vá reclamar com o Google e o YouTube que nos obriga a ver comerciais! Eu valorizo qualquer ação que retribua seus clientes, mesmo que eu decline da oferta, por educação, não vou ficar resmungando por aí.

    • Aurélio

      Para mim foi o melhor e mais acertado comentário que li nestes dias. É uma questão de educação.

    • Marcio

      Se eu entro no Google ou You Tube, sei de antemão que vou encontrar comerciais. Se a apple quer me presentear que disponibilize e eu baixo se quiser. Ela ou qualquer outro não pode colocar o que quiser no meu iphone. Quanto aos “mimos”, se forem bons eu elogio, se ruins, e na minha opinião normalmente o são, eu digo! Afinal, todos temos o direito de opinar, aliás não concordo com a tua, mas respeito.

    • OverlordBR

      Ao contrário: a promoção 12 dias de apps grátis é exatamente como a Apple deveria ter feito.

      Na promoção, os apps não são forçados nos teus dispositivos: baixa quem quer.

      Agora imagina se, de uma hora para outra, 12 apps ruins fossem baixados e surgissem, contra tua vontade, no teu iPhone?

      É quase como os “crapwares” que vem pré-instalados em muitos aparelhos com Android.

  • Duvido que Jobs não faria isso hahahaha Sabe “pagando bem, que mal tem?”. Cês fala como se o cara fosse o grande comunista idealista, sei sei. Mas sim, foi absuuuurdamente invasivo, isso daí.

  • JanjaBoy

    Prato cheio para advogados na terra do tio Sam

    • hecnpo

      Não é pra tanto. Apenas desagradou.

      • JanjaBoy

        Num país onde o cara se corta com lata de estrato de tomate e processa o fabricante. Acredito que tudo pode.

        • Lucas L.

          *extrato

  • eu gosto da banda então achei bacana já estar lá com apenas um toque e baixar todo o álbum… Mas por outro lado foi meio abusivo sim “empurrar” essa visibilidade para a banda..

    • Imagina se no lugar de U2 você ganhasse da mesma forma o albúm novo da Anitta?! =P

  • William Barreto

    Galera, Preciso comprar um HD externo que seja compatível com meu Mac(USB 3.0) Alguma sugestão?Obrigado!

    • Glaucio

      Silmples compra qq um! roda normal se você formatar em HFS. Mas se quiser usar em windows e MAC o mesmo HD, aí não formata, deixa em NTFS e compra um programa que lê NTFS pro teu MAC. Pronto.

      • William Barreto

        Obrigado Glaucio!

      • Lucas A.

        É só formatar no formato ExFat, reconhecido pelo Windows, Mac e qualquer distro Linux 🙂

  • Dika

    será que vamos ter um presente assim na próxima vez? Custava o cozinheiro mandar um email para todas as contas com o link para baixar opcionalmente o dito album?

  • Caio Belisario

    Sabe porque o povo não gostou? porque esse CD novo do U2 é muito ruim

    • Caio Vinícius

      Eu não gosto de U2, mas eu acho que a música The Miracle (Of Joey Ramone) foi a única que tem chance de emplacar.

  • Zeh Berretta

    Caramba como tem gente chata que se incomoda com qualquer besteira nesse mundo! “me DERAM um álbum do U2 de graça, sem eu pedir, que absurdo!” É cada coisa que o cara lê… HATERS kkk

    • E se você tivesse ganhado da Anitta da mesma forma que ganhou o do U2?! =P

      • Zeh Berretta

        No meu caso, as músicas não estavam nem no meu itunes nem no meu iphone. Tive que baixar manualmente o álbum. Basta saber usar as configurações dos dispositivos pra não se incomodar. Outra coisa, eu não me importaria de ganhar um álbum, desde que fosse avisado disso e houvesse uma opção de baixar e apagar caso não gostasse. O grande erro foi não ter dado uma opção para apagar o álbum.

        • Desde o inicio era possível excluir… Mas eu também não baixo mais automaticamente tudo que compro com minha Apple ID em todos meus devices.

  • Lu

    Eita povo chato, se não quer as música tira, se curte deixa, muita coisa por nada…..

  • Elias Medeiros

    Também não gostei de chegar e ter o album nas minhas músicas, mas nao achei que invadiram minha privacidade, apenas não gostei, ninguem é obrigado a engolir o gosto musical de ninguem.

  • Chico

    Realmente as pessoas estão levando tudo ao extremo, se houvesse um pouco mais de tolerância o mundo seria muito melhor!

  • Andre

    Se deu essa confusão toda dando o album do U2, imagina se tivesse dado o da Anitta. (Apenas avisando que foi uma piada para nao ser cruxificado pelos Haters dps, obg.)

  • Vinicius Perez

    Quase 2015 e a Apple ainda não sabe que é impossível agradar gregos e troianos rsrs

  • Thiago

    Cara, como diria meu irmão: “De graça, até ônibus errado”.

  • lhzuin

    Estou vendendo meu iPhone 5s 16 gb cinza espacial em perfeito estado por 1150 reais e frete grátis. Se alguém estiver interessado, responda esse comentário, ou mande um e-mail para [email protected].
    OBS.: Esse é o modelo brasileiro

  • Rodriigovieira

    Esse artigo devia ser escrito pelo Ale Salvatori, não?

  • Klaus

    Eu pessoalmente curti e achei legal a iniciativa. Mas entendo e respeito quem não… se aparecesse forró ou outra coisa não do meu gosto provavelmente não ia achar legal. Mas no meu caso, eu baixei da nuvem. Acho que foi ruim mesmo para os que fazem download automático, inclusive via 3G (está na hora do povo fuçar este blog ou ler manual, e configurar de acordo o aparelho).
    Talvez fosse mais apropriado a Apple se valer de gift certificates. Aí resgata o álbum quem quer.

  • Daniel

    Sou cada vez mais fã da Apple e do U2 e cada vez menos desse Blog e do iLex.

  • Caio Vinícius

    Sem querer corrigir, mas já corrigindo: no penúltimo parágrafo tem um pequeno erro.

    “…a forma como a promoção ‘foi feita foi’ realmente invasiva.”

  • Julio Morbeck

    Eu gostei, sou admirador da banda U2. A opção de retirar é boa pra quem não gosta.

  • A Apple nunca é legal quando o assunto é Social!

  • Téssyo

    Se fosse um álbum mais famoso, como PRISM ou ARTPOP por exemplo, duvido que as pessoas reclamariam! Kkkkk…
    Tudo isso ocorreu por um motivo; sabemos que deixar a música gratuita na Apple Store, prestes a haver toda essa nova interação com o iCloud, e a possibilidade de extensão desse conteúdo para outras plataformas, certamente faria com que o Álbum, hora ou outra fosse extraviado, podendo possivelmente ser desviado para uma conta pessoal, e assim, ser pirateado. Talvez, e eu digo talvez, a Apple só tenha ido por este caminho mesmo pra proteger ainda mais seu presente, afinal, não seria nada legal se descobrissem mais pra frente, que não só usuários nativos como pessoas que nem sequer possuem um gadjet Apple teve acesso a esse presente.

  • Fabio

    O ser humano tem a mania de reclamar de tudo.
    Reclama quando tem, quando não tem. Quando tem muito, quando tem pouco. Etc…
    Veja se a Samsung ou a LG fazem isso?
    Maior sacanagem com a Apple estas reclamações.

  • Sandro Barbosa

    Aposto que se fosse da Ivete Sangalo ‘tava todo mundo sorrindo… ;P

  • Luiz Roberto Bueno

    Eu gosto do U2 e fiquei muito feliz com o presente. Mas mesmo que não gostasse não iria reclamar. Mas esta é a minha opinião e respeito a dos outros.

  • Roberto Silva

    Acho que vc(sem querer) resumiu tudo que o redator disse,amigo……Se fosse o da Ivete Sangalo,e ele entrasse no meu iphone sem minha permissão,seria bem capaz de taca-lo no chão de tanta raiva kkkkkk

  • Cesar Pereira

    Aleluia! Meu problema nem é nada com privacidade, o problema é que eu não suporto u2 mesmo!

  • Luccas Villela

    ODIEI o presente. Acho um absurdo enfiar uma musica no meu celular sem pedir, parece aqueles amigos chatos que enchem o saco pra que a gente ouça algo que eles gostam.

  • Lucas Gouveia

    Foi como jogar pérolas aos porcos…
    Uma pena, pois é um dos melhores álbuns da banda.

    Geração perdida.

    • O umbigo do universo é o nosso umbigo

    • Edivan Fox

      Concordo plenamente

  • Fillipe Nader

    ILex, quando tento avaliar um App que tenho (Tipo Netflix, Evernote, etc) está aparecendo que não posso fazer a avaliação pois não tenho o App.
    Você já viu isso acontecer? Tem como resolver?
    Eu faço as avaliações dos App desde que li a matéria que você escreveu sobre as avaliações mas agora estou com esse problema.

  • Eu estou dizendo para os fãs do U2 que estão reclamando do pessoal que não gostou de ganhar o album da banda que o mesmo aconteceria com eles se tivessem ganhado o album da Anitta, mas o exemplo da Ivete Sangalo também é perfeito. Poderia citar outros igualmente “chatos” segundo meu gosto pessoal, mas não quero ouvir devolu… ops! reclamações.

  • Fagner

    É muitra frescura. De graça e ainda reclama. É só excluir essa merda.

  • Se fosse REALMENTE verdade, você não visitaria mais o blog.

    Para mim, está claro: no fundo você me adora! 😛
    Admita isso e verá que você será mais feliz consigo mesmo!

  • alessandro

    O ser humano se tornou um bicho realmente esquisito!

    No tempo de nossos avós, vc não perguntava se a pessoa queria ou não um presente. Dava-se e recebia-se, sem formalidades. Aliás, presentes eram oferecidos muitas vezes para quebrar o clima gélido das formalidades. E se o presente não agradasse? A etiqueta mandava recebe-lo e pronto! Dizer que não gostou era de uma indelicadeza sem tamanho!!! Excessão para se, de alguma forma, o presenteado se sentisse ofendido filosófica/religiosamente. Neste caso a gafe seria de quem deu o presente. Mas essa geração mimada que briga por qualquer coisa (muitas delas sem sentido) tem mais é que passar logo pra, quem sabe, as próximas colocarem o ser humano na categoria gente boa novamente.

    Esse politicamente correto excessivo tá colocando a humanidade na prateleira dos intolerantes!

    E pra ser politicamente correto (argh!) desculpem-me se, de alguma forma, ofendi alguém. Não foi minha intenção.

  • Cadu Nunes

    Com certeza se a Apple tivesse liberado o álbum da maneira usual teria uma penca de gente que reclamaria questionando porque eles já não associaram o álbum a todas as contas em vez de exigir que o usuário baixasse o álbum manualmente.

    Não gosto do U2, mas nem por isso achei ruim o que a Apple fez, da mesma forma que quando a Apple faz a promoção dos 12 dias de apps grátis fico reclamando quando aparece um app que não gosto. Simplesmente não baixo o app e pronto. Daqui a pouco vai ter nego dizendo que o Facebook não pode mostrar anúncios na Time Line porque estão usando as informações do usuário sem autorização por escrito com firma reconhecida em 3 vias de igual teor.

    Não acho que a repercussão dessa história foi engraçada não, muito pelo contrário só mostra que a maioria das pessoas (sejam elas usuários de iPhone ou Galaxy ou qualquer outro dispositivo tecnológico) estão se tornando estúpidas. Infelizmente estamos entrando na era da imbecilidade onde o anonimato da internet permite que reações absurdas ganhem proporções absurdas também.

    Será que se o neguinho tivesse que ir até “a loja da Apple” pra reclamar em vez de poder reclamar nas redes sociais todo esse bafafá aconteceria?

  • Alexandre Callegaro

    Essa foi uma bola fora mesmo. Eu curto musica japonesa, mas não me incomodo em ter um álbum de presente. Porem existem os “haters”

  • Hades666

    Gosto da banda, mas não em sua fase atual…..removido 🙁

  • Cesar Pereira

    Amigo, se aparecesse um álbum daquela macumbeira no meu iPad eu processaria a Apple

  • JanjaBoy

    Muito obrigado!
    Realmente não estava falando nem de nuvens e nem de pedras. 🙂

  • rodrigo

    Só lembrando que ela não enfiou a música no aparelho de ninguém, só colocou na nuvem e a pessoa baixa se quiser.

    Mas tem gente que ficou super ofendida porque um CD gratuito apareceu como possibilidade de download.

    Achei a solução satisfatória. Obviamente que colocar o link do CD direto na sua biblioteca atinge muito mais usuários do que deixar escondido na itunes store (onde muitos sequer devem entrar).

    Enfim tudo resolvido, enxuguem as lágrimas.

  • OverlordBR

    Novamente:
    Ninguém é obrigado a receber algo que não gosta (mesmo de graça).

    Você gosta de SPAM?
    Mesma analogia.

    É tão simples quanto baixar ou não baixar o álbum pro seu iDevice.

    Agora, se sentir “violado” porque apareceu um álbum a mais na sua lista de itens “comprados”

    Não, não é… porque existe a atualizaçãodownload automático.
    Logo, nem sempre o álbum somente aparece na lista de ítens comprados.

    Aliás, nem todas as pessoas são como nós, conhecedores de tecnologia.

    A Apple errou sim.
    Poderia ter feito como na promoção dos aplicativos no Natal (12 dias de apps) e pronto.