App Store

App Store bateu todos os recordes de vendas em 2013

App Store

Quem resolveu criar aplicativos para a App Store no último ano se deu bem, melhor que qualquer outra plataforma. Esta semana, a Apple divulgou os resultados de faturamento da loja e eles são impressionantes: somente em 2013 o faturamento foi o dobro do que o resultado somado entre 2008 e 2012.

De janeiro de 2013 a janeiro de 2014, o faturamento mais que dobrou, provavelmente graças às novas estratégias da Apple. Afinal, desde outubro de 2012 ela oferece mais opções de dispositivos, como o iPad mini e duas opções de novos iPhones (5s e 5c), o que faz aumentar sua base de clientes. É importante salientar também os investimentos no gigante mercado da China, no qual Tim Cook vem insistindo bastante nos últimos tempos.

iOS payouts

Nenhuma outra loja de aplicativos faz tanto sucesso em termos de retorno aos desenvolvedores. É interessante notar também que, ao contrário de outras lojas concorrentes, os clientes da Apple não procuram apenas aplicativos grátis, investindo quando acham que um aplicativo tem qualidade suficiente para valer a pena a compra.

via TUAW

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • alexandre

    Uhuuuuuuuuuuul

  • Alexandra

    EU ajudei!

    • Ocelo

      EU ajudei!

    • Pedro

      EU ajudei!

      \o/

      • Rafael

        EU ajudei! 😀

        • Luis Baptista

          Eu também!!!

          • Lucas M.

            Eu também ajudei! 😀
            Afinal, aqui no Brasil temos mais é que apoiar as empresas que realmente nos fornecem um serviço de qualidade

  • Diogo

    Apple na frente sempre

  • Isso sim é uma loja de respeito. Eu quero ver crescer cada vez mais.

  • Leitores do Blog Do iPhone contribuiram bastante para o aumento desses números, sem dúvidas! Ahahaha

  • Guilherme

    iLex, concordo que as novos investimentos da Apple contribuíram, sendo na china, enfim…, mas, acredito que 2 pontos também foram importantes para o crescimento das vendas:
    1 – O Jailbreak demorou a sair para o iOS 7. Sendo assim, quem quisesse algum app realmente teria que comprá-lo.
    2 – Com as novidades do iOS 7 muitas pessoas optaram por não fazer o jailbreak pois se sentia satisfeito com tudo que o novo sistema trouxe. Eu mesmo acabei comprando o GarageBand, e uma porrada de outros apps pois não havia outra maneira de tê-los.
    Agora com o jailbreak pro ios7, não sei não se vai crescer exageradamente como foi ano passado. Bom, vamos esperar pra ver rsrsrsrs.

    • Raphaela

      Eu mesmo acabei comprando o GarageBand, e uma porrada de outros apps pois não havia outra maneira de tê-los.”

      Então agora você cogita baixar apenas aplicativos pirateados ?

      • Ugo

        Guilherme,
        Triste a sua análise, e triste ver que você se inclui no mundo das pessoas que pirateiam sem o mínimo constrangimento.
        Vergonha de você meu caro.

    • Carlos

      Sua tese é válida até certo ponto. No universo dos donos de iGadgets, os que fazem Jailbreak são poucos, sem contar que, nesse pequeno universo, nem todo mundo é adepto da pirataria. Eu mesmo tinha Jailbreal no iOS 6 só por causa do iBlacklist, que era pago e custava, sem bem me lembro, R$20. Dinheiro bem gasto, por sinal.

      Acho que o Jailbreak até impactou no resultado das vendas, mas foi bem pouco.

      • Adriano

        Não concordo com um ponto de sua tese. A que os adeptos do Jailbreak são poucos…

        Lembro a vocês que o Jailbreak (não a pirataria) é legal em vários países, como Australia, Canadá, India, Singapura, Reino Unido, Estados Unidos e Nova Zelândia.
        Só esse ponto já é o suficiente para que MUITAS pessoas não tenham medo de faze-lô.

        Como não temos ainda os números do último Jailbreak para iOS 7, uso o anterior como exemplo. Em Março do ano passado, o Jay Freeman, administrador do Cydia divulgou que 32 Milhões de devices estavam com jailbreak (iOS 6.x) acessando o Cydia.

        De lá para cá o número de devices vendidos aumentou muito. Não sei dizer qual a porcentagem destes usuários são adeptos da pirataria, mas qualquer que seja o número, em um ano (2013) que muitos ficaram sem poder usar isto, com certeza fez MUITA diferença para as vendas de Apps e In-App Purchase.

    • JanjaBoy

      O negócio é roubar, quando NÃO pode, compra?
      Que triste ler isso aqui.

      • SamuEX

        Eu pudia tá robano, eu pudia tá matano… mas to aqui só báxano.

    • Philip carvas

      Como assim? O iOS 7 foi lançado no final do ano passado e você diz que essas pessoas que são minoria, são o motivo disso tudo? Não impacto nem em 5% e falo com propriedade estatística.

      • André

        Não concordo. Acho q o número de usuários do Jaikbreak é tão pequeno que nem altera os números da Apple.

        • x_jeferson

          André, leia o comentario do “Adriano”, pelo visto vc nao entende nada de JB e acha que é um numero insignificante que nao impactou nas vedas..

      • Andre

        Não concordo. Acho q o número de usuários do Jailbreak é tão pequeno que nem altera os números da Apple.

    • Rodrigo

      acabou comprando o GarageBand mas um pouco depois de sair o IOS 7 ele ficou grátis assim como o keynote e cia
      Ou seja se precipitou 2x

  • Beto Sobral

    Agora a Apple tem que fortalecer a loja dos Mac, a loja do iPhone é infinitamente superior , quem tem um Mac ( iMac, Mac Mini, Macbook, Macbook Air …) vê que são poucos aplicativos a venda ( tudo bem tem muito jogo e aplicativos ), precisamos de ter mais .
    O lado bom é o Mavericks nos trouxe o iBook, que permitiu a leitura dos livros que só podiam se aberto no iPhone. Espero que em breve mais aplicativos do iPhone se tornem compatíveis com o Mac.

    • Raphaela

      “vê que são poucos aplicativos a venda ( tudo bem tem muito jogo e aplicativos ), ”

      Coerente sua colocação.

  • Danilo Melo

    Como a própria matéria diz a respeito da China, acredito que no final deste ano vai aumentar ainda mais tamanho a quantidade de usuários que irão comprar por la…e Japão também já que eles também tem acesso a maior operadora deles lá….

    Tim Cook pode não pode ter aquele tino tecnológico que Steve Jobs tinha, mas temos que admitir que em matéria de negócios bobo ele não é!…

    Acredito que seja por isso a sua recomendação como CEO.

  • @wendellgun

    só não compro aplicativos com preços muito abusivos tipo o tom tom, mas de resto se eu achar interessante eu compro mesmo.

    • SamuEX

      TomTom não tem preço abusivo.
      É o preço justo de um GPS fantástico.

      Comprei e não me arrependo.

      • Rodrigo

        por $20 a mais se compra um GPS físico do TOMTOM START no bestbuy que não gasta internet e funciona da mesma maneira

        • O app do TomTom não “gasta internet”.
          E pagar a mais por MAIS UM aparelho físico que ficará no carro, enquanto o app você pode levar a qualquer lugar e te ajuda até em viagens ao pegar taxi em cidades desconhecidas? E que para atualizar os mapas o processo não é tão fácil e intuitivo quanto no iPhone?
          Hum… acho que não…

    • Marcio

      Quem precisa de Tom Tom quando se tem o app Google Maps?! Sempre atualizado e preciso!

      • Felipe Teodoro

        quem precisa de tomtom e google maps, quando se tem o wase.

        • SamuEX

          Quando você é pego de surpresa por uma região sem 3g.
          O Tomtom me salvou a vida algumas vezes e por isso fico satisfeito em ter pago o que paguei nele.

          Caso nao o tivesse, teria que ter um GPS e gastaria, no mínimo, R$ 300,00 com isso.
          No fim tenho menos um trambolho no carro e mais dinheiro na carteira. 😉

        • Chico

          Também, investi no Sygic e não me arrependo é um ótimo aplicativo, e o preço é justo!

  • dino

    Bom ver esse crescimento. Apenas um senão: a necessidade de cartão internacional para efetuar as compras. Poderiam rever essa política, afinal as principais bandeiras operam no mundo todo. Infelizmente nem todos que suam para comprar um iphone, ipod e outros produtos da Apple dispõem de cartão de crédito internacional (cujo custo não é baixo, vcs sabem disso). O dia que essa política for revista esses números irão crescer exponencialmente.

    • Francis

      Concordando inteiramente com o que vc disse.!!

    • Luan Carlos

      é que é necessário cartão internacional, pois as compras não são feitas no Brasil, e sim nos Estados Unidos., e pq os preços dos apps são em dólares. 😉

  • Anderson

    E a recompensa dos que ajudaram nesses bilhões, foi 12 dias de presentes, e que presentes, aff!

  • Anderson

    Não acho que expandindo a base para cartões nacionais teria grande impacto.
    Trabalho em um grande banco, cartões com limites superiores a 600 reais costumam ser emitidos internacionais.
    E não acho que o público que trabalha com limites inferiores a este seja o público da Apple.

  • Adahilton Maciel

    Não baixa aplicativo pirata, mas adora tirar xerox de livro – Irmã Zuleide

    • Guilherme

      hduashdas kkk boua falou tudo !!!!

  • Raphael lins

    Isso geralmente acontece quando tudo é bem “organizado”.

  • Nicole

    Se houvesse alguma outra forma de pagamento além do cartão internacional, tenho certeza absoluta que o número de compras na loja brasileira cresceria absurdamente. Gift cards e cartão nacional seriam muito bem vindos.

  • Pablo

    Minha parcela nisso vem todo mês na conta do cartão de crédito 😀

  • Daniel

    Um contribuidor enorme sem dúvida foi a explosão do modelo freemium, notavelmente com Candy Crush e Clash of Clans. Os dados de diversos desenvolvedores (vide Distimo, Marco Arment, Jeremy Olson) corroboram que venda “tradicional” de apps está em declínio, e o embora eu não tenha visto nenhuma afirmação dos grandes produtores de jogos, o aumento de lançamentos freemium para coisas que pouco tempo atrás seriam certamente pagas (como PvZ 2) sugere que também estão chegando à mesma conclusão.

  • Junior

    Já estou ajudando pra bater o recorde ano que vem, hoje comprei U$ 20,00 .

  • Leonardo Muchaki

    Sou totalmente a favor da compra de aplicativos.
    Comecei a usar o iPhone no lançamento do 3GS e, até então, usando windows, achava ridícula a ideia de pagar por software; mas a App Store mudou este pensamento.
    Os apps são em sua maioria baratos, dinheiro de cafézinho, e não há porque não pagar por eles.
    Mas esses dias, ao acabar um gift card de $100 que tinha na minha conta americana, comecei a fazer as contas de quanto já tinha gasto em aplicativos nestes quase 4 anos e cheguei a uma soma de cerca de U$600. É muita coisa se parar pra pensar.

  • Laylson Alves

    iLex, a barra com as redes sociais abaixo do título do post parece estar desconfigurada. Na correria aí, talvez nem deu pra vocês verem ainda. 😉

  • Rodrigo Moura

    Jailbreak é coisa de nerd sem noção. Se quer “liberdade”, “customizacao bizarra” e apps que não funcionam que use Android. Além disso, essa $#~#% de jailbreak serve só para travar o sistema e tirar a segurança.
    Sou pesquisador na área de biológicas e sempre usei o iPad sem jailbreak para diversas atividades pesadas (processamento e edição de imagens, leitura de arquivos PDF maiores que 5gb, desenho de moléculas e modelagem simples de proteínas 3D, entre outros apps específicos que exigem do hardware e um sistema estável para não travar) . Ah! Colegas que tem JB tentam fazer a mesma coisa e trava o iPad deles… E é o mesmo iPad…
    Não venham com enxurradas de vantagens do JB pq qualquer ser normal consegue produzir, se divertir e trabalhar no iOS sem JB… Minha opinião JB= não tem o que fazer, JB= instabilidade e insegurança , JB=desculpa para piratear.

    • Vitor

      AiAi…, e as coisas que chegam primeiro no jb e depois são implementadas do iOS?

      • Rodrigo

        Vc quer dizer coisas que a apple vem testando e procurando implementar, invés de colocar mal e porcamente fazendo “o precioso”travar!!!!

  • William Fernando

    Esse ano não ajudei, só baixei os apps promocionais que o BDI indicou kkk

  • kadu

    Tenho certeza que o grande aumento deste recorde em vendas vem diretamente dos freemium

  • Danilo

    Claro que sempre vai bater recorde.é a loja que mais tem coisas pagas.

  • Lucas

    Só eu gastei 200 d em the sims