Aplicativos

Google Maps para iOS ganha boa atualização para quem mora fora do Brasil

Google Maps

O melhor aplicativo de mapas do iOS ganhou hoje uma boa atualização com diversas novidades, entre elas uma melhor busca por negócios e restaurantes, além de mapas offline. Pena que nem tudo isso ainda funciona no Brasil.

O Google resolveu se inspirar em algumas ideias da Apple e fez parceria com o serviço Zagat, para apontar mais facilmente bares, restaurantes, hotéis e negócios. Mas assim como no caso da Maçã (que usa o serviço Yelp para a mesma coisa), as informações são no momento limitadas apenas para os Estados Unidos. Não funcionam em sua plenitude no Brasil. Mas para quem viaja constantemente para os EUA, é ótimo.

Google Maps
Informações úteis em Nova York

O Google também promete uma navegação GPS aprimorada, incluindo atualizações do trânsito em tempo real e relatórios de incidentes. Talvez isso seja já resultado da compra do Waze, que possui um grande banco de dados no Brasil. Porém, ainda não fizemos testes para saber se estas mudanças incluem nosso país.

Há também um easter egg que permite salvar o mapa que se está visualizando para consulta offline. Basta digitar “ok maps” na barra de busca, para ele salvar em cache aquela parte do mapa. Porém, mais uma vez, isso não funciona para a região brasileira.

Google Maps

Na semana passada, o Google divulgou um vídeo do novo aplicativo:

As melhorias são interessantes e não vemos a hora de estarem todas disponíveis em nosso país. A versão para iPad agora é nativa, mas não dá a possibilidade de navegação curva-a-curva.

É uma pena que os mapas da Apple ainda não possuem toda a estrutura e informações que a solução do Google, porque em termos de usabilidade, o aplicativo nativo do iOS ainda é melhor, com mapas em vetor (mais rápidos e leves), maior facilidade em fixar alfinetes e muito melhor gestão dos mapas. Pena que perde de lavada para a ainda imbatível quantidade de informações que o Google oferece, como transportes públicos, condições do trânsito em tempo real e Street View.

O Google Maps é um aplicativo que todos devem ter em seus aparelhos. Mas é o único que ainda não indica o nome certo da minha rua.

Google Maps
iPhone | iPod touch | iPad
QRcode

Grátis

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Madruga

    Depois daquele pé na bunda que a Apple deu na Google eles resolvram se mecher. Bom para nós

    • Paçoquinha

      *mexer

  • Luizinho

    Atualizado

  • Jose Airton

    Legal

    • Jose Airton

      Por Favor, Alguém tá vendo o novo Layout do Youtube ?

  • Pedro

    Google Maps eu passo, fico com o Waze mesmo!

    • Filipe

      Puts! Eu também! Fui usar o curva a curva do Google Maps.. Totalmente desatualizado… Manda entrar em rua que não pode virar, faz uns caminhos que dão uma volta grotesca, não é inteligente a ponto de te tirar do trânsito como o Waze faz. Eu só uso o Google como mapa 2D mesmo para visualizar os lugares que eu vou e também o arrete view (que é a único motivo que me faz deixar de usar o Maps do iOS).

      • Filipe

        Arrete=street segundo meu autocorretor

      • Danilo Sato

        O Google Maps tá ficando bom (em termos de App), e a versão para iPad ficou bacana!!!
        Mas tem que melhorar muito os dados contidos nele. Ruas contra-mão ou inexistentes, nomes errados, lugares em pontos errados (todo lugar, em uma certa cidade, é “Prefeitura” kkkkk), há ANOS vejo os mesmos erros hehehehehe
        Na minha cidade os mapas estão ficando melhores, mas ainda tem coisas estranhas.
        Google Maps é diferente do Waze. Cada um tem um fim diferente. Mas ainda NÃO é recomendável usar o Waze como GPS principal.

        • Filipe

          Cara, concordo que o Waze não dá pra ser o GPS principal. Mas acho isso só pelo fato de ser necessário usar o 3G nele, porque de resto ele nunca me deixou na mão. Mas pra que ele realmente pudesse ser um GPS primário, ele deveria oferecer mapas off line, assim como o Tomtom, que, a propósito, estou a um tempo juntando uma grana pra comprar. Com o tomtom, eu sei que consigo chegar onde quero em qualquer lugar do Brasil sem medo. O lado negativo é a falta de informação de trânsito.

          • Fábio

            Vocês devem usar pouco qualquer um destes GPS. TODOS, eu disse TODOS, já deram problemas comigo pra qualquer parte do Brasil. Uns funcionam melhor que outros em algumas situações. Comprei o TOm Tom achando que era o melhor de todos mas já me deixou na mão em alguns caminhos. Sua vantagem é que ele não precisa de sinal de WiFi ou 3G pra funcionar. A vantagem do Waze é informar o trânsito, bem como o Google maps, mas o Waze é melhor neste quesito, apesar de mostrar uns caminhos sem lógica pra mim de vez em quando. O da Apple… bem este vai ter que melhorar muuuuuuito. Só pra se ter uma idéia ele mostra que i Instituto Butantan é dentro do Parque da Aclimação, perto de minha casa… Afff.

      • SSilva

        Infelizmente, Filipe, esse problema está ocorrendo com os mapas do Brasil. Recentemente viajei aos Estados Unidos e rodei mais de 3 mil milhas (Califórnia, Nevada, Flórida e Nova York) e o Google Maps é tão bom, por lá, que dispensei o GPS que havia alugado. Usei apenas o Google Maps do iPhone 5 e com uma precisão excelente.
        Ainda não somos prioridade nem para Apple, nem para o Google… Lamentavelmente.

        • Filipe

          Pois é. Pior que só resta esperar pra ver quando que isso vai melhorar aqui.. enquanto isso vamos usando meios alternativos ou nos lascando com as opções que temos.. rsrs

        • Pedro

          É verdade, funciona nos EUA. Pena que eu moro no Brasil.

    • Anderson Silva

      Pois é, eu uso o Maps da Apple mesmo, aqui na Argentina funciona muito bem. Eu moro no interior de Córdoba, a cidade não tem 60.000 habitantes e tudo está perfeito!

  • Rodrigo

    Em Belém do Pará o mapa de transito está perfeito 🙂

    • Thales Martins

      Já Capitão Poço só vejo a BR como sempre, rsrs.

  • Johnny Mattos

    Único que não indica o nome certo da minha rua também, além de dizer que moro num parque.

  • Alexandre

    No da Apple, , dos mais conhecidos e tradicionais bairros de Porto Alegre, o Menino Deus, é chamado de Menino Jesus. Já enviei inúmeras correções para a Apple e NADA de consertarem …

    Enfim, só servimos para pagar caro os produtos deles …

    Abraços

  • Thiago

    Haha eu acho o Google maps excelente. iLex, você poderia acrescentar no artigo que agora ele está adaptado ao iPad 🙂

    • SSilva

      Thiago, acho que você pulou o parágrafo que fala exatamente dessa funcionalidade:
      “…
      A versão para iPad agora é nativa, mas não dá a possibilidade de navegação curva-a-curva.
      …”

      • Thiago

        Isso que dá leitura dinâmica =P
        Foi mal!

      • Thiago

        O desempenho no iPad mini está beeem ruim também.

  • Diego

    “Mas é o único que ainda não indica o nome certo da minha rua”. [2x] Ps. E já mandei trocentas “informações de problema de mapeamento” sem que dessem a mínima – até semana passada, quando recebi um email do (da) Google pedindo mais detalhes. Aguardemos…

  • JB

    Aqui na minha cidade, o mapa INTEIRO está errado. As ruas no modo normal ficam em um canto, e no modo satélite ficam em outro. E o estranho é que em vários anos o Google não mexeu em nada no mapa daqui.

  • Vitor

    Eu prefiro o Waze…mas depois q foi comprado pelo Google é questão de tempo ele ser de alguma forma absorvido pelo maps..é melhor ir se acostumando…

  • iLuk

    Vamos ver…parece estar muito melhor agora..

  • Gabriel

    O melhor mapa de gps em recife é o waze sempre eu preciso ele é rápido é preciso ja os da Apple e do Google não.

    • Walter

      concordo, o mapa do google de recife é bem desatualizado… o do waze é imbatível, na hora que há alguma alteração , a comunidade já atualiza.

  • Carlos Castro

    Sou muito fã do Google Maps. Simplesmente fantástico. Mas com certeza pode melhorar mais.

  • Roberto

    Finalmente! Google Maps para iPad!
    Preferia até usar o aplicativo web do Google Maps do que o aplicativo nativo da Apple!

  • Lucas

    Ele não era Universal antes dessa atualização né? Ou estou ficando louco e não o achei no iPad antes?!

  • TiãoGavião

    Nem na minha, só o da Apple indica o nome certo da minha rua 🙁

  • Fabio

    Acho que o do Google também é em vetor agora.

    • Alberto

      Desde dezembro de 2012. No texto parece que não é, né?

      • César

        O Google Maps não tem cache no Brasil por causa da MapLink, não por causa do Google. É só ir para outro lugar que o easter egg funciona. Essa é a lista onde permitem que o Google salve os mapas: https://support.google.com/gmm/answer/2650347?hl=en

    • No meu iPad não é em vetor até hoje.

      • Alberto

        Me desculpe ILex, mas os mapas da google são sim em vetor. Note como os nomes das ruas se adaptam e como o carregamento é fluído e como ao dar o zoom os modelos dos prédios aparecem. Sem contar a visão 45 graus, funcionalidade impossível de de ter em mapas em imagem. Outra coisa que seria impossível de ser feita com mapas em bitmap é a navegação curva a curva, majestosamente implementada no google maps.

        Talvez o que esteja dando essa impressão seja que a “estratégia de renderização” (desculpa inventar esse termo) usada pela Google é diferente da da Apple. A google ao darmos zoom ou o scroll nos mapas nos apresenta uma versão em bitmap que é substituida pelos vetores ao carregar, a Apple nos apresenta os grids vazios que são carregam os vetores diretamente. Esse fator apenas torna o aplicativo da apple bem mais leve e com o resultado, dependendo do gosto, mais amigavel, pois nunca aparece imagens em baixa e sim os grids. Espero ter ajudado.

        • Alberto

          Para exemplificar baixe o programa Moovit, esse sim claramente usando mapas em imagem. Abs!

        • Alberto, vou analisar mais profundamente então.

          “A google ao darmos zoom ou o scroll nos mapas nos apresenta uma versão em bitmap que é substituida pelos vetores ao carregar”
          Mas você está me dizendo que o Maps primeiro carrega em bitmap para depois aplicar o vetor? Isso não faz muito sentido para mim…

          • Jorge Junior

            iLex, eu até acho que faça sentido! Um sentido meio “burro”, digamos assim, mas faz! Talvez até seja esse mesmo o motivo do “Apple Maps” ser mais fluído que o GMaps… a falta desse bitmap carregado antes. Vai ver a Google não acha que isso seja tão prejudicial ao Maps dela, sei lá… rs

          • Uan

            Mais uma coisa: ao menis na ultima versao do google maps, as partes de mapas que ja foram visualizadas ficam disponiveis para consulta mesmo estando off-line. Acredito que o objetivo do easter egg seja outro, alem de possibilitar a consulta off-line.

  • Copeta

    Finalmente para iPads.

  • Jonathan Everton

    O Maps usa o nome das ruas disponibilizados pela Prefeitura da sua Cidade, só é você pedir o nome da alteração do nome ou número da rua que o Google Corrige. Outra é que, pelo menos aqui em Manaus, o números das casas não são corretos e como o google se baseia nos endereços de Londres, monstra a localização errada. Acontece comigo também.

  • João

    Não uso muito o Google Maps, mas parece que essa atualização deu uma melhorada, no pouco que eu olhei.

    Em relação ao Waze, falaram ai nos comentários que ele NÃO pode ser usado ainda como GPS, eu DISCORDO, pq todas as vezes, repito TODAS as vezes que precisei de um gps, pq me perdi, o Waze me ajudou muito, além de nunca ter errado os lugares onde eu coloco pra ir (a maioria nem sei, vou por ele). Moro em Alagoas

  • Victor

    Horrível desempenho no iPad 2, minha gente..

  • rbianchi

    Pelo menos aqui na cidade de São Paulo, o Waze funciona perfeitamente pra mim. Já foram várias as vezes que escapei do trânsito(bloqueios, acidentes e etc.) com as rotas que ele se baseia nas informações dos outros Wazers. Fora as outras funcionalides que são úteis pra mim, como enviar o seu trajeto para uma pessoa, para que ela possa acompanhá-lo online.
    O ponto ruim é que quando não tem 3G, e o mapa não tá no cache ainda, você fica no vácuo.

  • Puding

    O Yelp integrado no Maps é excelente nos EUA, uma base de dados enorme. Eles deveriam fazer a parceria com o Foursquare no Brasil, ja que é a unica coisa de opiniao que usam.

  • Cláudio Zago Belem

    Achei estranho iLex você começar falando que o Google maps é o melhor app. Mas depois voltou ao mapas do iOS com o fato de não mostrar o nome da sua rua. Rsrs

    • Lendo seu comentário, considero que você esteja insinuando que o blog tem tendência a falar mal do Google, independente de ser ou não verdade. Por isso, respondo baseado nesta impressão.

      Acho estranho as pessoas não aceitarem alguém falar mal do Google. Idolatram ele como a 10ª maravilha do mundo.
      Aí os sites que ousam apontar seus reais defeitos, são taxados de “fanboys” por cretinos de inteligência limitada que acham que o Google é perfeito.

      Não existe empresa perfeita, todas tem seu lado bom e seu lado ruim. E considero que não falei nenhuma mentira no artigo, nada além do que sempre achei.
      Aconselho, Cláudio, a conhecer mais o blog. Publicamos aqui um artigo falando que a Apple teria que correr atrás da boa qualidade do Google Maps [link] antes mesmo dela anunciar a sua própria solução. Portanto, googleboy, se informe mais, para evitar de passar por desinformado. Partir do pressuposto de que este blog não gosta do Google só porque fala da Apple, é pensar muito, mas muito pequeno. 😉

      • Dan Gomes

        Se nao me engano esse blog nunca se propôs a ser neutro. Vejo como normal seu comentário no ultimo parágrafo. As pessoas se incomodam por nada !

  • William

    Cara, aqui em vancouver os mapas da Apple dão um show nos da Google! Ele perde demais fala pra ir p um lugar, te aponta dentro dos prédios sendo que vc ta na rua. Enfim tomara que tenham aprimorado esses erros

  • Daniel

    Sei que estou atrasadíssimo aqui, mas Google não fez “parceria” com Zagat. Essa empresa foi adquirida em 2011.