Notícias

Caso ‘AppGratis’ pode ter intervenção da União Europeia

AppGrátis

Bem que o Simão disse que a história estava longe de terminar. Depois que a Apple baniu repentinamente o aplicativo AppGrátis da App Store (leia a história completa aqui), muita polêmica rolou nesta semana, principalmente após o presidente da empresa francesa iMediapp (responsável pelo AppGrátis) contar a sua versão da história. Hoje, a Ministra de Economia Digital da França, Flor Pellerin (que é usuária de um iPhone 4S), classificou o ato da Maçã como sendo “extremamente brutal e unilateral“.

Analisando friamente o caso, o que podemos observar é que uma empresa confiou na plataforma iOS e montou um negócio próprio que começou a dar muito certo, a ponto de gerar um financiamento de US$13,5 milhões. E do dia para a noite, arbitrariamente esta empresa tem seu grande carro-chefe eliminado pela Apple, em um ato que vai contra todas as conversas estabelecidas pelas partes anteriormente.

Por esta razão, a ministra pede que a União Europeia estabeleça regras mais rígidas que regulamentem empresas de internet.

Este comportamento não é digno de uma empresa deste tamanho. Algumas empresas de internet são responsáveis por um “repetido comportamento abusivo” e iremos pedir à Comissão Europeia e aos Estados membros da UE para regular melhor as plataformas digitais, os mecanismos de busca e as mídias sociais.

Fleur Pellerin
A ministra buscando aplicativos grátis no seu iPhone 4S

Bom, vale dizer que esta mesma França é a que está tentando forçar o Google a pagar uma taxa aos sites de jornais por publicarem as manchetes das notícias junto com a sinopse dela no motor de busca (visto que hoje em dia todo mundo só lê a manchete, o tráfego nos sites dos jornais caiu bastante). Além disso, estão defendendo uma empresa francesa, o que os fazem não tão imparciais no caso. Mesmo assim, também concordamos que a atitude da Apple talvez tenha sido precipitada.

Se a União Europeia resolver mesmo se manifestar, a Apple terá que explicar melhor por que agiu desta forma apenas com uma única empresa (coincidentemente a de maior sucesso) e não com várias outras que ainda mantém seus aplicativos na loja.

fonte Reuters

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Thiago

    “A ministra buscando aplicativos grátis em seu iPhone 4S” Kkkkkkk eu ri alto. Boa iLex.

    Quanto a atitude dela. Mandou bem, e será de peso viu. Essa história vai reverter, e o sucesso posterior será ainda maior. Digamos que a possível vitoria do appGratis (torço demais) aconteça, será “O marketing”… Ou não.

    • Denis

      A questão não é buscar app grátis o grande lançe aí é os US$13,5 milhões investidos/gerados que seja. uma empresa que gera muito dinheiro é muito importante principalmente na eoropa que passa por dificuldades financeiras

  • Vinicius Wronski

    woooooow!

  • Zé Rezende

    Ainda bem que eu já tenho ele instalado no meu iPhone!

  • Maurício Fernandes

    “A ministra buscando aplicativos grátis no seu iPhone 4S”….no mesmo segundo, olhando a imagem, só imaginei ela num evento importante, como ministra, à frente dos assuntos e de repente quando outra pessoa está falando, ela vai buscar apps grátis!!! auehuaheuhaehuahe

  • Bruno Bros

    Chupa!

  • Pedro N.

    Concordo com a atitude diplomática da ministra em demonstrar a insatisfação de uma empresa de sua nação por um ato unilateral tão arbitrário.
    Na minha opinião o AppGratis, ao dispor seu aplicativo na AppStore tem um direito adquirido ali. Direito esse que resultou em uma empresa, com empregados, com custos e uma exclusão do seu meio de comunicação principal com seus clientes é, no mínimo, temerária.
    Como disse a ministra, deve haver uma legislação eficaz quanto a esses casos, de modo a gerar uma segurança jurídica para direitos como esse que a empresa em questão perdeu.

  • Filipe Kaian

    Clima TENSO!! E pensar que os caras da AppGratis tinham tanta influencia assim haha

  • André Luiz

    A Dilma tinha que se pronunciar também e mostrar o seu iPad para a galera.

  • Puding

    Apple está certissima. Deveria acabar com essa palhaçada, esses apps Freemiuns só servem para intupir o Top com lixo, saudades do tempo que só tinham apps realmente bons. Acabando por vez com esses apps de divulgação já é algum começo.

    • George

      Estamos no mesmo planeta? Nossa…
      Ainda consigo me surpreender com alguns comentários aqui…

      • Jorge Campos

        Aff!

        Cada um viu.

        Isso se chama evolução!

        Ninguém é obrigado a baixar o aplicativo só pq ele aparece no appgrátis, eu mesmo só baixo quando vejo que o app é bom, é uma excelente maneira de mostrar pequenos desenvolvedores num mar enorme de aplicativos. Tem aplicativo que se não fosse pelo appgrátis eu nunca teria conhecido.

    • Maurício Fernandes

      mas peraí….será que não é só simplesmente não baixar o app? ou somos obrigados a instalar algum app que não gostamos?

      cada um hein? 😀

    • Luciano Alencar

      Fiquei ENTUPIDO com o seu comentário.

    • Dorinha

      Heim… Nem acredito no que acabei de ler…. 😐

    • Antonio Augusto

      O campo de distorção da realidade tem criado filhos bizarros.

  • Leonardo Faria

    Não tenho o app instalado, recebo as dicas por email, acho mais prático pois posso inclusive ser as novidades no macbook.

  • Vitor

    Eu acho que as organizações estatais não podem interferir na internet. Este é um lugar livre, onde cada um faz o que quer, esteja prejudicando grandes jornais ou em prol do app grátis, sou usuário mas o que é da internet deve ser resolvido na internet.

    • Bruno

      Errado. Empresas que atuam na internet ainda são empresas, sujeitas a lei, como ualquer pessoa física ou jurídica.

      Cabe sim processo judicial comtra a Apple por parte da AppGratis. Eles fizeram investimentos legítimos dentro da época em que as regras eram válidas. O papel da justiça é equilibrar relações desiguais, esta claramente é uma. Não é pq a plataforma é da Apple que ela pode fazer o que quiser sem se preocupar com os efeitos colaterais de suas ações.

      Se a regra fosse igual a atual desde o começo, o AppGratis não seria legítimo, mas não é o caso.

    • Giancarlo

      Partindo do pressuposto pelo teu comentário, não existiriam crimes na internet…

      Por favor, pensar um pouco mais não faz mal a ninguém. 😛

    • Bruno

      Fala que você fez esse comentario só pra galera dar uma risada, por que não é possivel que esteja falando sério ahhaha

    • Antonio Augusto

      Ainda bem que você não é um juiz, promotor, policial nem nada do tipo.

  • Alex

    Só lançar a versão web e pronto.

  • Danillo Canedo

    “A ministra buscando aplicativos grátis em seu iPhone 4S”, To rindo até agora!
    Esse assunto ainda vai dar o que falar..

  • Murilo

    Nao venham me chamar de fanboy, blablablá.
    Mas se o cara tem uma loja, ele vende lá só o que ele quiser. Se tem termos de aceite, ou você concorda ou para de vender;

    Ou quando eu perder o emprego vou chamar a ministra pra ficar com peninha e garantir que posso ganhar pago sem comparecer ao serviço.

  • Raphaela Castro

    Acho que a Apple deve liberar e cobrar 30% do lucro dessas empresas.

  • Eu não consigo ver razão nisso, afinal, a empresa cresceu as custas da Apple certo? Então se a Apple não quiser mais mante-lá, ela quem perde? Não faz muito sentido.

    • Cesar

      Pai amado… sério que li isso?

      • Caio Cartaxo

        Leu sim, errei em que? Me explique.

        • Thiago Hyppolito

          “cresceu as custas da Apple”. Foi aí o seu erro.

  • Caio

    O que deveria existir é um tipo de quarentena para o app se adaptar as exigencias rigidas da maça, a apple diria o que pode ser modificado via uma plataforma inovadora e interativa remotamente,
    Na minha opinião a apple deveria ser multada por ter feito isso com mais de 40 trabalhadores de uma empresa séria e respeitada.

  • Jadson

    Cada um tem sua opinião, pra mim o aplicativo em sí não serve pra nada, pode deixar só o site mesmo, o Appshopper já resolve todos os meus problemas! A Apple mesmo já deixa um app free por uma semana muitas vezes melhor do que semanas de apps grátis do AppGrátis, que o diga agora o Fruit Ninja.

  • Dorinha

    Estou começando achar que este assunto ainda vai dar muitos panos pra manga….Ops, talvez seria melhor dizer; maçã.

  • Diego

    Eu não me surpreendo com a arbitrariedade da Apple. Em qualquer instância. Não me surpreendo – positivamente – mais com nada. Pena que AINDA não exista um sistema que me dê uma integração entre devices com a Apple hoje me dá.

    • Luiz Fabio

      Você que pensa que não há.

      Existem alternativas melhores até, basta deixar o preconceito de lado, procurar se informar e ser feliz.

  • Renan

    Será que o estagiário “R.” foi demitido? hahahahaha

  • Juan

    Atitude precipitada! Cara é acabar com a concorrência para que as pessoas só usem a AppStore para procurar Apps.
    É a mesma coisa que a França lacrar todas as lojas da Apple e tirar a Apple Store do ar só poque o produto não é francês!
    Na minha opnião essa seria a resposta a altura para a Apple. Ter suas lojas fechadas só para ver como é estar do outro lado!

  • deyvisson

    É por essas e outras que minha paciência está acabando com a Apple. Com certeza os produtos da apple são os melhores do mercado na minha opinião, mas esse controle exagerado que eles tem acaba por limitar muito as coisas.

  • Walter

    “A ministra buscando aplicativos grátis em seu iPhone 4S”

    Hahahahahahahaahahhaah…. Perdi totalmente o foco depois que li isso haha.

  • VimpriO

    Eu gostava dos textos do Simão! 😛

  • Renan

    Processa a maçã dona Japa 😛

  • Jorge campos

    De alguma maneira a apple quer abocanhar uma parte dos lucros dessa empresa. Geralmente quando uma empresa ou alguém vê uma pessoa ganhando dinheiro com uma ideia que poderia ter partido dela mesmo, acontece isso. Gosto muito dos produtos da apple, mas não esperava uma atitude dessas. Com certeza esse aplicativo é um atrativo para a apple, mostrando a quantidade de coisas legais que se pode fazer com este aparelho. Eu mesmo descubro coisas legais direto.

  • Vitor Fernandes

    Tamara que leve um baita processo 🙂

    • Vitor Fernandes

      Tomara*

  • Mayara Vidon

    Ainda bem que tenho ele no meu iphone!!!
    Adoro esse app!!!
    Sempre que tem app bom eu baixo!!!
    Sou contra ele ser excluido!

  • Alysson

    Aff a apple me decepciona.

  • Dennys de Souza Queiroz

    Já baixei apps muito bons na AppGrátis, tenho Lumi, Angry Birds, PicIt Easy, e tantos outros… E os textos do Simão dão aquela alavancada no app, o app pode ser super ruim, mas se o Simão fez um bom texto, eu baixo (depois excluo pra sobrar mais espaço). E o AppGrátis é útil, não podemos ficar comprando vários apps todos os dias.

  • Lucas Pacheco

    Eu sei q ninguem aguenta mais … Mas vejam o q eu li agora :

    http://www.cultofmac.com/223738/appgratis-was-charging-developers-lots-of-money-to-game-the-app-store-charts/

    Ai devo convordar com a Apple de tirar o AppGratis do ar..