AplicativosNotícias

AppShopper volta à App Store, diferente, mas igual

AppShopper

Um dos primeiros aplicativos do estilo “apps grátis” a ser expulso da App Store acaba de voltar, com uma cara nova e uma aparente nova função social. Porém, basicamente é o mesmo utilitário de sempre, com mais funções.

O AppShopper foi retirado da loja pela Apple ainda em dezembro, sob a alegação que ele feria uma cláusula das regras para desenvolvedores:

2.25: todos os aplicativos que exibem outros aplicativos que não sejam os do editor de vendas ou promoções de uma forma próxima ou confusa com a App Store

Por incrível que pareça, o novo AppShopper Social continua fazendo exatamente isto: mostrar outros aplicativos. Aliás, ele mostra TODOS os títulos existentes na loja, com destaque a atualizações, novidades e mudanças de preços.

A diferença para o AppGrátis é que ele não destaca apenas um aplicativo no dia, mas faz um apanhado de todos os que sofreram mudanças. É uma boa forma de ver quais apps estão de graça no dia.

Além disso, a desculpa agora é que o novo aplicativo é voltado para a descoberta social de apps. Você pode adicionar seus amigos e ver os aplicativos que eles tem (por exemplo, o blogdoiphone). Mas visto que as funções permanecem as mesmas, a impressão é que a parte social é apenas uma desculpa mesmo.

AppShopper

Não dá para entender porque a Apple deixou ele voltar para a loja, pois as razões que ela tinha dado anteriormente continuam válidas. Além disso, o novo AppShopper possui também um sistema de notificações, que vai de encontro a outra regra:

5.6. O aplicativo não poderá usar notificações por Push para enviar propaganda, promoções ou marketing direto de qualquer natureza.

Notificações no AppShopper

Apesar do AppShopper ser ótimo (baixe enquanto puder), fica a pergunta no ar: por que a Apple deixou ele passar, se retirou há pouco um outro aplicativo que infringia as mesmas regras?

A única explicação é que não são estas regras o real motivo das retiradas da loja. Como já se discutiu aqui, o AppGrátis mexe diretamente com a classificação da App Store, o que incomoda profundamente a Maçã pois desvirtua uma ferramenta que deveria destacar os apps de qualidade, e não os que pagam para aparecer ali. É a única lógica que faria a Apple retirar um e liberar o outro.

O que a Apple precisa é de mais coerência. Todos ficamos felizes pela volta do AppShopper, mas fica a dúvida de até quando ele durará na loja. Se ele foi retirado com uma justificativa que parecia justa, não tem sentido o mesmo app voltar sem ter mudado as questões que o fizeram ser expulso. Isso só causa insegurança entre os desenvolvedores, pois apesar de existirem regras, a Apple é arbitrária em suas decisões.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados