Notícias

Antes de ser da Apple, Siri quase virou uma funcionalidade do Android

Siri

Em 2011, a Apple lançou o iPhone 4S com um grande diferencial: o assistente vocal Siri, que respondia à comandos de voz do usuário, de forma inteligente e natural. Mas esta característica, que hoje ficou tão marcada em dispositivos da Apple, quase virou uma função de aparelhos com Android.

O Siri, na verdade, era um aplicativo para iOS criado por uma startup norueguesa em 2009 que fazia exatamente o que faz hoje: interpretar um conjunto de palavras de forma semântica, tentando compreender um sentido lógico nelas e não somente a identificação de frases prontas (como era o caso da função Controle por Voz, existente também no iOS).

Em 2009, a operadora americana Verizon se interessou na novidade e firmou um acordo para implementar a função vocal em todos os aparelhos Android vendidos pela operadora. Na época, o iPhone era disponibilizado exclusivamente pela AT&T nos Estados Unidos.

Ao saber deste interesse, a Apple foi mais rápida e ofereceu 200 milhões de dólares para comprar a empresa criadora do Siri, acabando com o acordo firmado e impedindo que a Verizon adotasse o assistente vocal em seus aparelhos.

Desde então, a Apple vem melhorando a função, adaptando-a a mais línguas e tornando-a cada vez mais internacional. Ainda há esperanças (mesmo que pequenas), que a Apple acabe por dar suporte à língua portuguesa em breve.

via Huffingtonpost

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados