Notícias

Novo iPad poderia custar R$1.200, não fossem os impostos brasileiros

Que os impostos brasileiros estão entre os mais altos do mundo, isso ninguém duvida. Porém, muitos põem a culpa exclusivamente na Apple pelos preços dos seus produtos no país. Claro que, em certos casos, fica dífícil justificar os valores (como o iPhone 5, por exemplo), mas pelo menos no iPad, a mordida do leão é bem grande. Segundo um recente estudo, 42,2% do preço do iPad aqui no Brasil é só de impostos; é o imposto mais caro do mundo.

O estudo foi feito pela consultoria UHY e mostra que até mesmo a Romênia tem taxas menores que a nossa. O nosso iPad, que custa hoje R$1.749, tirando os 42,2% dos impostos sairia por cerca de R$1.200, um pouco mais do que o valor cobrado nos Estados Unidos (se convertermos para o dólar). Deste valor, ainda teria que tirar os royalties que a Apple cobra de suas regionais, para só então calcular o lucro da sucursal brasileira.

Se seguirmos a mesma lógica, daria para calcular o valor que o iPad mini chegaria no país (cálculo este sem compromissos). Custando US$329 nos EUA, a conversão no dólar de hoje daria uns R$680, mais os 42,2%, resultaria em um preço de R$970, mais ou menos. R$999,00 se a Apple for arredondar.

Mas o estudo ignora a isenção de alguns impostos que a Apple tem com os aparelhos fabricados no país. Apenas os primeiros lotes do iPad 4 são importados, até que a fábrica de Jundiaí consiga começar a produção nacional. Quando isso acontecer, estima-se que a empresa pagará 31% a menos de impostos federais e estaduais. Infelizmente, o Governo não obriga as empresas a repassarem para o consumidor os incentivos fiscais que recebem.

Há tempos está em discussão a necessidade de uma reforma fiscal urgente em nosso país. Se você não gosta dos preços abusivos que pagamos em nossos produtos, não fique só reclamando aí na frente do computador. Procure se informar e ver como você pode contribuir para que esta reforma aconteça. Seja ativo. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Apenas uma palavra: ABSURSO

    • Icarla

      Eu tendo uma outra …aquela do Boris Casoy : Isso é uma V E R G O N H A !!!

      • Luís. M

        Outra
        S A C A N A G E M
        ( 😛 )

        • Mauricio Mendes

          Eu teno uma outra palavra, mas creio que ela seja impublicável…….

    • Alecs

      Realmente muito caro e um absurdo, agora estou escrevendo através de um iPad 4, mas que só comprei pelo motivo do magazine luiza ter errado no preço e ter disponibilizado o iPad 32gb por R$1.431 na madrugada de lançamento! Nem queria comprar agora, mas valeu a pena e não resisti!

      • Luís. M

        Ô, como valeu a pena!

  • Leonardo

    Incabível e inconcebível, ainda da pra acrescentar um outro agravante que contribui para esse assalto a mão armada: nao importa o preço, o brasileiro paga! Chorando mas paga!

    • Mauro

      Quem nao paga nao tem. Essas empresas estão pouco se lixando para o pais. Se não houver demanda simplesmente elas esquecerão o país. Vc tem um iPhone então colaborou pra que isso acontecesse. Pode ter comprado fora mas usa planos brasileiros.

  • João Pedro Vianini de Paula

    Mas, com a produção nacional esse valor iria abaixar?

    • João Pedro Vianini de Paula

      irá* Com o iPhone 4S a impressão que eu tive foi que a Apple aumentou o valor do iPhone para abaixar para o valor “normal” quando começasse a produção nacional. Será que a Apple vai repassar essa queda no preço para os brasileiros? E, porque o preço do iPad 2 aumentou?

      • Alex Retamero Dias

        O iPad 2 aumentou o preço por causa do aumento do dólar apenas.

        • João Pedro Vianini de Paula

          Eu sei. Mas estou dizendo que se o iPhone abaixou, o iPad vai abaixar?

      • Alex Retamero Dias

        Como eu disse em outro post, é realmente um absurdo os impostos cobrados aqui no país tupiniquim, o governo em geral é relapso a isso, pois “engordam” o bolso deles. Devemos lutar contra os impostos não apenas para conseguir comprar nossos iDefices mais baratos, mas pra tudo aquilo que consumimos nesse país. 😉

  • Adriano

    Isso é Brasil!!

  • Matheus Caldeira

    O preço do iPad Mini não é U$329? Quanto desses 31% de impostos federais e estaduais a menos, significa nos 42,2%?

    • Tem razão. O artigo foi atualizado para refletir os valores corretos.

      • Gabriel Castilho

        iLex você poderia me explicar como chegou a este resultado, por favor?

        Por que não cheguei a esse mesmo valor sem imposto.

        Em minhas contas,
        R$ 1749,00 (valor cheio) * 0,422 (notação científica do imposto) = R$ 738,08

        Então, R$ 1749,00 (valor cheio) – R$ 738,08 (valor do imposto) = R$ 1010,92 (valor real do ipad)

        Me corrija se estiver errado.

        • Robinho Simões

          Não está errado, mas segundo este seu cálculo, o iPad seria vendido sem imposto algum, e isto não ocorre em nenhum país.

          Se você pegar esse valor que calculou de R$ 1010,92 (o valor real do produto sem os impostos) e adicionar a ele um imposto justo teríamos um valor em torno de R$ 1.200,00.

          Por exemplo, o gráfico apresentado mostra que o valor médio dos impostos dos países analisados é de 14,8%. Se essa porcentagem fosse aplicada no Brasil, teríamos um valor equivalente a R$ 149,61 de impostos, que somados aos R$ 1010,92 do valor real do iPad, chegaríamos a um preço de R$ 1160,53, e com o arredondamento teríamos o preço final de R$ 1.199,00 na pior das hipóteses.

          • Gabriel

            Exato!

            Nem nos EUA se paga o valor anunciado pelo Apple… sempre tem no minimo a taxa estadual.

        • Fernando Penteado

          Na verdade a conta que vocês estão fazendo esta errada.
          Quando se fala em tirar 42,2 % de imposto, não significa pegar o valor cheio e subtrair os 42,2%, afinal de contas o valor que o imposto é calculado não foi o 1749,00
          Para resolver esse problema é uma simples regra de 3, que devemos fazer o seguinte.
          1. Precisamos achar o valor 100%, pois com imposto ele é 100% + 42,2% o que da 142,2%, assim fica fácil, olha só.
          142,2

        • Fernando Penteado

          Na verdade a conta que vocês estão fazendo esta errada.
          Quando se fala em tirar 42,2 % de imposto, não significa pegar o valor cheio e subtrair os 42,2%, afinal de contas o valor que o imposto é calculado não foi o 1749,00
          Para resolver esse problema é uma simples regra de 3, que devemos fazer o seguinte.
          1. Precisamos achar o valor 100%, pois com imposto ele é 100% + 42,2% o que da 142,2%, assim fica fácil, olha só.
          142,2 = 1749
          100 = x
          sendo assim:
          1749 * 100 / 142,2 = 1229,96
          Isso significa que 1229,96 + 42,2% (imposto), teremos o resultado de 1749.

          []s

  • asCaio

    Isso não é novidade, mas aposto que se custa-se 1200 ainda tinha gente reclamando, ou ia fazer igual os hipster do istagram, reclamar que ta barato e agora vão “orkutizar” o ipad.

    • Bruno A.

      Eu não sei porquê algumas pessoas acham que ipad/iPhone são produtos de luxo, achando ruim em “orkutizar” devido a baixa de preços. Um exemplo de produto para Classe A (na minha opinião) são automóveis Tipo Viper (esse sim não é qualquer um que tem). Lá fora é tão comum ter iPhone, por quê aqui no Brasil as pessoas ligam ipad/iPhone com a classe A e B? O intuito do iPhone/iPad é justamente para facilitar a vida de todos. Quero responder e-mails, ler notícias, ouvir músicas ou até mesmo jogar, não preciso esperar até chegar em casa ou te que levar um laptop na mochila eu simplesmente tiro do bolso (no caso do iPhone) ou levo na mão (no caso do iPad) ou até mesmo levar na mochila, mas comparar o peso de um laptop com o ipad ai é sacanagem…PESSOAL A TECNOLOGIA É PARA TODOS!

      • Felipe

        *Clap Clap Clap* concordo plenamente com voce (:

      • Tiago

        Concordo plenamente contigo!

  • Luiz

    Aiai, impostos pra cá impostos pra lá, aonde isso vai parar

  • Reinaldo

    Brasil sil sil sil sil !!!

  • Roberto

    Trouxa somos nós que compramos ! Teríamos que boicotar esses preços abusivos.

    • Você leu o texto ou foi só no impulso de reclamar?

      • Roberto

        Claro que li ! Boicotando os produtos fariam a própria Apple a tomar alguma ação junto ao nosso ilustre governo, visto que fizeram grandes investimentos em nosso país, fazendo tudo que o governo mais gosta (geração de empregos, aumento na arrecadação de impostos ).

  • Felipe Teodoro

    palhaçada hein brazil.

    • Icarla

      Viva o Tiririca hihihi 🙂

  • Maurício

    quem sabe um dia…..sonho!

  • Leonardo

    Uma matéria do g1 ontem falava de que o Governo iria sentar com todos os beneficiados com a Lei do Bem para força-los a repassar ao consumidor esse desconto de imposto.
    Se vai rolar, não sei. A matéria falava em smartphones, não sei se aplicava a tabletes.

  • matheus

    Vi em uma revista Veja que o preço de um iPhone 5 desbloqueado era 1110 reais e imposto dele é de 1890 reais, totalizando 3000 reais. Isso é um absurdo!

  • Dexter

    Graças a Deus eu vendi o meu iPad, pois na minha opinião ele não tem muita utilidade e o pouco que tem ainda é caro.

    Li ontem que os e-reader no USA já estavam sendo considerados um fracasso e que os tablets pelo seu valor e em contra partida a redução dos notebooks, também estariam correndo riscos nas futuras vendas.

    Particularmente não vejo nada no iPad.

    • Thiago Sousa

      Se vc trabalhasse encontraria dezenas de funções para o iPad… e mais algumas dezenas se estudasse.

      • Dexter

        Realmente no meu trabalho nao tenho o pq de usar, porem na faculdade observo que o ipad a tempos atrás era forte, mas foi aos poucos perdendo lugar novamente para o notebook.

        Continuo achando e tendo a minha opiniao, que o ipad é um produto imposto pela midia, pois como um leitor é um produto caro, e ainda por cima estamos vendo o setor digital nao muito confiante neste ramo, como um substituto do notebook acho ele desconfortável pra digitar e quando utilizado pra isso, 50% da tela vai embora com o teclado.

        O que sobrou??? pra joguinho??? huuuummm…sei rsrsrsrsrs.

        • Thiago Sousa

          Cara, uso ele pra ler livros, revistas e notícias em geral, e é muito mais confortável que um Notebook. No serviço uso em reuniões pra tomar notas, em audiência (basta tirar da pasta, abrir e usar, muito menor e mais pratico). Estudo pra concurso público e tenho minha matéria inteira nele, bem melhor do que as toneladas de papel que eu usava e me perdia na faculdade, mesmo pq no iPad é mais fácil marcar partes importantes e fzr anotações. Concordo que pra digitar ele é ruim, pra isso uso o note mesmo, não vejo, pelo menos pra mim um substituir o outro, mas o iPad facilitou e MUITO minha vida, por isso afirmo que não é só um brinquedinho caro, basta saber como usar. Eu dei apenas alguns exemplos, pois o que eu menos faço no iPad é jogar.

  • Neto

    Alguém quando o iPhone 5 ira realmente ser vendido na apple store.br ?
    Sera que sera na véspera de Natal ?
    Sera que ira custar mais barato do que as operadoras estão vendendo ?

  • Sam

    E a Apple baixou o preço do iPhone 4 por um acaso quando começou a fabricar no Brasil?
    Outra coisa: o preço sem impostos nos EUA também seriam menores, e o fato de mesmo cortando impostos eles serem mais caros que o dos EUA só mostra que a Apple adora morder e explorar a gente por aqui.

    • Daniel

      Osprodutos da Apple que sao realmente bons e por isso custam caro, ela tem que ganhar um pouco, ou vc faria um produto para poder levar prejuízo ??????

      • Victor

        É gente, coitada da empresa mais valiosa do mundo, né? Precisa de mais dinheiro! Afinal, nos eua as coisas são mais baratas pq a margem da apple é baixissssima!

        Por favor né..

  • Daniel

    O Brasil gasta muito dinheiro em coisas que nao são realmente proveitosas, ele quer passar uma imagem de grandiosidade e riqueza para o exterior, sendo que nao temos tudo isto. Com o grande gasto de dinheiro, o Brasil tem que se recompensar, mas como? Com impostos absurdos. Pelo menos, se estes milhões ou até bilhões fossem gastos em educação e melhor qualidade de vida dos cidadãos, tudo bem, seria maravilhoso, porém este dinheiro nem chega a passar perto disto. Um bom exemplo, a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, custará mais de 20 Bilhões de reais, sendo que mais de 17 Bilhões são de impostos, e o pior, esta usina ficara INATIVA durante 8 meses TODOS OS ANOS. Em vez do Brasil querer impressionar, ele primeiramente deveria ser um exemplo em educação, emprego e moradia. Nos brasileiro devemos nos informar e nos revoltar contra esta vergonhosa situação, com um salário mínimo baixíssimo, e impostos autissimos que só devem aumentar por causa de verdadeiras futilidades que nosso pais realmente nao precisa, acorda Brasil.

  • Luiz Paulo

    Sacanagem cara,ainda tinha a duvida se o iPad um dia baixaria seu preço por aqui,mas para quem ainda espera isso,pode tirar o cavalinho da chuva!
    Ah e afinal,o iPad Mini ao contrario do que todo mundo pensa,vai chegar aqui por R$1299 no minimo,te obrigando como sempre escolher entre o iPad maior e ele!

  • Lucas

    iLex, vc acha q tem alguma possibilidade da apple store começar a vender iPhone 5 nessa sexta? Abç e parabéns pelo blog 🙂

  • Ademir

    Mais não são só os impostos… Os lojistas querem ter um lucro exorbitante.
    Impostos, todos temos que pagar. O problema é a porcentagem deles….

    • carlos

      Ia comentar sobre isto, mas você já o fez. Todo mundo só cai de “porrada” culpando os impostos, mas esquecem os lucros exorbitantes dos lojistas.

  • Led

    E paara piorar, pagamos os impostos mais altos, e temos os menores retornos do pessoal que recebe nossos impostos!!

  • Hugo

    Só por curiosidade, alguém sabe quanto custa o iPad nos vizinhos Argentina e Uruguay?

  • Thiago

    E o que se propõe é imposto zero? Nem no Eldorado do consumismo – leia-se EUA – produtos são isentos de impostos.

    Concordo plenamente que temos altos impostos sobre o produto no Brasil;nossa estrutura tributária é medonha e injusta. Mas quando começa o mimimi do imposto alto comparando com o mundo desenvolvido,esquecem que lá paga-se menos imposto nos bens de consumo,mas o imposto de renda é mais alto (e também existe o mimimi do 27,5%,ai ai).
    A discussão feita no Brasil é rasa,nível Felipe Neto-preço-justo-nessa-porra. Problema complexo não tem solução simples,só isso.

  • josias

    me pergunto em quanto seria mais barato se nao fosse o extratosférico lucro AppleBrasil.

    os impostos sao altos? sao.
    o retorno desses impostos para a sociedade é ruim? é.
    a Apple só quer lucro? só.
    e esse lucro é menor para lucrar com o maior número de vendas? nao.

  • Victor

    Enquanto o brasileiro for socialista e a favor do modelo falido do estado de bem estar social e de favorecimento dos empresários que são amigos do rei (BNDES) que nós temos continuaremos sendo extorquidos e o consumo continuará restrito às classes mais favorecidas.

    A política tributária aqui determina que pobre só tem direito a vodka ruim, cigarro ruim, carro ruim e claro, eletrônico ruim.

    Aqui um “mano” que curte o hip hop nacional não pode curtir o seu som num “Beats by Dr. Dre” tal qual o cidadão equivalente de um país decente, tem que usar um fone fuleira mesmo.

    Se queremos pagar menos no consumo, temos que rejeitar o protecionismo, o assistencialismo, as aposentadorias privilegiadas para toda a sorte de grupos, a ideia que todo cidadão nasceu para ser funcionário público ganhando salários desproporcionais com os do setor privado e por ai vai…

    [/rant]

    • Max

      Falou tudo! No Brasil não é somente a corrupção que contribui para esse absurdo de impostos, mas sim a ineficiência dos gastos públicos. Tenho um amigo que trabalha em uma certa agência reguladora, e diz que lá é uma desorganização total. E quando os funcionários começam a ficar atolados de trabalho, ao invés de organizarem e deixarem o trabalho mais eficiente, contratam mais gente. Essa é a lógica do serviço público brasileiro. Enquanto isso não mudar, teremos que ter impostos altíssimos para custear toda essa ineficiência.

  • Marlon

    E quanto custaria se não fossem os impostos e a ganância dos empresários?

  • André

    Infelizmente, o Governo não obriga as empresas a repassarem para o consumidor os incentivos fiscais que recebem.

    Acho q está aí tbm mais um pedacinho do problema…

    A empresa fica isenta de impostos, Tablets são considerados como se fossem computadores e tem vantagens de isenções fiscais…
    Qtos computadores vcs realmente vêem vantagem na hora da compra?

    O governto tenta proteger o mercado nacional socando mais impostos nos cartões de crédito internacionais, aumentam IOF, aumentam as restrições e nem assim o preço lá fora fica mais alto. Mesmo com esse monte de protecionismo, ainda compensa comprar fora do país.

  • Raphael

    Com a produção nacional o valor não vai baixar, podem tirar o cavalinho da chuva.

    “Ah, mas a MP do Bem prevê isenções fiscais, isso reduz o custo, e por consequência o preço do produto final!”

    A lógica estaria correta, não fosse o fator LUCRO da equação. Para que o preço baixe, é preciso que o fabricante repasse a redução ao consumidor. E isso não vai acontecer meus amigos.

    Alguém viu o preço do iPhone 4 cair depois que ele passou a ser produzido aqui na Foxconn? Ou dos iPads? Ou de qualquer outro produto?

    O PS3 por exemplo, quando passou a ser produzido aqui, ficou MAIS CARO que o importado.

    Reduzir impostos não significa redução de preços. Ninguém baixa preço por decreto. Quem determina valor é a política de mercado, oferta e demanda. Enquanto no Brasil houver filas para comprar aparelhos que batem a casa dos 3 mil reais, e os estoques não durarem algumas poucas horas, por que raios a empresa vai reduzir sua margem consignável de lucro?

    • Max

      Exato! O objetivo da redução de impostos não é beneficiar o consumidor e sim o empresário, pois o objetivo do governo é atrair a produção e gerar empregos. Para os preços no Brasil caírem precisamos de um mercado altamente competitivo, como nos Estados Unidos e países asiáticos. Para isso, temos que desburocratizar o mercado, simplificar o pagamento de impostos, facilitar a abertura e fechamento de empresas, ter uma infra-estrutura descente que não onere tanto a produção e o escoamento da mesma. O Brasil parou no tempo e somente agora nos últimos 15 anos é que alguma coisa começou a ser feita, e muito lentamente. Temos que cobrar eficiência da gestão pública, mas infelizmente a população só se preocupa com benefícios.

  • Guilherme

    [iPAD TELA RETINA] Alguém também está enfrentando problemas para sincronizar vídeos (já baixados no formato .mp4) do iTunes para o iPad Tela Retina? Se não estiver enfrentando, pode me orientar em como transferir vídeos?

    O meu fica tantando sincronizar infinitamente e não lê quando eu abro o app Vídeos no Ipad.

    Se alguém puder ajudar, agradeço MUITO!

    Obrigado pela atenção. 😉

  • Antonio

    As pessoas esquecem que os impostos pagam os serviços públicos oferecidos. Se não houverem impostos não existe sociedade. Sei que muitos vão falar que a carga brasileira é alta, mas esta é uma maneira simplória de encarar o problema. Na realidade nosso PIB per capita é que é baixo, assim o total arrecadado é pouco para satisfazer a necessidade básica de uma população carente e a manutenção de uma estrutura em um território imenso. Imaginem quantos hospitais, escolas e delegacias precisamos a mais se compararmos com um pais europeu. Em nenum momento digo que não há mal gasto, que deve ser coibido, mas imaginar o preço sem impostos é o mesmo que imaginar a vida sem compromisso com o social.

    • Thiago

      É o que costumo dizer. Não há sociedades que não paguem impostos.

      Os impostos são mal cobrados no Brasil. Cobra-se muito sobre a produção sim, e isso onera qualquer produto feito aqui. No entanto, não temos nem de perto o maior imposto sobre a renda, nos EUA mesmo é em média de 35%, acima da nossa maior faixa de imposto. Os impostos são necessários,e esses países não alcançaram um nível elevado de vida sem dinheiro para o investimento em educação e infraestrututura (não falo em saúde em todos os paíeses porque nos EUA ela é paga, e podemos ver a briga que o Obama enfrenta torná-la um pouco mais acessível à população pobre – sim, eles têm pobres também).

      A diferença maior é que há respeito ao bem público, porque é de todos, em escala muito maior que a daqui. Daí fiscaliza-se mais, cobra-se mais, pune-se quem não respeita…

      A questão da oferta e da demanda também é verdadeira: não é apenas em um setor que temos produtos sobrevalorizados, com taxas de lucro acima da média. O exemplo dos automóveis é um exemplo clássico: cobram caro porque pagamos. O mesmo se dá com a Apple.

      A Apple é a maior empresa capitalista do mundo, eles não têm 100 bilhões em caixa por acreditarem num mundo melhor. Jobs é o maior capitalista moderno, ainda que tivesse o maior carinho do mundo por seus produtos. Se há quem pague mais por seus produtos, é claro que ela cobrará mais caro. Se eles são vistos como produtos premium, isso interessa ainda mais, porque oferta reduzida permite altos preços para garantir exclusividade. É óbvio que o marketing da Apple no Brasil sabe que um iPhone mais acessível no Brasil geraria clamores, por quem quer exclusividade e sempre paga mais caro, de ” ah, orkutirazam o iPhone”, “perdeu a graça, agora qualquer peão pode ter iPhone” e por aí vai. Ah, o Iphone 5 está esgotado em quase todas as operadoras, ao menos aqui em Brasília.

      O mimimi do preço alto contradiz boa parte do que pensa o usuário médio dos produtos Apple. Os impostos têm apenas parte da culpa. O restante é puro jogo de mercado, e o consumidor Apple têm a maior parcela de responsabilidade nele.

      • Max

        Cara, o normal é o cidadão reclamar de impostos, e não o contrário. Se alguém gostasse de pagar imposto, não chamaria imposto e sim doação. Eu vou sempre querer menos impostos! Todos deveriam! É óbvio que eles sempre irão existir, o que não dá é pagarmos a maior carga tributária do mundo e termos os piores serviços públicos do mundo. Você está satisfeito com a burocracia exigida tirar um documento, ou para comprar um imóvel, para abrir uma empresa? Está satisfeito com o sistema público de saúde, com os transportes, com as ruas e estradas? Vamos parar de ficar defendendo o governo e criticando as empresas. Empresa tem que ter lucro e brigar por lucro alto, e deve ser assim para que empregos sejam gerados. Enquanto os governos devem ser mais eficientes, contratar menos, ou pelo menos tentar ter processos de trabalho eficientes para que se otimize a mão de obra já existente.

        • Raphael

          Se o meu imposto fosse bem gasto, se eu tivesse segurança, educação e saúde públicos de qualidade, bom transporte coletivo e serviços essenciais que atendessem às minhas necessidades, acredite, eu pagaria os impostos que pago com um sorriso no rosto.

          No meu ultimo IR tive literalmente o valor de um carro zero retido na fonte. O mais interessante é que se quiser ensino de qualidade, preciso pagar uma particular; se quiser saúde e pronto atendimento, preciso ter um plano particular; transporte de qualidade, só se tiver um carro; segurança? Minha casa é em condomínio fechado e cercada de alarmes para evitar assaltos.

          Tem algo errado ai, não?

      • Lincoln

        Excelente comentário.. como Auditor Fiscal que sou assino embaixo sem tirar nem pôr.

      • Iuri André Stona

        Concordo totalmente. E aliás, estamos falando de que mesmo? iPad, o top de linha dos tablets. O governo entende que esse é um produto de consumo das classes A e B, por isso o imposto é maior.

        Acho justo as classes altas pagarem mais impostos, simples.

        • Iuri André Stona

          E tem mais, se o governo efetivamente recebesse todo imposto que cobra, aí sim a conversa seria outra.

          99% das empresas brasileiras sonegam impostos. Os livros fiscais são todos uma mentirada. Por isso a conta nunca fecha.

          Sei lá quanto é a taxa de imposto sobre o combustível, mas faça de conta que seja de 40% também.

          Nossa, que absurdo, o governo cobra 40% sobre o combustível! O fato é que apenas o consumidor final paga os 40%, o posto vendeu 1 milhão de litros, recebeu 40% do imposto, e diz pro governo que vendeu apenas 500 mil. Na prática o governo recebeu foi 20% do que deveria. Os trouxas pagaram 40%. Os outros 20% ficam no bolso das empresas, coitadinhas.

          Antes de qualquer cidadão reclamar do governo, deveria entender quanta corrupção existe EM TODOS OS SETORES da sociedade.

  • Beaguinho

    O que adianta eu contribuir, talvez não comprando o produto, se alguém aí vai comprar. E nos privar dos benefícios dessas tecnologias?

    E reunir um grupo de pessoas, abaixo assinado ou seja lá o que for e ir pra Brasília fazer protesto. Os deputados irão rir da nossa cara…

    Não temos cultura no nosso país para mudar essa realidade e não vai mudar em pelo menos nos próximos 20 anos.

  • Raul

    O Brasil vende poucos IPad por isso a margem de lucro é grande, não adianta dizer que se fosse barato venderia mais, o fato é que nas previsões de vendas da Apple, aqui vende pouco 🙂 afinal no Brasil dificilmente venderíamos 2 milhões de iPhones em 2 dias como foi na China

  • Mario

    Uma palavra: protecionismo.

  • lucas

    IPHONE 5 poderia custar 1300 se nn fossem os impostos brasileiros

  • Gfar

    Fiquei surpreso que a carga tributária incidente seja de “apenas” 42.2% para o iPad. É um avanço, pois, quando o iPhone 4S foi lançado, ela era de “modestíssimos” 46,76% no estado de São Paulo – 18% de imposto estadual (ICMS) e o resto de impostos federais, como Confins e IPI.

    Não possa garantir, mas tenho a ligeira impressão que para a nova versão do smartphone da maça esse valor (incrivelmente) deve até ter aumentado, pois as contas do governo federal deram uma boa piorada neste ano.

    Nesse ritmo… quem sabe no lançamento do iPad 10 não tenhamos uma carga tributária mais justa.

  • Diego

    Aqui tem muita gente mal informada, o Ipad 2 é fabricado no Brasil logo o dolar praticamente em nada influência,acontece que tem quem paga.Eu não compro nada por mais de R$ 1000 e todos deveriam fazer o memso.Quando um aparelho nos EUA custa $ 650 deve ser levado em conta o salario mínimo de + ou – $ 1.100 ,ou seja nosso salario de R$ 622 os preços para serem comparados aos EUA deveria chegar aqui por R$ 200,ou seja estamos pagando muito mais caro nos EUA mesmo se todos impostos forem excluidos,ou seja o caso é muito sério.

    • Victor

      O Brasil não produz Gorilla glass, processador, LCD, bateria nem memória flash. Como que o dólar não influencia?!

  • alessandro

    Vejam bem meu povo!! dessa vez não vamos reclamar somente do governo, pois, este fez a lei de incentivo fiscal, porém, é claro que não pode obrigar as empresas a repassar o desconto… pq isso envolveria muitas outras áreas politicas e econômicas, visto que as grandes empresas mandam no País em conjunto com os governos…

    Pelo menos dessa vez, acho que podemos reclamar da empesa em si que não repassa os descontos (não comprem os produtos), eu já resolvi, tenho um iphone 4 e não vou trocar pelo 5 até o preço ser mais justo e, iria comprar um ipad também, se repassassem o desconto dos impostos.

    NÃO COMPREM E OS PREÇOS BAIXAM.

  • alessandro

    Beaguinho é exatamente isso que todo mundo pensa, pensam exatamente como vc…

    O que adianta eu contribuir, talvez não comprando o produto, se alguém aí vai comprar. E nos privar dos benefícios dessas tecnologias? (SIC)

    Todos pensam assim, oq vai adiantar eu não comprar se outros vão comprar, então todos acabam comprando e ponto final.

    Não pense nas pessoas, pense em vc! não tente mudar o Mundo e, se quiser… comece por vc.

  • Allan

    Se é tudo imposto então, explique-me como um macbook air 11 que custa $899 pode custar R$4999, e um Dell Vostro que tambêm custa $899 chega R$2999?
    A Apple recebe insenção de impostos pros iPads fabricados no brasil. Se abaixaem os impostos a Apple ganharia mais lucro e seria 100 reais mais barato, que nem o “IPI Reduzido” que vemos por ai.

    • Raphael

      Por um motivo simples: a Apple não FABRICA nada no Brasil, ela MONTA. Os componentes são todos importados ainda.

  • MARCELO

    A mesma praça, o mesmo banco. As mesmas flores, o mesmo jardim !!!! (repitam 3x)

  • Alessandre

    Não sei de onde tiraram que o imposto sobre o iPad é de 42%. Até onde sei há uma lei que retirou quase todo imposto sobre os tablets produzidos no país, inclusive o iPad que é montado em Jundiaí.
    Um imposto que quase não se vê críticas sobre ele e e um dos maiores vilões sobre o preço é o ICMS, que é estadual.
    Não estou defendendo nenhum governo, apenas acho que os meios de comunicação sempre dão a entender que os impostos sobre o produto são todos federais, e não sei porque dessa proteção a um dos maiores impostos que é o ICMS e ele é ESTADUAL.

  • Max

    Eu penso totalmente o contrário. Não acho que os produtos da Apple são caros, a média do trabalhador brasileiro é que ganha pouco. E ganha pouco porque os encargos trabalhistas nesse país são absurdos! Uma empresa paga em média mais de 60% sobre o valor do salário do empregado em encargos. Se esse valor fosse menor, iria para o seu salário e não para o governo. O imposto de renda no Brasil não é pouco como alguns disseram acima. Não podemos nos comparar com países desenvolvidos que tem excelentes serviços públicos. Deve entrar na conta quanto você para de IR, de INSS (muitos se esquecem desse), de seguro de saúde, e por aí vai. Agora se você colocar na conta os impostos do consumo e produtos, verá que tem menos de 50% do seu salário bruto efetivamente para o seu desfrute. Significa que você trabalha quase 6 meses no ano para sustentar a máquina pública. Isso pra mim é um absurdo, e me dói quando vejo cidadãos pagadores de impostos defendendo esse absurdo!

  • Adeilson Moreira Junior

    Nao concordo com a matéria. As isencoes de imposto no Brasil apenas servem a enordar os lucros dos fabricantes. Alguma alteracao ocorreu apos a instalacao das fabricas da foxxcom no pais? Eles receberam isencoes e incentivos, porem nao vejo uma reducao, nem discreta nesses produtos “incentivados”.

  • gomesneto98

    Antes de reclamar, saibam que o imposto do brasil incide mais nos produtos que na renda. Ao contrário da maioria dos países. Isso acontece porque se nosso imposto fosse na renda, a sonegação seria ainda maior, já que é comprovado que a maioria dos empresários e profissionais liberais sonegam imposto de renda.
    No fim, o estudo certo seria mostrar as duas tabelas, a que foi mostrada e a do imposto de renda.

  • Sarlacc

    Todo mundo reclama dos impostos no Brasilzão de me deus, os empresários, o povão, os políticos, até a turma dos blogs!

    Mas na hora de sacar a graninha do bolsa família, PIS, seguro desemprego, auxilio doença, farmácia popular, vale creche, restaurante popular, FGTS, sus etc..etc….etc.. Todo mundo vai saltitante! Isso tem custo e lembrem-se que tudo isso que está aí quase que só existe no nosso país.

    Dinheiro pra tudo isso tem que sair de algum lugar.

  • Oliveira

    Enquanto nós Brasileiros não nos unirmos e não formos para as ruas em protesto como pouco tempo atras fizeram na Europa por causa dos reajustes da aposentadoria, nunca isso ira mudar!

  • Carlos T.

    Excesso de impostos e excesso de lucro.

  • Fabio Machado

    A regra é clara: impostos altos + dólar alto + lucro do fabricante ( Apple) + lucro do lojista (sempre vai haver, digam o q quiserem) + mentalidade q sao produtos pra classe A + povo q aceita qualquer preço sem boicote = preços praticados no Brasil….

  • Fabio Machado

    A regra é clara: impostos altos + dólar alto + lucro do fabricante (Apple) + lucro do lojista (sempre vai haver, digam o q quiserem) + mentalidade q sao produtos pra classe A + povo q aceita qualquer preço sem boicote = preços praticados no Brasil….

    • Caco Barreira

      revendedores ofciais não colocam o seu preço. É o mesmo da apple, só com descontos, que fica pra menos.

  • Caco Barreira

    Cara, se chegar a 999,99 vai vender como água gelada no deserto.

  • Bruno Dias

    A maioria se preocupa com o fato do imposto absurdo (sim é absurdo mesmo), mas esquece que o lucro da Apple esta sendo maior Se colocarmos uma conversão do dolar turismo o ipad sairia por 1100 mais ou menos, aqui mesmo sem imposto sai por 1200 e uns quebrados, ou seja, a margem de lucro da Apple é maior aqui do que la no EUA.