Notícias

Mais da metade dos smartphones vendidos nos Estados Unidos são iPhones

O iPhone 5 está fazendo um grande sucesso entre os americanos. Segundo uma recente pesquisa, 53,3% dos smartphones usados no país são iPhones. Este é o maior market share do aparelho desde o lançamento da versao original, em 2007.

O dado é interessante para nós, porque vivemos em uma época em que a mídia, em peso, tenta denegrir a marca, principalmente no Brasil.

Qualquer revista ou site brasileiro de tecnologia que não é especializado em Apple, adora repetir o mantra: “a Apple não é mais a mesma, seus produtos estão perdendo qualidade“, dando a entender que a concorrência passou a frente e está com produtos muito melhores. E bem fácil dizer isso, principalmente quando se ganha presentes das mesmas empresas. E como a Apple não dá presentes e nem faz agrados para jornalistas brasileiros (a única coisa que nós aqui já ganhamos da Apple foi um boné, bem legal, inclusive), dificilmente ela será a queridinha da imprensa aqui no país.

O resultado disso são as matérias que vemos por aí, enaltecendo a concorrência, o que faz todos acharem que ela é mesmo melhor que o iPhone e que a Apple está perdendo qualidade. O preço maior (e absurdo) do aparelho aqui no país também contribui para muita gente criar uma certa antipatia pela marca.

Mas o ponto onde quero chegar é que o mercado americano nos dá claramente uma visão mais realista das coisas, pois lá a competição de preços é bem maior. Todos os smartphones lá custam em média o mesmo valor e, por isso, o pessoal escolhe o aparelho pela qualidade. E a maioria dos consumidores estão escolhendo o iPhone.

O Android está crescendo bastante no resto do mundo, mas não por ele ser melhor, mas porque muitos celulares de menor qualidade o estão adotando. Hoje, qualquer celularzinho com dois chips tem o sistema do robozinho, pois não custa nada para o fabricante, o Google fornece de graça o sistema. É normal que, com uma fórmula comercial desta, o sistema se espalhe feito mato em vários países. Inclusive no Brasil (vá em qualquer camelódromo e você entenderá o que estou dizendo).

Sim, a Apple perdeu um pouco a sua magia e acabou tomando algumas decisões estranhas este ano. Mas isto não quer dizer que o iPhone 5 não seja o melhor iPhone já feito e que tenha mais qualidade que qualquer outro. Pelo menos esta parece ser a opinião dos americanos, que não sofrem influência negativa da mídia e nem precisam se preocupar com preços altos.

Dica do Patrick Gouy – Fonte: All Things D

Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados