iBookstore pode chegar em setembro na América Latina

A implementação de uma loja de livros da Apple em nosso país ainda está emperrada por causa de negociações burocráticas (leia “Burocracia tributária brasileira atrasa lançamento da iBookstore no Brasil“), principalmente com a dificuldade de aplicar preços em reais. Mas começam a aparecer pistas de que a tão esperada loja possa chegar no próximo mês, logo em setembro.

Editores espanhois estão sendo obrigados a interromperem suas férias de verão por causa de uma pressão da Apple para adaptar os metadatas dos livros digitais por causa da abertura da iBookstore na América Latina em setembro. O Brasil não fala espanhol, mas teoricamente teria também sua loja lançada ao mesmo tempo, por representar uma fatia importante neste mercado. E visto que a Amazon tem planos de se implantar no país ainda este ano, a Apple não pode perder a oportunidade.

Muitos editores espanhois também estão reclamando do valor que será cobrado nos países latinos. Com exceção do México, toda a iTunes Store dos outros da América Latina trabalha em dólar, o que entraria em conflito com livros já vendidos em países como Argentina e Colômbia, onde os mesmos autores já os vendem em moeda local (peso).

Alguns analistas acreditam que o lançamento da iBookstore na América Latina poderá ser conturbado no início, por causa destas diferenças burocráticas.

fonte: Publishing Perspectives

Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • João Roberto

    Será que imposto também morre de velho

  • Diego Azevedo

    Tomara que saia, como livro não tem imposto, se saísse em Real seria até de boa.

  • Matheus

    Eu estou torcendo pra chegar logo, mas duvivo muito que seja rápido assim.

  • João Pedro Vianini de Paula

    Livros em reais tudo bem, apps sei lá.. E se a Apple resolvesse fazer uma a lá iPhone 4S e lançar pelo singelo preço de R$4,99 o app de USD $0,99????

    • iFumachi

      Então crie uma conta americana e compre em dólar!
      Não tem sentido comprar coisas em reais sendo que já existam em dólar!

  • Leo

    o atraso definitivamente não é pela questão tributária brasileira, afinal livros são totalmente imunes de qualquer tipo de tributo (e ainda assim custam caro pelo lucro Brasil…). O boato mais razoável é q a Apple não está conseguindo bater de frente com a Saraiva, q, além de ser a maior livraria do país, ela própria é tb a maior editora, e estaria negando o seu catálogo à Apple e ameaçando as editoras de que, quem fizesse acordo com ela, acabaria por ser retirada de suas livrarias ou receberia menos destaque. A outra causa pode ser simplesmente uma falta de estrutura ou opção de marketing da Apple do Brasil em colocar todos os serviços ao mesmo tempo, diluindo eles.

    • Boato? Como assim boato?
      Me diga como a Apple faria para cobrar em real só para livros e não para Apps e Músicas (visto que a loja é a mesma). Quem sabe ela não vê a sua brilhante ideia e você fica rico?

      Parece que você ignorou todo o texto que foi escrito.
      Isso de dizer que a Saraiva tem poder para barrar a Apple me pareceu um argumento meio vazio e ingênuo, sinceramente. Se a Apple quisesse, acabava com o mercado da Saraiva em dois toques.
      Assim como a Amazon provavelmente vai fazer quando chegar por aqui. A vida da Saraiva, enquanto editora tradicional, está com os dias contados mesmo se a Apple não instalar a iBookstore por aqui.

      • Alex

        iLex,

        Não é bem por aí…

        A grande dificuldade, tanto da Apple como da Amazon é realmente a negociação com as editoras. Nos EUA já foi assim quando a amazon lancou o Kindle (que aliás para mim revolucionou o mercado de livros e hoje leio por ano mais livros que tinha lido em toda minha vida).

        O mercado para livros eletrônicos no brasil ainda é muito pequeno e as editoras dependem das livrarias físicas, e essas realmente fazem muita pressão.

        Uma boa referencia é o livro Nos bastidores da Amazon (http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3700752/nos-bastidores-da-amazon-1-edicao)

        Essas biografias são fantásticas!

        • Leo

          Obrigado por me poupar trabalho, Alex. E Ilex, na boa, vc deveria vir com menos pedras nas mãos nos assuntos que não dominas. Joga no google amazon e saraiva e tu vais entender melhor o que eu falei.

          • Leo, debates de idéias servem para isso mesmo, trocar conhecimento e argumentos.
            O Alex realmente contribuiu bastante na discussão, colocando o ponto de forma sóbria e objetiva.

            A palavra escrita é bem diferente daquela falada, pois quando estamos frente a frente da pessoa conseguimos entender a intenção do que ela diz através da tonalidade da voz. Quando lemos, muitas vezes interpretamos mal o que a pessoa disse por aplicarmos nós mesmos uma intenção diferente do “tom” que a pessoa quis dar.
            Você provavelmente interpretaria diferente o meu comentário se estivéssemos tendo a mesma discussão em uma mesa de bar, tomando umas cervejas. A mesma frase teria um tom diferente, impossível de reproduzir em um texto escrito.

            Portanto, nao veja pedras onde o autor original não as quis colocar. Inclusive acho que eu também li seu comentário com o tom errado, o que provocou uma resposta mais “engajada” do que o necessário.

            Você errou a ignorar todos os outros argumentos (inclusive usando a palavra “definitivamente”, que significa “tudo o que vocês disseram está errado, eu estou certo“) e decretar que o problema era outro, baseado em boatos. Qualquer discussão começa errado quando parte com estes princípios.

            Enfim, acho que nós dois temos o que aprender com o Alex, que soube com maestria expor seu argumento de forma conciliadora e serena.

          • E já que estamos no debate, a meu ver você se equivoca na frase “afinal livros são totalmente imunes de qualquer tipo de tributo”.

            A estrutura da Apple a engessa por ser única para todas as lojas. É uma facilidade para nós, consumidores, porque com a mesma ID, conseguimos comprar facilmente aplicativos, músicas e, futuramente, livros. Mas para a Apple é um problema, pois ela não consegue cobrar em reais só os livros e em dólar os aplicativos e músicas. A questão dos impostos influencia em todas as suas lojas. Nao sei como ela pode resolver essa questão da isenção de impostos dos livros.

            Portanto, acho que dizer “definitivamente não é isso” foi meio precipitado de sua parte.

            • Nilo

              Mas iLex, fica claro que o problema então não está mesmo relacionado a burocracia brasileira.
              O problema, pelo que você está dizendo, é incapacidade da Apple em resolver a situação da cobrança.
              Sinceramente, não me parece razoável a alegação de que a Apple não consegue cobrar em duas moedas diferentes. A Apple alguma vez disse isto?

            • Nilo, a Apple tem o mesmo tipo de estrutura no mundo inteiro.
              Cobrar em diversas moedas no mesmo país e com a mesma conta, seria um caos.

            • Nilo

              Claro, iLex, seria o caos, compreendo e concordo.

              a discordância é: isso não é culpa da burocracia brasileira.

  • Marcus Malacarne

    Eu tenho esperanças que o iPad ainda vai me incentivar a entrar no mundo da leitura…
    Isso é igual academia, eu sei que já deveria estar fazendo, mas falta vontade de começar….

  • Diego Guardia

    É somente eu ou iBooks não lê mais PDF? Já faz um bom tempo que meu iBooks lê somente o que ele quer (de PDF)… Sempre usei pra faculdade agora, porém faz um tempo que estou usando Adobe Reader. Na leitura de PDF eu achei bem superior ao iBooks, dá pra fazer pastas e tals… Mas seria muito bom poder comprar livros no iBooks, muito mais pratico e especialmente pra quem quer ler sem ter que acender a luz é perfeito.

    • Facasan

      Estou conseguindo ler PDF no iBook, mas quando importo de uma anexo de um e-mail, as vezes não abre de primeira e tenho que voltar na mensagem e tentar de novo. Muito as vezes não funciona na segunda, mas a terceira não falha rsrsrs! É claro que pode ser minha atualização do iOS5, que não é a última…

  • Lucas Araújo

    Que Steve Jobs nos abençoe ;D

  • Danilo

    Hoje uso o App do Kindle no meu ipad, só tem livros em inglês mas quebra um galho….

  • Lucas Silva

    uoou! hoje com certeza meu vocabulário foi enriquecido! kakaka…. debates são ótimos para serem lidos! 😀

  • Luka

    Baixei livros em epub pra ler no ibooks e achei ótimo.Recomendo esse formato do que o velho e ultrapassado PDF.

  • iRon

    Meu sonho era ter uma biblioteca em casa, com várias estantes cheias livros. Hoje vejo ser um pesadelo pois ocupa espaço precioso e nem revista compro mais. Só compro livro digital. Estou ansioso para as editoras entrarem logo nesse mercado. Os bons livros que já colocaram na Apple Store, tenho comprado e lido avidamente. Já me desapeguei do contato com o papel quase completamente.
    Venha logo iBookStore!!!

  • Matheus

    “Editores espanhois estão sendo obrigados a interromperem suas férias de verão”
    Coitados hahahahaha muita sacanagem

  • Claudio Castro

    Quando abro o iBooks no iPad e clico no botão Loja ele trás alguns livro inclusive com categorias em Português.
    E no iTunes, ao lado do menu AppStore (no alto) tem o menu Livros, isso me fez pensar que a iBookStore já estava funcionando…

  • Gabriel

    Senhores, alguém tem mais novidades sobre o início da iBookstore no Brasil? ?

    Estou tentando publicar um livro grátis, mas não consigo, a loja atualmente já tem muitos livros grátis disponíveis para baixar, porém o meu não consigo, já publiquei em diversos outros países, os outros 32, mas aqui está difícil.

    Por que a apple suspendeu a publicação dos livros gratuitos aqui no Brasil?