Rumores

[polêmica] Mas afinal, o novo iPad esquenta demais mesmo?


Crédito da imagem: blogdoiphone.com

Semana passada foi o lançamento do novo iPad e, como já é tradição em todo o lançamento de um produto da Apple, houve as tradicionais polêmicas sensacionalistas para atrair leitores.

Como leitores nós já temos (e de qualidade), nosso interesse é um só: saber, afinal, se ele esquenta mesmo ou não. Nós testamos pessoalmente o aparelho e pudemos chegar às nossas conclusões.

Sempre na época dos lançamentos, quem ainda não pode tocar no novo produto acaba sempre ficando com medo que os alardes sejam verdadeiros e que problemas sérios comprometam a qualidade do produto. E para o Brasil, que recebe cerca de 2 meses depois os produtos, o martírio é ainda maior. Lembram do “antennagate“, em que todos os sites e blogs diziam que fariam um recall do iPhone 4 porque ele “não prestava”? Nós fomos chamados de fanboys alienados aqui por dizer o contrário, mas depois todos puderam comprovar com os próprios olhos que aquele era um dos melhores iPhones já fabricados.

Agora o novo iPad também é vítima da grande mídia, porque justamente é o tablet que todos querem ter. Falar mal dele chama muito mais a atenção que falar bem, atraindo muito mais gente.

Pois bem, nós estamos testando o novo iPad desde o dia de seu lançamento. Ele esquenta? Sim, como qualquer dispositivo eletrônico. Devido a sua bateria mais potente, ele esquenta um pouco mais que o iPad 2, mas nada que queime a mão ou cause desconforto. Pelo menos em meus testes pessoais, já presenciei meu iPhone 4 esquentando bem mais com o GPS ligado do que o novo iPad rodando Infinit Blade II. Já vi também um iPhone 4S esquentando bastante com o jogo Gangstar Rio, bem mais que o novo iPad.

E quem está acostumado com a temperatura do MacBook, então nem vai sentir a do iPad, que não chega nem perto. Portanto, dizer que o novo iPad esquenta de forma anômala, não é justo e nem verdadeiro. Já vi gente até dizendo que alguns sites “confirmaram o recall geral” do aparelho, demonstrando a que ponto chegou o sensacionalismo e o pouco cuidado em difundir as informações.

O site canadense iMore resolveu tirar a limpo isso com um termômetro eletrônico, comparando o novo iPad com um iPhone usando o acesso pessoal e o GPS ao mesmo tempo, mais um MacBook Pro rodando Flash. O máximo que o tablet chegou foi a 35ºC, o que está totalmente dentro das especificações. Veja (vídeo em inglês):

Portanto, se você estiver louco para comprar o novo iPad quando tiver oportunidade, não se deixe impressionar com os rumores. Ele é um aparelho fantástico e, se tivesse realmente problemas, seríamos os primeiros a avisar nossos leitores.

E se você já teve oportunidade de usar um, por favor, deixe suas impressões aqui nos comentários. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados