Notícias

A “escola do futuro”, com livros no iPad, era um projeto de Steve Jobs

Se alguém pensa que as novidades apresentadas na quinta-feira não possuem o dedo de Steve Jobs, se enganou. Segundo o chefão da editora McGraw-Hill, tudo o que vimos a respeito dos novos iBooks veio da cabeça do ex-CEO da Apple.

Terry McGraw deu uma entrevista para o AllThingsD, em que afirma que tudo o que foi apresentado no evento sobre educação foi idealizado por Jobs.

Sentado e ouvindo tudo isso, eu desejei que Steve Jobs estivesse aqui. Eu estive com ele em junho do ano passado, e conversamos sobre algumas coisas que estávamos tentando fazer juntos. Ele deveria estar aqui. E provavelmente está (gesticulando com as mãos). Esta foi a sua visão, foi a sua ideia e tudo tinha a ver com o iPad.

Obs: Será por isso que Phil Schiller parecia tão triste na apresentação?

McGraw também se diz muito empolgado com o projeto, que promete ser uma nova revolução na educação. Ele acha difícil que os concorrentes consigam “copiar” a ideia em pouco tempo, com tamanha qualidade.

Ontem outra curiosidade surgiu: a de que Steve Jobs em pessoa tenha pedido para a Push Pop Press não usar o formato da Apple em livros interativos. A empresa (fundada por um ex-funcionário da Apple) ficou famosa ao lançar o livro Our Choice (em forma de app para iPhone e iPad), de Al Gore. Até questionamos aqui o fato do formato ser exatamente igual aos novos iBooks da Apple, mas pelo que parece, a criação foi mesmo da Maçã. A Push Pop foi misteriosamente vendida para o Facebook, anunciando que não iria mais lançar livros do tipo, o que na época, ninguém entendeu. Apenas com a apresentação da nova solução da Apple é que a história ficou um pouco mais clara.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados