Apple

Apple estuda adotar baterias de hidrogênio que fariam o iPhone funcionar por duas semanas

Você é daqueles que sente saudade da bateria do seu antigo Nokia 1110 que chegava a durar uma semana sem recarregar? Eu também. Mas com o advento dos smartphones, que fizeram o celular ter funções de computadores, fica quase impossível querer fazer tudo o que o aparelho disponibiliza e ter uma autonomia de mais de 24h.

Mas uma patente depositada pela Apple na semana passada pode nos dar a esperança que esta realidade virá um dia para o iPhone e iPad.

A patente revela que a Apple já está estudando maneiras alternativas de alimentar energeticamente seus gadgets, sendo o hidrogênio uma solução possível. Baterias do tipo poderiam durar dias e até semanas sem precisar ser recarregadas, um sonho de consumo de qualquer proprietário atual de iPhone.

A tecnologia já é usada pela NASA, mas ainda não ganhou o mercado de consumo em massa. A Apple introduziria, assim, um novo conceito em baterias portáteis, influenciando mais uma vez o mercado móvel. A imprensa internacional acha que uma revolução do tipo poderia ser ótimo para afirmar a liderança de Tim Cook na Apple e mostrar que a empresa pode continuar a ser inovativa e visionária mesmo sem Steve Jobs.

Por enquanto, não há previsão para quando a Apple adotaria tal solução, até porque geralmente ela registra patentes alguns anos antes de adotar uma invenção, isso quando adota. Mas a notícia pode servir para que os concorrentes se interessem (como sempre fazem) e tentem correr atrás de alguma solução do tipo.

Se você está com problemas de consumo de bateria, tente adotar algumas dicas enquanto espera por um iPhone com bateria de hidrogênio. 😉

via The Telegraph

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados