Notícias

Adobe torna possível criar aplicativos para iOS, Android e Playbook com o mesmo código

Do ponto de vista dos desenvolvedores, a notícia é ótima. A Adobe acaba de liberar uma atualização para a sua ferramenta Flash Builder, que permite transformar animações interativas feitas em Adobe Flash em aplicativos nativos para iOS. E não apenas isso: com o mesmo código, também é possível criar apps para o BlackBerry Playbook e o Google Android, sem nenhum esforço.

Pelo que a equipe da Adobe demonstra em um vídeo, o processo todo parece muito fácil para quem já programa para Flash, permitindo criar automaticamente os arquivos necessários para serem enviados para a publicação nas respectivas lojas (na App Store, por exemplo). É o desenvolvedor que decide para qual plataforma ele quer exportar o código. Confira:

Resta saber agora como estes aplicativos serão encarados pela Apple. Ela disse que não iria mais barrar apps criados com ferramentas de terceiros (leia “Apple volta atrás e permitirá criação de aplicativos com ferramentas de terceiros, inclusive da Adobe“), mas sempre há a exigência de respeitar algumas diretrizes em todos os aplicativos enviados, conforme a larga documentação sobre interface de usuário. Jobs, há um ano, reclamava de que o perigo de se criar aplicativos com ferramentas externas era a fuga da padronização, que poderia criar confusão para o usuário.

Por isso, apesar da Maçã não barrar os aplicativos feitos com o Flash Builder, os devs deverão ainda seguir todas as regras de usabilidade do iOS, se não quiserem ver as portas fechadas na App Store.

Se você quiser ter uma ideia de como ficam os aplicativos rodando no iOS, podem instalar alguns que já se encontram na App Store, como o Conqu (para iPad).

Blog Adobe, via Cult of Mac

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close