Notícias

HiPhone em perigo: Ministério Público Federal quer bloquear uso de celulares falsos no país

O incrível avanço tecnológico das versões chinesas do iPhone que possuem dual-chip e recepção de TV estão com os dias contados. Segundo a edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo, o Ministério Público quer dificultar a vida do mercado paralelo e encontrar uma maneira de bloquear ligações de aparelhos celulares falsificados.

Aquele seu cunhado chato não poderá mais tirar vantagem do celular chinês dele

Segundo a ANATEL, cerca de 20% das linhas ativas hoje no país usam aparelhos sem a certificação, que é obrigatória, chegando a 40% só entre os clientes pré-pagos. Isso representa uma perda anual de R$ 1 bilhão para os fabricantes dos produtos originais, o dobro do que era em 2008.

Por causa disso, o Ministério Público quer abrir uma ação civil que obrigue as teles a bloquear estes aparelhos clandestinos, impossibilitando qualquer chamada através dele. O problema é como fazer isso.


Crédito da imagem: Folhapress

A ANATEL e as operadoras podem até mesmo serem consideradas como rés no processo, por não fiscalizarem as vendas clandestinas. A comercialização e a prestação de serviços a aparelhos não-certificados é proibida no país.

Crédito da imagem: Folhapress

Uma das soluções em estudo seria a distribuição de uma senha para cada cliente, que cadastraria seu aparelho e o associaria a um chip. Dispositivos com IMEI não certificado seriam bloqueados e impossibilitados de funcionar. Mas este procedimento ainda precisa ser melhor definido antes de aplicado, pois muitos celulares falsos já são capazes de utilizar IMEI autêntico.

via

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Leonardo

    Minha dúvida é. E o meu iPhone comprado nos EUA? Seria bloqueado também por não ser um aparelho da Anatel?

    • Edvaldo Rocha

      O meu i4 é canadense, também não é certificado pela anatel, meu caso como será tratado?

      • Guilherme Gomes Nogueira

        Acho que nos casos de importados seria enquadrado como taxação tributária, ou seja.. a nossa querida Receita Federal entra em ação.

      • Entendo que não há como bloquear a entrada através de Pessoa Fisica, como é feito hoje e legalizado pela Receita… para uso pessoal (1 celular) é BEM PESSOAL e sem restrição. Agora importações tipo direto da China esse sim…. Algum importador formal terá que entrar com processo de HOMOLOGAÇÃO primeiro…. aí a coisa fica de igual pra igual…..

    • Bernardo L.

      Pelo que dá a entender no artigo da Folha, os celulares importados, mas que foram certificados pela ANATEL não seriam afetados. Só os xing-ling mesmo.

      • TiãoGavião

        TODOS sem certificado!!
        Ou seja: sem selo Anatel é contrabando é ilegal, não paga imposto, portanto…

        • Dioneesio

          Quem disse que é ilegal, filho?
          Existe cota de importação. E existe DBA exatamente pra isso.

          • Allan

            Exato se importação pessoal fosse crime eu por exemplo pegaria prisão perpétua…

            O iphone é homologado pela anatel então eu creio que mesmo comprado fora não haverá problemas senão uma pessoa que possui um aparelho importado viesse passar as ferias no Brasil nem em roamming funcionaria…

            Esse sistema funciona como blacklist e whitelist é simples…o IMEI é como se fosse o IP se estiver em blacklist quando o aparelho manda a confirmação de recepção o mesmo é cortado…

            Isso ocorre quando vc anota o IMEI do aparelho e se roubado liga na operadora para solicitar o bloqueio. A Operadora envia o IMEI à anatel e o celular fica inutilizável para chamadas…se todos fizessem isso roubo de celular ia ser coisa do passado….

            • madalena santos

              isso se chama no popular zoio gordo ou ganancia .tudo que oferece condições dos menos remunerados ser feliz eles tiram e configura crime porque não rende um caixa dois pro governo mas eles não vao conseguir assim como a china conseguiu criar os celulares a de criar um aplicativo capaz de transmitir sinal para os menos remunerados serem felizes .ministério publico vai cuidar dos crimes que a nas escolas e na saúde vai criar clinicas para viciados em droga cria vergonha na cara e vai trabalhar a favor do povo e não afavor de vagabundo que se elegeu pra roubar alegria de pobre.

            • Este é o Brasil: onde usar produtos falsificados, copiados e de má qualidade é considerado por muitos como um direito do cidadão.
              Patético.

          • Eduardo

            Não é ilegal, mas se não tiver o selo da Anatel esta fora… é isso que diz a reportagem

            • Marcus

              Segundo a matéria da Folha:
              “A situação chamou a atenção do MPF (Ministério Público Federal) em Guarulhos, que prepara uma ação civil para obrigar as teles a “desligar” esses celulares –aparelhos certificados adquiridos no exterior ficariam fora.”

              Pelo meu entendimento, celulares que forem comprados em outros países, mas que possuam a certificação da ANATEL, não são afetados pela ação civil, ou seja, continuariam funcionando normalmente.

              Até porque, a ANATEL certifica o modelo do celular, e não aparelho por aparelho. Logo um iPhone 4 (por exemplo) comprado no exterior, não está impedido de ser usado no Brasil, porque ele também é certificado aqui.
              Agora, supomos que seja laçado o iPhone 5, e por algum motivo qualquer a ANATEL resolve não certifica-lo, neste caso se alguem comprar-lo no exterior, estaria “proibido” de usa-lo no Brasil, logo ele poderia deixar de funcionar com SIM card brasileiro. Apesar de que algo do tipo ser muito improvável.

          • TiãoGavião

            Ae, por acaso vc pagou o imposto de importação?? A maioria que conheço não!!

        • Tenho um iPhone 4 americano e se vou em settings-general-about-regulatory tem o selo da Anatel entao acredito que nao havera problemas.

          • Djair

            Exatamente li uma matéria ontem similar a do BDI e segundo a reportagem os aparelhos gringos não seriam afetados pois o que importa é a homologação da tecnologia. A medida é pra evitar os chinos que tem atrapalhado a qualidade das ligações (e o bolso do governo, pasmem 20% de participação no mercado). Não há com que se preocupar.

            • Leônidas

              Errado.
              Não é uma questão de homologação de tecnologia, o que se quer é o selo da ANATEL nele.
              Portanto, o sistema tem de aprender a distinguir o celular com selo de um sem, o que deve passar por uma listagens de IMEI de celulares homologados pela ANATEL, o que estiver fora vai rodar.
              O que vai colocar do outro lado do muro todos os outros fakes ou não, ai inclusos os iPhones americanos, canadenses e de outros lugares.
              Ou seja, o que o MPF quer é impossível e qualquer ordem neste sentido é impossível de ser cumprida pela ANATEL ou pelas operadoras, porque ninguém no mundo tem esta lista mundial.
              Não há como distinguir um celular “regular” de um estrangeiro que vem visitar o Brasil, de um celular comprado regularmente no exterior ou um ching-ling.
              É o MPF soltando confetes para o carnaval ou crise de desocupação.

        • Ricardo

          Prezados, na verdade não é mais proibido ou mesmo taxado, o celular trazido do exterior.
          Os Iphones importados podem ser trazidos sem a incidência de impostos, desde que se traga um aparelho por viajante. Então é óbvio que se a Receita Federal permite a entrada sem a incidência de impostos para os turistas que trazem um aparelho, como a Anatel poderia bloqueá-los, já que o modelo é autorizado pela Anatel?
          É óbvio que estas medidas serão dirigidas ao mercado Xing-ling!
          Abs

        • jorge

          gostaria de levantar duas questoes e saber a opiniao de quem tiver algo a acrescentar:
          1. 2014, ano de copa do mundo , vespera de olimpiadas, milhoes de pessoas de outros paises adentrarao no pais, munidas de seus celulares ìmportados´eis a questao: ficarao todos incomunicaveis aqui no brasil?
          2. viajei ao paraguai e comprei um iphone 5, paguei em torno de $800,00 dolares, e paguei o devido imposto R$1000,00, ou seja, tudo legal, dentro da lei, a receita recebeu a parte deles e tal, ao entrar no brasil o aparelho sera bloqueado?como a receita federal ira cruzar as informacoes com a anatel, se e que ha como ser feito isso(imagine a fila para declarar se cada fiscal tiver que ficar marcando e lancando o numero gigantesco do imei de cada aparelho). outra hipotese, e se eu pegar uma replica de $ 20dolar, pagar o devido imposto, o celular continuara sendo uma replica, falsificado, emitindo altos indices de radiacao, com risco de explodir e tudo mais que andam falando, mais tera que ser liberado pela anatel no momento que pagar o imposto e a receita cruzar as informacoes?ou o fiscal da receita tera que fazer um curso de especializacao para saber identificar as caracteristicas de um celular que nao cumpra todos os quisitos da anatel? ja que uma replica deixa de ser replica e torna-se apenas semelhante se tirado o simbolo da marca(aplle).Acho que e um processo muito mais complexo do que estao divulgando na midia nao acham?

    • Alexandre

      Sim amigo seu aparelho sera tambem bloqueado como todos os outros aparelhos CHINESES o pessoal quer somente os aparelhos vendidos aqui no Brasil a preços absurdos por causa dos impostos abusivos. Lamentavel isso querem controlar tudo em nossas vidas nada é nosso a realidade é essa.

  • Carlos

    Concordo. Esses hiphone não valem mesmo um pique podre.

    • graças a deus alquem nesse pais resouveu fazer algo ganhei um iphone 4 da frança (desbloqueado) blz
      ae vem pessoas falando que o meu iphone 4 nao presta e falsificado e eles usando um hiphone de todo o tamanho

      • Alexandre

        A realidade eh que eles querem nos obrigar a comprar o produto aqui…

  • Absurdo isso, ainda mais com essa história do IMEI
    Esses celulares baratos não são como pirataria de CDS onde realmente da prejuízo, pois o cliente leva o mesmo conteúdo sem pagar por ele
    Esses celulares são apenas concorrentes! O que acho e que só não deveriam copiar o layout dos outros e vender comO marca própria. Eles tem muitos diferenciais que serviriam pra abir o olho das grandes marcas

    • Não possuem certificação e copiam o layout, além de não durarem 3 meses. São piores que os CDs piratas.

      • Heleno

        Há um ano mais ou menos comprei um imitando o iPhone 3GS, achei que a diferença era pouca….no final durou 45 dias. Parou a tela, nao respondia nenhum toque e sem contar com a imitação grosseira do sistema. Finalizando nao vale 1 real.

        • Eu tambem comprei um hiphone que imitava o 3G. Comprei no Shopping China la no Paraguai por 200 reais. Mas um dia coloquei ele em um aplificador e ele simplesmente parou de reconhecer o chip. Mandei pra inumeras lojas, diziam que o IMEI tava errado,tinha o 1 na frente. Ele não durou nem 2 meses.

          Agora no natal, comprei um i4 pela VIVO. O celular é quase perfeito, se tivesse bluetooth que compartilha arquivos, seria perfeito.

        • Genilton Nascimento

          Olá meus caros leitores , realmente existe aparelhos da china que não valem nada, mas tem os de primeira linha de boa qualidade sim, eu mesmo já fiz varias pesquisa e adquiri algum para fazer comparativos e pude constatar que os mas baratos são o que realmente não tem nenhuma qualidade, agora os que tem os valores mas acima porem mas barato que os fabricados aqui no brasil, são realmente bom. Fiz oura comparação, alegaram em alguma dessas noticias que o Ching-ling não funciona bem que por esse motivo, as ligações cai ou não completa, digo e afirmo não é verdade, pois já tive vez de não completar uma ligação com uma certa operadora, pensei que fosse o aparelho china e não foi coloquei o mesmo chip no original ou melhor fabricado e homologado apresentou á mesma coisa ai coloquei outra operadora e os dois funcionou, ou seja querem é criar mas um monopólio e levar mas lucros para empresa e governo. Porque não se pensa em baixar os impostos e melhorar o serviço. Fica ai minha indignação. Querem fazer com que compremos os produtos de marcas que também são feitas na china mas pagam os impostos… Cadê á democracia o direito de ir e vim…

      • Por isso que acho que não deviam copiar o layout, pra ngm dizer que é copia. Pq a unica coisa que é copia é o menos importante, layout.

        Quanto a durabilidade, isso pode ser questionavel, mas é pra isso que serve a concorrencia.

        Olhando pelos meus amigos, 100% que tiveram Sony Ericson, o celular simplesmente desmontou em alguns meses.

        Enquanto isso os que tem Made in China estão com eles até hoje. Pode ser sorte.

        • Cara, lei é lei. Se você quer viver em um país não sério que não respeita as leis, não pode exigir respeito de ninguém.

          • Bruno

            iLex, leis são dinâmicas, você não pode cercear o direito do Fujiy de questionar algo com um “lei é lei”. Veja o Egito. Nessa sua linha teríamos escravidão até hoje. O Fujiy foi bem ponderado nos argumentos. Vale um Voltaire pra você: “Posso não concordar com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dizê-lo.”

            • Bruno, que disparate isso que você disse. Quando a lei mudar e permitir comercializar aparelhos sem certificação da Anatel, aí a gente conversa.
              Eu defendo até a morte o direito de você falar sua opinião, desde que tenha sentido.

              Isso que você defende se chama anarquia, mas o Brasil vive em regime de democracia. Aconselho estudar os dois conceitos. 😉

            • Bruno

              iLex, só para que minha posição fique mais clara: sou contra pirataria, na minha vida pessoal compro softwares, não compro sem NF, (só os mp3s que são a excessão para confirmar a regra), enfim, sou um chato. Na vida profissional sou ainda mais radical. Não defendo ninguém ir contra a lei, mas defendo o direito de quererem ALTERAR a lei. Esse assunto é basicamente a mesma coisa da questão da venda de jogos na App Store, que entendo que você defende alteração na legislação. Certificação da ANATEL não tem nada a ver com defesa do consumidor, para a qual já existe o código. Entendo que eles estão preocupados com aspectos técnicos, frequências para não haver interferências, derrubar avião, etc.
              Você comprou seu iPhone 4 francês sem certificação da ANATEL, não foi? E agora, ‘anarquista’? 😉
              (só para deixar claro pois vai ter gente que não entende ironia digitada, não te considero anarquista, ok?)

            • Bruno, você está comparando um iPhone francês original, cheio de especificações da rígida União Europeia, com os falsificados chineses?

              Parei de falar contigo. Ou você é mal intensionado ou muito mal informado.

          • Daniel Pinho

            Concordo. O Brasil tem leis e todos devem seguí-la. Penso além: não basta seguí-la dogmaticamente. É indispensável a utilização da hermeneutica jurídica nestes casos, já que as leis são criadas de acordo com determinados interesses politico$. Não precisamos ir muito longe pra sustentar que a iniciativa do MP vai contra princípios constitucionais. É tudo uma questão de reflexão, e eu acredito que um governo que não participa em etapa alguma da produção de um equipamento, mas mesmo assim taxa 100% de tributos sobre ele, não tem legitimidade alguma para recolher ou inabilitar produtos pirateados. Onde fica o acesso à informação? Belo artigo, por sinal. O Brasil precisa de reflexões a respeito desse tema.
            Abraços

            • Daniel, um erro não justifica o outro.
              A lei atualmente é clara: aparelhos que não passam por testes de qualidade e não oferecem garantia de assistência técnica no país não podem ser vendidos. Até que se mude, esta é a lei.
              Você pode discutir que os impostos estão altos e vou até concordar contigo. Mas como cidadãos temos que lutar para que estes impostos mudem e não sermos medíocres em lutar para que os falsificados continuem.
              Eu não concordo de que vender aparelhos com radiação não controlada, que durem só dois meses seja uma alternativa digna. Eu quero coisa melhor para o meu povo e não mediocridade.

              A luta tem que ser pela baixa dos impostos, mas nem todo mundo enxerga isso, pois infelizmente uma característica forte do brasileiro é pensar em si mesmo. “Enquanto eu puder comprar CD e celular pirata na 25 de Março, o governo pode fazer o que quiser com os impostos”. Esse pensamento é que impede do Brasil crescer como nação respeitável.

            • Os xing lings não tem nenhum controle de qualidade, por tanto expõe os usuários aos riscos! Metais pesados, radiação, isso tudo rola solto nesse universo!!

              Tem que ser regulamentando isso ai mesmo!
              Agora lei é lei, sim. Mas nada é verdade absoluta. As leis podem ser mudadas, mas enquanto elas não são, teremos q obedece-las!!!

      • Gustavo AIkko

        Cooncordo com o iLex…
        Sao copias baratas, que, assim como os cd’s piratas, financiam o mundo das drogas e o crime organizado..
        Atitude tardia da anatel, pois isso deveria ter siddo feito no inicio das vendas desses aparelhos aqui no brassil !!

        • Pabloabugo

          Somente para que entendam alguns conceitos, o iPhone (assim como quase todos) é regulamentado em vários países, então se ele possui IMEI (é uma identificação internacional dos aparelhos GSM, iDEN, WCDMA e satelitais) é apto para uso no Brasil. Indiferentemente de ser comprado na França, no Japão, ou em outro país.
          Podem conferir em Ajustes > Geral > Sobre > Regulamentação.
          O problema é que não há nenhuma regulamentação nos aparelhos da marca Xing-Ling, então para redução de custos eles não se preocupam com a qualidade e a padronização GSM. Mas vão achar um jeito de burlar o sistema de bloqueio, como se fosse difícil mudar o IMEI.

      • Só frisando novamente que as PRÓPRIAS OPERADORAS VENDEM ESTES XINGLINGs em suas lojas. Aqui no PI é cheio e nos mercado populares ficam FUNCIONÁRIOS DE OPERADORAS VENDENDO chips para qualquer celular.

        As operadoras é que tem que ser penalizadas, por permitir e incentivar o consumo desses aparelhos ilegais e sem certificação.

        Mas vale também lembrar que existem xingling LEGALIZADOS e CERTIFICADOS com os comercializados pela empresas foston, cce e outras..

        #FIKDIK

  • V!tor

    ESSA HISTÓRIA AIND VAI DAR MUIT O Q FALAR……

  • iJunior

    existe HiPhone e TiPhone. auhUAHuahU

    aqui em SP é cheio deles… tem uns que tu olha e até parece…

    • Carlos

      Já vi ate supunha (verdade msn) muito ridículo

  • Alex

    Garanta já o seu…

  • Legal que o Canal do Panamá ta passando na Costa Rica…

    • Matheus Costa

      Bela observação, senhor geografia microscópica.

  • OJ

    Acho ótimo que esses celulares falsificados existam já que dificulta saber qual é original e qual não é. Isso deve complicar a vida dos marginais que viviam de roubar celular pra trocar por alguma mixaria ou por droga.

    • Sem dúvida, os falsificados fazem a criminalidade e o roubo de celulares diminuir.
      Esse argumento ganhou de todos.

      • Jefferson

        huahuahuahu! boa!

      • Lucas

        huahuahuahu! boa! [2]

    • Allan

      Acho que deveria haver eleição para o comentário do tópico!!! Esse com certeza ganhou!!!

      Um colega meu teve o Iphone 2G logo que lançou…quando ele tirava do bolso era como se houvesse caido um meteoro na terra…chamava mais a atenção do que se a Ellen Roche tirasse a roupa na pça da Sé…todo mundo ficava olhando…

      Depois que começaram a imitar o iphone “todo caboclo tem um trem desse” ahaha então dá menos medo de atender o celular no onibus metro etc etc ehehehehe

      Apesar de trágico é cômico…

  • michel

    Então as operadoras tem q lançar para gente mais aparelhos com tv, 4 chips para a gente poder usar as promoçoes q eles fazem.

  • Acho esses celulares um tanto que vulgares. Sujam a imagem do produto original, não duram muito tempo e o “touch” não é touch e sim um fight. Porém, são fácil acesso para quem não tem condições (ou tem) de comprar o “verdadeiro”, é aquele antigo ditado: “Quem não tem cão cassa com gato”.

    • Matheus

      Não concordo, por exemplo vc prefere comprar um celular “descartável” ao inves de comprar um pelo mesmo preco, só que dure bem mais??

      é uma questão de logica, se a pessoa quiser só porque parece com o original imprimi um de papelao e carrega no bolso, simples…

      e por cerca de 400 reais existem até que celulares bons aqui no brasil, principalmente em planos, mas nada comparado ao precioso =D

    • pnx

      eu não”caSSO”, mas caÇo

    • Gimenez

      Sem querer ser chato, mas “CaSSa”? Nao seria caÇa, Guilherme?

  • Jefferson

    Acho correto que isso seja feito. Não só como medida de proteção de propriedade (design, etc), mas também como medida de proteção ambiental. Esses aparelhos não duram praticamente nada e não existe uma política de descarte ao fim da vida útil do mesmo pois as empresas.. né? Nem preciso terminar. Sem contar a experiência do usuário é ridícula, de péssima qualidade o touch screen. Enfim. Resta saber somente como isso seria feito com tantos iPhones originais vindos do exterior.

  • JanjaBoy

    A solução para a Cect fabricante dos HiPhones e coisas do tipo, é fazer um celular e homologar na Anatel que vai ter mercado.

    • zigfrid

      sim é uma possibilidade

      mas, dai o preço vai lá pra cima por causa dos impostos[q nem tem quase né] e se perde o único atrativo dos aparelhos “O PREÇO”

      no fundo mesmo, o governo só está bravinho pq tá perdendo seu imposto

      • JanjaBoy

        Não sei se o preço ficará tão ruim assim.
        Veja quantos carros chineses já têm à venda no país.

    • Você acha mesmo que essas porcarias que eles fabricam passe nos testes de qualidade de qualquer país decente? Fala sério…
      Se fossem criar algo que preste o preço não compensaria.

      • Djair

        Cara acho que sua idéia do q são as fabricas chinesas estão equivocadas. Muitas fabricas de ponta estão lá (pasmem inclusive a Apple usa componentes p seu iphone de lá). Nos importamos as porcarias chinesas simplesmente de sermos povo pouco exigente (derepente o próprio “jeitinho” brasileiro nos faz ser assim querendo levar suposta “vantagem” em tudo e não atentamos p essencial que é a qualidade.
        Concordo que se fossem aprovados pela Anatel não vejo problema de vender os chinos aqui, desde que ofertem ao consumidor o minimo de qualidade do produto. E que algumas dessas inovações a lá China venham p iphones: TV, 2, 3 ou 4 chips pq não?!

      • JanjaBoy

        Você esquece que a mão de obra chinesa é a de menor valor do mundo?

  • Jean Carlos

    Porcarias xing-ling,devem ser proibidos e impossibilitados mesmo!
    “HiPhone” parace até uma piada,mas é real. Kkkkk..

  • Claudecir

    isso não é pirataria, no maximo pode-se dizer que é uma concorrencia desleal, já que os aparelhos não são “roubados” e colocados clandestinamente nas ruas, eles são fabricados e vendidos normalmente. O problema é que o governo brasileiro é muito incompetente, não consegue sequer barrar entrada de muamba pela ponte de foz do iguaçu, quanto mais barrar entrada por porto ou então implementar algum tipo de rotina complexa de ativação via operadora de celular… a anatel não dá conta nem de resolver problemas básicos de atendimento das operadoras de celular…

    o problema é que o nosso país, apesar do aparente pujança, ainda é um pais pobrérrimo, com baixa rende, e um iPhone original, agregado os monstruosos impostos, estão com preço final bem salgado para grande maioria da população… enquanto esse quadro se perpetuar vamos ter muita concorrencia desleal…

    • Tu não tem a mínima noção da definição de pirataria, né?

    • joao

      lamento dizer mas n é o governo e sim a fiscalização que se corrompe ao aceitar suborno e se fossem legalizados n seriam vendidos em lojas? exemplo wall-mart, ponto frio em geral “lojas de geladeira” e lojas das operadoras.

    • joao

      Tu não tem a mínima noção da definição de pirataria, né? [2]

    • guild

      aqui na minha cidade só conheço lugares “clandestinos” q vendem essas paradas…

      violar patentes nao seria uma especie de roubo?

      se eu fosse vc, trocava o celular ( provavelmente o seu nao é um iphone ja q vc falou em concorrencia) e trocava por um xing ling só pra sacanear a anatel RAIRAIRAIRAI

    • O fato do iPhone ser caro não justifica o uso de produtos falsificados. Quem não pode comprar usa um mais simples, a Samsung vende tantos celulares a 99,00 reais.

      Eu gostaria de ter um Audi, mas tenho que me contentar com um carro popular.

      • Ednilson Rosa

        Ainda bem que ninguém ainda inventou de imitar os carros da Audi e lançar um Awdi, por exemplo. Já pensou, ao invés de só falhar o display, como os Hiphones da vida, eles falhariam os freios, a direção, etc… 😉

        • Alex iPilot

          Já há varios chineses que imitam os Audi, BMW, Honda, etc, descaradamente. Dê uma pesquisada no Google…

          É verdade que eles começam copiando o design e depois vão melhorando. Eu conheço os da Chery, a maior montadora chinesa (porque é estatal) e são de qualidade e segurança MUITO superiores aos brasileiros…

  • Alvaro Venino

    Até que fim o Governo Brasileiro está fazendo alguma coisa útil. Porque até agora só dando cano em empregados terceirizados e cancelando os concursos públicos. Aco perfeito acabar com essas porcarias chinesas. Dei uma para a minha namorada que queria um celular de 2 chipes e não durou 2 meses, troquei e foi a mesma novela. Joguei pela janela do carro e comprei um Motorola EX115 Dual Chip. Agora sim só alegria. Funciona perfeitamente e não tem aquelas traduções estranhas. Fim aos chinglings!

  • joao

    tomara que bloqueie vivem falando que com o preço do meu celular poderiam comprar 10 xing-ling agr geral vai ficar de cara =D

    sou totalmente a favor de banir esse tipo de celular porcaria do pais, e o povo ainda tem coragem de comprar um celular desse –‘

  • Lucas

    Agora eu quero ver! Eles vão gerar mil problemas com esse drama!

    Dúvidas:

    1- Quem comprou celular nos EUA/Europa/Etc não vai ter EMEI registrado. Então os celulares não funcionarão?

    2- Os celulares piratas já podem utilizar um outro EMEI Falso. Logo, o dono do EMEI original seria prejudicado?

    Os fabricantes e as operadoras que são burras. Nunca vi cobrar R$1.000,00 por um celular, sendo que você já tem que pagar uma conta de R$200.

    Da mesma forma que acontece com CD’s e DVD’s, se os celulares fossem vendidos a preços mais justos, não haveria porque optar pelo produto pirata. Todo mundo sabe que HiPhone, TiPhone, OiPhone, MiPhone, etc são muito inferiores ao iPhone original Apple. Mas a entrada desses produtos no mercado mostra o quão fora dos limites está o preço dos aparelhos autênticos. Afinal, economizar R$1.419,00, em um celular que tem camera superior(Até 12mp, contra 5mp do original), trabalha com dois chips, e tem televisão digital de graça, parece até mentira!

    Eu tenho um iPhone 3Gs original, comprado nos EUA. Não concordo com a pirataria. Mas não condeno. Ninguém escuta nem considera o cliente final. Não querem nos ajudar, os Call Centers nunca funcionam direito, você vai pedir um desconto e eles simplesmente te ignoram. Mas depois,quando o reflexo disso cai no bolso deles, resolvem inventar 1001 maneiras de controlar, cobrar e proibir.

    Nessa confusão toda, ninguém está certo.

    • Lucas

      Foi mal aí. Leiam EMEI —–> IMEI e “…… que são burras” ——-> “que são burros”! Vlww!!!!

    • Marcelo

      A câmera do Hiphone superior a do iPhone???? De onde centirou isso? Kkk

      • Bruno

        Pelo que entendi, ele acha que os HiPhone que dizem ter 12mp realmente tem 12mp.

        • Lucas

          Minha câmera que filma e tira foto em 3D da sony tem 12mp e vc vem e me fala que um celular de 200 reais que tem uma touch screen que funciona a porrada é tão bom quanto uma câmera 3D de U$300 ?

          • Ednilson Rosa

            Um colega do trabalho comprou um desses que dizia que tinha 8 Mp na época que o iPhone ainda tinha só 2 Mp. Na hora do vamos ver, a resolução real da foto não chegava nem a 1.3 Mp… 😉

            • Marcus

              Sem contar que mp (megapixel) influencia unicamente no tamanho que a foto terá, mas isso não é sinonimo de qualidade. A Tecpix já tem 12 mp a muito tempo, e isso não quer dizer que seja uma boa câmera.

              Também já tive a oportunidade de pegar um HiPhone com trocentos mp e compara-lo com meu iPhone 3G e posteriormente 3GS, e verificar que aquela camera é simplesmente horrivel perto da camera do iPhone, mesmo que supostamente, deveria ser melhor.

    • Bruna

      Nossa, vai procurar saber sobre os estragos que a pirataria causa, depois vem falar se alguem ganha ou nao essa conversa, meu filho.
      Pirataria é um absurdo e quem compra pirata é imbecil. Simples assim.
      é igual roupa na 25 de marco, pra que alguem paga 25 reais numa camiseta vagabunda só pq ta escrito Nike?
      Se acham com um logo sendo que nem Nike a camiseta é! ABSURDO!
      Pirataria é ruim pra todo mundo, menos pra esses bandidinhos de merda que vendem essas porcarias sem pagar NADA pro dono dos direitos. Ignorante é quem compra e quem nao acha que tá errado, como vc.
      Espero que um dia essa palhacada toda acabe. Concordando com o amigo ali de cima, gostaria de ter uma BMW, mas nem carro eu tenho. PONTO! quem nao pode ter, que nao tenha ou compre samsung de 99 reais em 364 vezes nas casas bahia.

  • zigfrid

    por até pra fazer isso (esquema do IMEI) eles vão cobrar e deixar o celular mais caro

    eu adoro esses celulares, pois toda vez q alguem me pergunta qual é o meu celular, “ah, e o MP15 q saiu a pouco”, ficou tão facil tirar xeretas e olho-gordos do meu encalço, claro alem de ladrões q estejam por perto

    é nesse pais os pobres não tem vez mesmo, nem para aparecer com aparelho xing-ling pagando de iphone

    a unica questão boa q eu lembro de ter nisso seria dos maleficios q o sinal tem nesses aparelhos, q como não tem controle nenhum pode estar fazendo um mal desgraçado ao peão q tá usando

    • Lucas

      Mandou bem! “aparelho xing-ling ” hahahahahaah

  • Nathan Cordeiro

    “Aquele seu cunhado chato não poderá mais tirar vantagem do celular chinês dele” – Amém

    • zigfrid

      Depois do seu cunhado ter quebrado seu iphone, ele não podera mais comprar o Hiphone pra substituir o seu iphone, e ainda falando q é bem melhor q o original

      • kkkkkkkkkkkkk se alguem quebra meu iPhone e me da um hiPhone e ainda fala que é melhor, eu nem sei o que eu faço. Acho que eu entregaria o hiPhone pra ele e falava pra ele por aquilo num lugar bem lonje de mim e me dar um original. Ele quebrou um de 2000 e vai me dar um de 200? Nem se eu fosse analfabeto.

  • Ahhhh..o iPhone Mini não poderá ser usado no Brasil??? Que pena mesmo!!!!

  • Não entendi o por que do Ilex não não ter colocado a imagem do Blog do iPhone na imagem da matéria…rsrsrsrs

    • Edu

      Deve ser pq é uma reprodução da Folhapress como está creditado.

  • Diego

    Na época que não existia chip não existia isso nem roubos! Viva VERIZON!

    • Allan

      Meu, CDMA é uma porcaria. voce fica preso a operadora, alem de nao poder usar 3G e telefonar ao mesmo tempo. GSM é a evolução.

      • Rafael Housan

        Allan, pelo jeito vc não entende absolutamente nada de redes e telefonia! Vai ler um pouco sobre GSM x CDMA e dps volta aqui…

    • Gimenez

      CDMA? Lembro que com aparelhos CDMA, a clonagem de linhas rolava solta! O aeroporto Int’l de Guarulhos em SP era o lugar mais propício para se ter a linha clonada. Acontecia o tempo todo e era aquele susto na hora que a conta chegava. Sem falar nas vezes que a própria operadora ligava para o celular nos pedindo para ir em uma loja recadastrar o número pois a linha havia sido clonada. Outra vantagem da tecnologia GSM é o uso de chips e a possibilidade de fácil intercâmbio de linhas entre aparelhos. Além disso, a impossibilidade do uso da rede 3G durante a ligação telefônica em uma linha CDMA, reforça, na minha opinião, o conceito que a tecnologia GSM é mais conveniente para o usuário de telefonia móvel. Realmente não tenho conhecimento específico para avaliar as características técnicas de ambas tecnologias, mas como simples usuário que sou e características técnicas a parte, ninguém ainda me convenceu que a tecnologia CDMA é mais vantajosa que a GSM. Alguém se habilita?

  • Allan

    Que seja proibido mesmo!
    Esses dias uma amiga disse que odiava o iPhone que era uma porcaria. Deixei ela ver o meu iPhone 3GS e ela mudou completamente de idéia….
    Se voce tem um amigo chato falando que é falso, mostre o seu (a não ser que seja falso tambem). Apple é Apple. Ninguém consegue clonar igual.

  • malcazas

    Celular chingling, não obrigado.

  • Matheus Costa

    É a atitude correta a se fazer, tanto para quem tem hiphone, quanto para quem não gosta.

    Antes de comprar meu iTouch nos EUA, eu fui iludido pela “moda” da época de comprar celular com TV. Todo mundo lá na escola tinha celular com TV, aí eu fui lá e comprei um por 500 reais.
    Grande merda de celular com TV! Aquilo não serve pra nada, o touch dele só funciona se pegar um martelo e arrastar na tela, a entrada do fone não aceita nenhum fone de ouvido, o acelerômetro é uma merda e o pior de tudo é que toda hora ele faz barulho! Quando liga, quando desliga, quando coloca stand-by, quando aperta um botão.

    Chineses filhos da p–a!
    E o pior de tudo isso é que eu compro essa porra por 500 reais aqui e aí pago 500 reais num itouch 4G 32GB fodão lá nos EUA.
    Vai tudo se fuder: chines, paraguaio, surinamenho.

    E o foda é o vendedor tentando me iludir na hora “O touch dele tá meio fraco assim, mas dá pra mudar nos ajustes, a gente só deixa assim pra criança num fica mexendo.”

    E depois de tudo isso, ainda tem o risco de pegar doença com essas porras, porque você num sabe os produtos tóxicos que os chineses fdp usam nisso.

    Guardem minhas palavras: um dia eu ainda vo lá na china e metralho todo mundo na fábrica que faz hiphone.

    • Victor Kzam

      Falou tudo!! Nunca tive essas merdas chinesas, mas meu amigo da escola tinha um. E ainda tinha uma menina burra que falava que o merda xing-lingPhone era melhor que o iPhone original! Falta de senso, né?

    • Bruno

      Kkkkkkkkkkkk… A do vendedor foi a melhor!!

    • Miguel Vilante

      Viu só, quis pagar barato, tomou bonito!!!

    • “Guardem minhas palavras: um dia eu ainda vo lá na china e metralho todo mundo na fábrica que faz hiphone.”

      Haja bala! 😉

      • Matheus Costa

        Realmente xD

    • Xico

      Pow gente, se os caras vetarem os “xing ling’s”, vai ficar ruim… como é que eu vou ganhar dinheiro dos otários do mercado livre???? Essa galera só compra produto “importado” (rsrsrsrs). Faz isso não gente, só falta pouco pra eu comprar meu carro com o dinheiro desses “manés” que gostam de produtos baratos. Valeu galera! Xico Xupinicio.

  • Jorge Carvalho

    A Folha de novo? Desconfio parcialmente da veracidade das matérias deles. Nesse caso específico: que tais limitações venham a ser efetivamente postas em prática.

  • Sempre achei errada essa questão de hiPhones, é muita injustiça para quem paga milhares de reais num legitimo iPhone, hoje os falsos estão muito parecidos com o verdadeiro e faz quem não conhece acreditar que é original. Já para nós que conhecemos é só pedir pra pessoa te passar uma música por Bluetooth que a casa cai.

  • Francisco junior

    Quando meu pai foi comprar o Xing-ling dele, ele perguntou pelo hiphone e o vendedor da Uruguaiana falou que duas pessoas devolveram o hiphone porque travou. E ele falou também que nao podia aceitar a atualização da claro se nao bloquiaria o celular. Ah e o celular tinha 4 chips.

  • Bruno

    Só pra entender: a turma é a favor de Jailbreak e contra os Xing-Ling?
    E a história de liberdade individual?

    • zigfrid

      agora rolei de rir

      [só pra explanar, eu sou a favor do jailbreak]

    • Bruno, com todo o respeito: vá estudar mais o assunto. Informação faz bem. 😉

      • Matheus Costa

        Esse daí num tem nem que só estudar sobre o assunto, tem que reiniciar a escola desde a 1ª série, porque ter uma interpretação de textos nesse nível é tenso.

      • Bruno

        iLex, com o respeito de um fã incondicional, leitor diário e ‘garoto propaganda’ do BDI: não se trata, neste caso, de falta de estudo. A provocação se deu em uma instância filosófica. Observe que não fui no caminho da pirataria, mas no da liberdade individual, que é o argumento preponderante dos defensores do JB. “Não quero estar obrigado a usar apenas o que a Apple libera, quero liberdade de escolher o que considero bom para mim”. JB pode envolver, ou não, pirataria. Sou contra pirataria. É lícito, portanto, que alguém defenda a idéia de que quer ter a liberdade de escolher o aparelho que quiser, não apenas os que a ANATEL libera (ou ainda os que nem passam por lá). Xing-Lings podem envolver, ou não, pirataria. Sou contra pirataria.

        • Rafael Nogueira

          Mas a “liberdade individual” discutida no Jailbreak refere-se aos apps legais, aos tweaks que o cydia oferece…. like SBsettings, iBlacklist etc etc etc, bem.. já foi muito discutido…

          E vc vem com comparativo de algo pirata?

        • Wendell

          Bruno, mandou bem no contra-argumento haha! Faz sentido isso que você falou sobre o Jailbreak.

  • Tipo eu não concordo em comprar um aparelho falsificado.

    Mais eu penso nas pessoas que compram os aparelhos falsificados, tudo por causa que aqui no Brasil é uma fortuna um valor de um aparelho por mais que seja 500 reais é caro ;~ Se vão proibir a venda desses aparelhos e bloquear as linhas que tem aparelho falsificado que baixem os valores dos telefones aqui no Brasil porque não vai adiantar nada, ja ja vai ter hacker ai conseguindo ativar o aparelho de certo modo..

    Eu tive todos os Modelos dos iPhone continuo trocando caso for preciso mais é complicado pagar 1.800 reais por um iPhone todo mundo sabe disso, eu ainda fiz em 12x porque não tive dinheiro para pagar a vista.. Mais é complicado!

    • Bruna

      Comprei um motorola F3 uma vez no ponto frio por 50 no pre pago. Se é de preco que vc ta reclamando, é infundado. Nao acho que nao seja um absurdo os impostos brasileiros, mas se vc acha abusivo o preco de um iphone, compre qualquer outro, nao justifique essas porcarias que eles vendem com o preco. Quem compra um iPhone é pq quer, ninguem é obrigado a comprar.

    • Bruna

      Alias… vc sabe como é complicado pagar um hehehe

  • JanjaBoy

    Não entendo o que JB tem com celular Chinês 😉

    • Rafael Nogueira

      Tem cada comparativo e cada constatação aqui nos comentários de “mijar de rir”!! kkkkkkkkkkkkkk

  • Acho que deveriam ao mesmo tempo que sancionarem essa lei, sancionar uma sobre os impostos
    de smartphones, concordo cm duas coisas: celulares da china sao uma bosta e nosso imposto
    em cima dos smart é uma bosta também!!!

  • Juan

    Eu tenho um iPhone 4, e sinceramente, não sou contra a utilização dos HiPhones, o Brasil não é bem um país rico, e longe de mim “elitizar” as coisas. Quando uma pessoa compra um aparelho desse geralmente está ciente de que está levando uma cópia, que não terá a mesma qualidade nem o mesmo suporte de uma marca de maior porte, mas devido a motivos financeiros, pode ser uma escolha dessa pessoa.

    O grande problema é quando esses aparelhos passam a entrar ilegalmente, sonegando impostos, e aí, além, de não possuir as certificações de segurança, passam a dar prejuízo também.

    A certificação da ANATEL é importante para fazer o aparelho cumprir padrões de segurança que podem até mesmo afetar a saúde de quem usa, mas pelo que me pareceu, isso foi mais uma medida comercial, para evitar a perda de dinheiro das grandes fabricantes do que algo preocupado com a saúde do usuário.

    Afinal, generalizando a grosso modo, se o iPhone foi o primeiro, até mesmo um Nokia touch é um “não original” certo? Mas a Nokia paga imposto. Deveriam é incentivar o registro desses aparelhos com o pagamento dos devidos impostos e não bloquear todos de uma vez. É um assunto delicado, é só minha opinião.

    • Marcelo

      Amigão,

      O iphone não foi o primeiro, foi a melhor interface, o mais desejado o melhor. O primeiro não

      e os palms? eu tive um gradiente com touch e win antes do iphone dar as caras.

      • Touch com canetinha não conta, né?

    • Rafael Nogueira

      Estás certo Juan…
      somos um país pobre… então devemos permitir piratarias… clones… equipamentos sem garantia, assistência técnica, atendimentos, sem segurança… etc. Ou seja, já que somos pobres, vamos cair na [email protected]!

      Lembrando que “essa sua perfeita lei dos pobres” se estenderia para todas as marcas, que, se com a lei muitas vezes desrespeitam… IMAGINE SEM!!!!

      • Juan

        Caro Rafael, acho que você não entendeu muito bem meu comentário…em nenhum momento me expressei como a favor da pirataria, inclusive, falei que, aparelhos vindos sonegando impostos (piratas), eram sim um problema e geradores de prejuízos.

        Inclusive, defendi a regularização nos termos legais, desses aparelhos como mandam os critérios para todos os outros aparelhos, com impostos e devidas normas de segurança e certificações. Se o aparelho copia um design, isso é um problema que a própria Apple deveria lidar, já que é dona, aparentemente, do formato, e cabe a ela tomar as medidas legais e não o governo, muito menos o governo brasileiro.

        Cito por exemplo um carro chinês recém lançado no Brasil que é uma cópia idêntica ao Mini Cooper, houve algum estardalhaço? Nenhum. Legalmente está tudo “nos conformes” com os impostos e exigências do governo.

        E eu não sei se você sabe, a própria “garantia e suporte” que você citou, no caso da Apple, é quase inexistente no Brasil para os iPhones também. Se limitando a troca do aparelho, pois manutenção é extremamente precário o serviço ainda, embora o alto preço que se pague no aparelho, com impostos incluídos.

  • Bruno

    Graças a deus que vão coibir o uso dessa porcaria que chamam de smartphone, esses aparelho são uma ofença para o iPhone.

  • Daniel Pinho

    É aquela velha história. O Brasil não produz tecnologia. Bota imposto absurdo sobre os produtos importados. O cidadão brasileiro que vive do salário mínimo e não tem condição de comprar o produto de qualidade, importado, vai e gasta suas economias no pirata, muitas vezes ate sem saber que é pirata. E aí vem o governo com projeto de bloquear o telefone do pobre do cidadão. Um tanto quanto perverso, não acham?
    Sempre digo isto e no caso em tela ilustra bem: pobre no Brasil se f*** todo dia, toda hora. Absurdo!

  • Bob

    Na minha opinião todos os celulares que não tenham IMEI registrados no Brasil serão bloqueados, portanto os iPhones mesmo com certificação da ANATEL que não tenham sido comprados no Brasil serão bloqueados; inclusive o meu!

    • Daniel Pinho

      Exatamente. Pros que possam sustentar um discurso classista, fica a pulga atrás da orelha. Os iPhones comprados no exterior não têm o selo de homologação na ANATEL. O meu é americano, também. Paguei R$450,00 de imposto na chegada, e se a ANATEL resolvesse bloquear o uso dele entraria com um mandado de segurança no mesmo segundo.
      Abraços

      • Daniel Pinho

        Um adendo: eu ganhei o iPhone num concurso, não comprei. E mesmo assim tive que pagar R$450,00 de imposto na chegada. Ah, detalhe: arredondaram o preço do iPhone PRA CIMA na hora de taxar. Coisa de 50 dolares a mais. Muito bacana esse nosso governo, né? 🙂

      • Eu também sou contra o discurso classista de alguns.
        Mas a Anatel nunca irá bloquear o IMEI de aparelhos legítimos estrangeiros, não às vésperas de Copa do Mundo e Olimpíadas, onde se espera milhares de turistas estrangeiros. Seria suicídio político.

        • R/SP

          ilex, acho que Vc matou a charada! não será pelo IMEI pois há um trãnsito considerável de estrangeiros pelo Brasil, sejam os turistas, funcionários de cias aéreas, executivos, corpo diplomático etc… etc…. Mesmo sendo uma decisão que coubesse aos “burrocratas”, não tomariam tal decisão.

  • Os comentários nesse tópico estão hilários!!!

  • O meu é americano e na regulamentação tem todos os continentes. Do México pra baixo nenhum…
    Mifu! Abaixo a regulamentação 🙂

  • marcos augusto

    Acho que uma soluçao para a pirataria seria o Brasil rever seus impostos com menos impostos sobre acredito que a grande maiotia nao iria comprar produtos pirateados . Veja bem eu nao estou apoiando a pirataria mas dizendo que com os impostos mais baixos nos teriamos produtos mais baratos e garanto que ninguem iria procurar um pirata pelo custo beneficio …

  • iGoes

    Meu iphone nao é do brasil mais é original poôoo …. é meu eu comprei … é original … eu uso como kiser

  • Diego Resende

    Sou MUITO contra os Xing-Ling, não prestam, não sei como o povo ainda compra, estraga MUITO RÁPIDO, eles se dão conta disso, vão e compram outro, o povo gosta de ser enganado, por isso que o Brasil não vai pra frente. te conta viu.

  • Pedro

    É o seguinte, a ideia deles é eliminar o lixo, os HiPhones não passam por nenhum tipo de teste, logo podemos considerar eles um risco, tanto para o comprador, quanto para o sistema de telefonia móvel, que pode acabar tendo sua rede comprometida por mau uso, e o comprador pode correr risco de saúde, uma vez que não foram feito testes, ou não foram comprovados, de bateria e outros itens do hardware, que podem ser nocivos… uma bateria mal feita, pode até explodir!

    Seria ruim bloquear um iPhone só porque veio dos EUA, imagine só, se eu me mudar dos EUA para o Brasil, vou ter que vender/doar/jogar fora meu iPhone e comprar outro no Brasil?! Não rola né…

    Eu sou totalmente a favor da eliminação dos HiPhone, isso é um risco… são feito com peças obsoletas, que podem até agredir o meio ambiente,…

  • A verdadeira culpa dessa quantidade enorme de “celulares” xingling no mercado é única e exclusivamente de quem compra.
    Fala sério, o sujeito não tem dinheiro pra comprar um iPhone e daí decide comprar um HiPhone, que é “quase a mesma coisa”.
    Quando a população tomar vergonha na cara e parar de comer arroz e arrotar caviar, essas vendas acabam.
    Se eu não tiver o dinheiro suficiente para comprar um iPhone original, eu tenho de ter a humildade pra reconhecer isso e comprar algo que caiba no meu orçamento, e de preferência fazer a melhor compra possível pra não precisar gastar denovo comprando qualquer porcaria, mas não… eu prefiro comprar um lixo xingling só pra botar banca e dizer que tenho um HiPhone igualzinho o original, e ainda tem 2 chips e TV…
    Não tem dinheiro pra comprar o que deseja? Poxa, compra o melhor que puder pagar, mas que dure bem ou então dá um jeito na vida pra conseguir comprar o que realmente quer. Acorda pra vida mané, se vira nos 30…

    • Roberto Pimenta

      Se alguem quiser comprar porque quer ter 2 chips, ou TV a pessoa não se encaixa em nada disso que você falou. Então cuidando antes de fazer um julgamento desses.

  • Lucas ramos

    Será que finalmente vou parar de ouvir aquele primo chato flando que o hiphone é melhor porque tem 2 chips,”tv digital”, e ainda uma câmera de 10 megapixel hahahha enfim espero que haja fiscalização para acabar de vez com esse contrabando. Mas vamos combinar né, se as taxas que combram no preço do iPhone não fossem tão altas as pessoas nao recorreriam ao mercado paralelo, nó só no iPhone como em todas empresas que possuem essas taxas. Acho que antes de fazer essas fiscalizações deviam reduzir as taxas de impostos, e ae sim tomar tais medidas. Porque esse tipo de coisa é bom acontece pois assim o governo pod se mancar, porque a culpa nao e só de quem compra pois o consumidor vai atras de bons preços, iPhone sao para poucos hoje em dia. Há muito para ser discutido!

    • Daniel Pinho

      A ignorância não tem fronteiras, logo logo seu primo comprará um Android e a estória começa de novo. heheheheh 🙂 abraço

    • Vitor

      Nossa isso é muito chato, tem muita gente que é enganada achando que tá comprando um iPhone quando na verdade ta levando um hiPhone e depois vem conta vantagem quando você mostra o iPhone original, dizendo que pago só R$400 no camelô e que ainda tem TV e o seu não.
      Além disso, nada tem a ver com imposto mas sim com fritar a cabeça das pessoas com as ondas emitidas pelos celulares genéricos, ou você confia que o governo chinês faz qualquer medição em tais aparelhos.
      O problema vai ser usar um iPhone 5 antes de sair a homologação da ANATEL, nada a ver o pessoal falando do iPhone 4 comprado no exterior, a homologação é do modelo do aparelho e não de cada aparelho vendido, a homologação não é pra cobrar imposto!!!

      • Bruno Silva

        Muita ingenuidade sua achar q o governo está tão interessado no efeito da radiação dos celulars na cabeça dos pobres coitados q os usam. “a homologação não é para cobrar imposto” aham Claudia, senta lá!

  • Mike

    Acho ridiculo isso!

    Se os fabricantes de aparelhos originais pelo menos fizessem mais celulares com funções como TV e dual-chip como os mp’s tem, e fossem mais baratos, seria MUITO MELHOR e não haveria necessidade de se comprar esses mp’s

    E os poucos celulares originais com dual-chip e com tv que tem por ai são HORRÍVEIS, FEIOS, COM TELA PEQUENA E SEM MP3 NEM WI-FI NEM NADA, custam quase 500 reais! isso é um absurdo!

    • Mike

      Tem que se pensar que tem pessoas no Brasil que não tem condições pra comprar celulares caros, um celular com wi-fi é sempre mais caro que R$ 600,00, se tiver dual-chip então, não é menos de R$ 1.000,00

      • Daniel Lucena

        a Nokia tem um smartphone, nao me lembro o modelo ms ja mechi em um e tem WI-FI e custa apenas 399,00 é um C alguma coisa comprar xing-ling hj em dia nao é desculpa pra falta de dinheiro, deviam sim acabar com essas merdas, o iPhone perde muito com isso, principalmente no brasil onde a apple nao ta nem ai… e tambem tem esses funkeiros #fudidos q ligam essa porcaria dentro do onibus xD torço para que acabe com isso

  • Daniel

    Se esta técnica, a restrição por IMEI, entrar em vigor muitas pessoas “inocentes” serão afetadas.

    Um dos grandes trunfos do GSM e seu SIMCard é justamente a possibilidade de ser inserido em qualquer celular ou modem compatível e funcionar sem nenhum burocracia.

    Força a necessidade do usuário cadastrar o equipamento tira, e muito, o propósito do SimCard em si. Tudo bem que, em geral, não mudamos o SIMCard de celular toda hora. Mas se um dia você precisar e seu celular não estiver cadastrado, aí sim, você ficará na mão.

    Sem contar que, logo logo, descobririam uma forma de burlar este procedimento. Por isso, sou contra esta medida, no final, fará mais mal do que bem.

  • Renan Decarlo

    O que atualmente impedem deles serem homologados pela Anatel? (provavelmente milhões de dólares pago pelas empresas mais famosas, à Anatel)

    • Falsificar aparelhos lhe economiza vários custos, como controle de qualidade, equipe de desenvolvimento e pesquisa, representantes locais em cada país e empregados especializados. A ANATEL exige que várias leis sejam cumpridas para que se venda no país, como garantia de assistência técnica, coisa que os fabricantes de falsetas não estão nem aí.

      • Roberto

        Exatamente, sou contra celulares que vem da China, são todos contrabandiados, além de interferir no sinal de qualidade das operadoras brasileiras, além de interferir diretamente no mercado consumidor do país. Essa lei concerteza terá uma grande revolta por conta do pessoal de classes mais baixas, mas o problema que conhecemos o Brasil e sabemos que isso fará com que impostos sejam maiores. Teremos que ver essa lei em ação para poder julgar. Mas concordo com o iLex, e com a matéria, isso deve ser banido antes que gere mais problemas para nós mesmos, tenho um iphone e posso dizer que é concerteza um aparelho formidável, porém seu preço ainda deixa a duvida da compra. òtima matéria, parabéns pelo blog, sou leitor diário daqui.

        • Roberto

          Esqueci de comentar, eu trabalho para um fabrincate de celulares aqui do Brasil, de grande porte e sei o quanto são grandes os custos com fabricação, desenvolvimento e principalemnte testes (area onde atuo) que são mais de 40% do projeto total de cada celular homologado no Brasil.

  • João Vitório

    todo mundo ficou com o cu na mão! por causa do iphone que as queridas tias trazem la de fora.. hahaha

  • João Vitório

    todo mundo ficou com o cu na mão! por causa do iphone que as queridas tias trazem la de fora.. hahaha

  • aleft

    Concordo que o Brasil deva coibir a entrada desses aparelhos xing ling, mas o problema todo esta na entrada ilegal, sem garantia e nem aprovação da anatel.
    O problema em si é importação ilegal e sem um controle de qualidade, logo não acho que deveria ser problema das operadoras e nem de tentar fazer algum tipo de bolqueio eletronico, e sim melhorar a fiscalização nas fronteiras, portos e nos pontos de entrada desses e outros produtos ilegais no país.
    Mais uma vez percebo uma atitude demagógica e de interesse apenas no lucro das grandes empresas e não no povo. ou seja, como não conseguem impedir a entrada, pois é mais dificil e custoso, estao bolando algo pra tentar tampar o sol com a peneira.
    Mal comparando, é uma atitude como a que um tal de Antony Garotinho tentou aqui no Rio de Janeiro. quando estava havendo muitos roubos praticados por ” motoqueiros” , como a policia não dava jeito, ele tentou proibir que se andasse com garupa nas motos. mera enganação e claro nao deu certo pois iria ferir o direito de ir e vir do ciddão de bem ja que uma moto é feita para levar dois passageiros.
    Antevejo mais uma “Lei” que ou não vai sair do papel ou não dara certo.

  • Que legal!
    Agora vou parar de ouvir aquelas pessoas no orkut..

    -Eu tenho iphone!
    -Ai tu pergunta: Q legal, eu tambem tenho um!
    -Pois é eu tenho e foi mais barato que o seu!
    -Ai vc q sabe q o seu é original, diz: Tem certeza que o seu é original!?
    -TEnho! É identico ao outro..
    -Para compravar o obvio pergunta: Duvido! Por acaso o seu tem TV?
    -A pessoa euforica, responde: TEm sim! so nao é digital!
    -Vc aliviado que não é um iphone mesmo, fala: Legal..

    kkkkkkkk

  • Vitor Sá

    É necessário sim acabar com essa festa de produtos ilegais sendo vendidos no Brasil. Eu acho incrível que algumas pessoas prefiram comprar um produto ilegal, sem qualidade, sem assistência técnica, sem nenhum estudo sobre matérias tóxicos e radiação gerada, e tudo isso porque elas querem ter um “iPhone”.

    Eu não sei o que está acontecendo com os pobres no Brasil, eles não possuem dinheiro e querem ter tudo aquilo que as pessoas com dinheiro compram! A pessoa mora numa favela, com esgoto a céu aberto, e tem uma TV de LCD de 40″!! Desculpa, mas não compreendo isso. Se vc não pode comprar um iPhone, compre outro celular mais barato! Ou então mande uma carrinha pro Papai Noel da Globo, pois esse se especializou em dar objetos fúteis e com pouca utilidade a quem precisa.

    Isso que falei foi uma generalização, é claro que existem exceções, mas vejo muito disso mas grandes cidades.

    • Vitor Sá

      *cartinha ao Papai Noel
      *nas grandes cidades

  • Algus Helm

    Isso quer dizer que o iPhone nano não vai chegar ao Brasil?

    ainda bem… o pior desses telefone é o consumidor se achar dono de um legítimo e ainda tirar sarro de você dizendo que foi mais barato….

  • Macacodoido

    Apoio 100% a iniciativa de se combater a entrada e comercialização desses aparelhos no Brasil. Nem tanto pela sonegação, que vejo como um problema menor diante da falta de qualidade desses produtos, podendo ocasionar problemas de saúde para quem os utiliza, e também ao meio ambiente quando são produzidos e depois descartados sem controle.
    O que deveria ser feito é um combate contra a política chinesa de permitir que esses produtos sejam fabricados e exportados, inclusive denegrindo a imagem do país, algo que eles aparentemente não se importam. E não estou só falando dos celulares.
    Lembrando que os chineses também são extremamente capazes de produzir aparelhos excelentes, visto que nossos queridos igadgets são todos feitos por lá.
    Os países para onde são exportados esses produtos de baixa qualidade, imagino que praticamente todos no planeta, deveriam pressionar o governo chinês a não permitir a fabricação e exportação de produtos falsificados de qualquer espécie. Algo como os governos da Colômbia e Bolívia fazem com o cultivo da planta da coca.
    Quanto ao bloqueio dos aparelhos ou linhas já existentes, não vejo como algo correto por poder prejudicar os que compraram muitas vezes até sem saber do que se tratava.

  • Só um aviso

    AS PRÓPRIAS OPERADORAS VENDEM OS XING LING!!!

  • Márcio

    禁止出售移動性靈,中街3月25日將罷工和抗議,像埃及人對前總統!

    • R/SP

      Não se pode comparar esta situação do Hiphone com o que está acontecendo no Egito, há uma grande distância! mas concordo em relação à nossa acomodação aos assuntos de política que aqui são costumeiros e os aceitamos.

    • Vladimir

      Eu acho que não seria o caso dos chineses da 25 de março (ou 25/03, como descrito) se levantarem contra o governo, mesmo porque se eles fizerem isso, vao ser todos deportados. hehe vai sair não um, mas um comboio de aviões com destinho a china.

  • Wasgner

    Eu tive uma grande ideia pra que façam o teste, sem a necessidade de ser por IMEI ou aglo parecido…
    Que tal fazer o teste do lápis na tela Touch??? Todos sabem que o IPHONE não pode ser manipulado por ponta de caneta, lápis ou coisa parecida… já o HHHHHHHHHIiiiiiPhone tudo que for ponteagudo funciona!
    Meus amigos duvidam que eu tenha um Iphone e ainda mais o 4, quebro logo as pernas deles com esse método. pensa, não precisa investir em tecnologia pesada, uma caida de lápis preto custa uns R$ 3,50.
    Hehehehehe

  • Alan Soares

    Acredito que existe um equívoco quando dizem que esses são modelos falsificados. Seriam falsificados se fossem idênticos ao original, e convenhamos, esses modelos apenas lembram de longe os originais.
    São outros produtos, diferentes… e essa regulamentação nunca, repito NUNCA irá funcionar… simplesmente não tem como… mesmo que bloqueiem por IMEI ou o #@$ a quatro… pq simplesmente não existe sistema 100% seguro ou inquebrável… simples assim… e como todos sabem no nosso país não existe fiscalização séria… isso que estão propondo é UTOPIA… nunca irá acontecer…

    E defendo o direito de comprar tecnologia, seja ela qual for… se é boa ou ruim cabe à consciência de cada um, afinal somos todos adultos não?
    quem compra um polystation com ctza sabe que não está levando para casa um playstation…

    E por último os maiores interessados na pirataria são as próprias empresas donas das marcas originais…
    a Nike nunca vendeu tanto em sua história depois que seus produtos começaram a ser pirateados… isso só pra citar um exemplo.
    Alguém duvida? então por favor procurem e leiam o livro “Admirável Marketing Novo”…

  • R/SP

    Desconheço se existe protecionismo ou um lobby na Anatel para certificar qq produto mas se o fabricante de um “Hiphone” tivesse certeza de sua qualidade, já o teria submetido à certificação, pois o Brasil é um excelente mercado e um produto chinês seria muito mais barato e teria total sucesso nas vendas. Mas não deveria se aplicar a um iPhone comprado nos EUA por ex.

    • Julio

      Não passaria na ANATEL… tu acha que eles tem a documentação, patentes e tudo mais que se pede na homologação??? se for bater os usos e as patentes eles ficam devendo royalities pra meio mundo…

      • R/SP

        Pois é… hj se noticiou que a China agora ocupa a 2º posição em poder econômico, superando o Japão e o mundo Interesses…) aplaude!

  • Gilberto Almeida

    Po, comprei um E71 (não é um nokia E71 e nem se parece com o tal) por 90 reais. Tudo isso por conta do rádio, já que o meu poderosíssimo iphone 3gs não possue um

    Minha constatação foi que joguei meu dinheiro fora. Tudo bem, os 2 chips funcionavam bem pelo que testei. É até muito legal mesmo!

    Aí vêm os problemas:

    1) O rádio é mais chiado do que música.
    2) O volume no máximo, é baixo.
    3) A tv, na maioria das vezes preto e branca, com chiado e recepção ruim. É analógica também.
    4) A tradução do portugues deve ter sido feita por um chines que nem mandarim fala. O botão OK era traduzido para “Está bem” (piada!!! hahaha). Fora as frases que pareciam estrar traduzidas ao pé da letra, não dava pra entender em portugues. Isso me fez pensar o seguinte: não posso nem vender para alguem que não saiba ingles !!!

    Consegui vender para um amigo que precisava de um telefone “pro ladrão” por 60 pratas, isso pra não ficar com ele empacado.

    Comprei um na loja po 99 pra poder ouvir meu rádio e servir como celular “pro ladrão” também. (rsrsrs)

    Eu sei o seguinte… não compre essas porcarias piratas, porque vc vai gastar 2 vezes.

  • Julio Cohen

    Bom lembrar que estes aparelhos são constantes alvos de apreensão nos EUA. Recentemente apreenderam milhares e prenderam os responsáveis. Além da questão do suporte e garantia, inexistentes, os aparelhos não são testados para checagem de emissões eletromagnéticas e não se pode garantir sua eficiência e segurança em termos elétricos, já que estamos falando em circuitos, baterias e carregadores de eficiência igualmente duvidosa.

    Um fabricante legítimo tem que projetar, desenvolver, errar até acertar, gastar com assistência técnica, suporte telefônico, marketing, treinamento, força de vendas, é constantemente fiscalizado e tudo isso tem custos altos, que são diluidos nos preços dos aparelhos. E os xing-ling? Não pagam nada, muito menos os impostos que os legítimos tem que pagar.

    A concorrência é claramente injusta. E se os originais são caros, que tal se mexer um pouco, de verdade, escrever para o ^seu^ deputado (se lembrar em quem votou) e questionar fortemente o “custo Brasil”, que onera toda a cadeia produtiva no país.

    Abs

    Julio Cohen

  • além de ser barato,é horrivel!=/!

  • As leis realmente devem evoluir junto com a sociedade, mas leis desse tipo existem para proteger as pessoas delas próprias!!
    As pessoas se esquecem que as empresas fabricantes dos produtos originais investem uma boa grana para garantir a segurança do usuário do aparelho!! O uso dos celulares é recente e ainda não podemos ter certeza se o uso prolongado desses aparelhos causam ou não algum problema à nossa saúde… Se não temos essa garantia nem com os celulares originais que passam por uma porção de estudos, imagina só com os chings da vida???
    Alguém aqui pode afirmar que essas fábricas clandestinas usam material de boa qualidade?? Esses aparelhos possuem isolamento?? As tintas são atóxicas??
    Vocês realmente comprariam um aparelho desses e dariam nas mãos dos seus filhos??
    É por isso que precisam existir certificados como os da Anatel!!!

    • Alan Soares

      Ahãã… realmente o certificado da Anatel existe por causa disso… para garantir nossa saúde e bem estar…
      assim como nosso governo existe para garantir nossa saúde, bem estar, educação de qualidade…

      Quanto aos celulares… só não se esqueçam que os aparelhos são fabricados nos mesmos lugares… e que os componentes internos provavelmente vem dos mesmos lugares, não duvidaria se um dia alguém descobrir que os Hiphones são fabricados nas portas dos fundos das fábricas dos iPhones…

      • Desculpe, mas isso que você disse não condiz com a realidade. Dizer que o HiPhone tem as mesmas peças que o iPhone só porque foi fabricado no mesmo país é um argumento totalmente sem noção.

        • Alan Soares

          Eu disse que os componentes PROVAVELMENTE vem dos mesmos lugares… em nenhum momento disse que SÃO as mesmas peças… 😉 o que eu quis frisar…. é que é tudo feito pelos chineses… seja Hiphones ou iPhones…

  • Igor

    Quero que esses hiphones sumam eles são péssimos ,um pior que o outro .meu amgio fica se achando com a tvzinha do hiphones o touch dele só funciona com a unha.

  • Marcos

    A China com seus produtos falsificados me dá nojo. O país não joga pelas regras do comércio internacional e avança os sinais sem nenhuma penalização. Mão-de-obra barata e super-explorada, concorrência desleal com todo mundo e o Ocidente de pernas abertas. O mundo precisa acordar de uma vez e acabar com a farra desse dragão!

    • Jones

      Se te da nojo entao pq vc tm iphone ou qualquer outro produto da apple sndo que foramfeitos la?!?!? Ridiculo….

  • Fernando Nomellini

    Acho interessante o fato de alegarem perda de um bilhão de reais para os fabricantes de produtos originais… Um absurdo achar que se eu quiser comprar um HiPhone de R$ 200,00 e não encontrar em lugar nenhum vou comprar um iPhone de R$ 1800,00 na loja da Claro… Este meu pensamento vale para qualquer produto ‘falsificado’. Se uma pessoa vai atrás do xing-ling, é porque no momento, ou nunca, ele terá grana sobrando para gastar em um original. Se não tiver o Xing-ling, simplesmente ele fica sem, não compra nada, pensa em uma alternativa, mas duvido que irá gastar R$ 1600,00 a mais em um original só porque não existe mais pirataria no Brasil. ELe vai comprar 200 reais em cartão telefônico e usar orelhão. rs

  • R/SP

    Sobre a certificação:

    http://www.teletime.com.br/11/2010/sem-selo-de-aprovacao/tt/208556/revista.aspx

    “…Produzidos para imitar os produtos ‘badalados’ do momento, os celulares sem marca chineses se disseminaram no comércio e são uma pedra no sapato dos fabricantes de handsets, que movimentam US$ 1 trilhão ao ano no mundo. De acordo com a consultoria Gartner, somente em 2009 foram vendidos 150 milhões de handsets informais – 12% do volume de unidades comercializadas – o que significa uma sangria de US$ 120 bilhões para o segmento. A participação desses produtos no Brasil pode ser ainda maior e atingir 20%, segundo a Nokia. …”

  • R/SP

    Certificação – encerrando o assunto, de minha parte, este artigo é muito interessante:
    http://tecnoblog.net/4512/um-olhar-sobre-a-certificacao-e-homologacao-de-aparelhos-pela-anatel-parte-2/

  • R/SP

    Operadora só pode vender celular certificado. (extraído do link anterior)

    TB: E o que pode acontecer se uma loja for flagrada vendendo equipamentos são certificados?
    Alexandre: Os produtos são apreendidos e a Anatel aplica uma multa, que pode ser bem pesada. Há um tempo eles foram a uma exposição no Anhembi e fecharam vários stands que vendiam aparelhos sem documentação por exemplo. Se uma operadora for pega vendendo aparelhos não-certificados, ela poderá sofrer processos e até mesmo perder sua concessão.

  • O ministério Público está certo,devemos coibir esta má fama brasileira de consumista pirata!!

    Parabéns pela abordagem!

    • breno

      seu nome deveria ser Reginaldo pirata ao invés de paiva…
      e os pobres que só ganha um salario minimo e quando ganham,
      vai ter condições de comprar um celular de 400,00 reais em media?????

  • Eu acho que eles deveriam é se preocupar com coisas mais importantes e não ficar cedendo a pressão da indústria que cobra os maiores preços do mundo para produtos eletrônicos.

  • anderson

    Eu sou totalmente a favor de proibir mesmo. As pessoas não entendem que além de ser prejudicial a própria saúde, vide a forma como os conhecidos “xing-ling” são fabricados, eles ainda prejudicam o espectro da rede de telefonia.
    Semelhantes as redes wireless que, com a frequencia de 2.4ghz e tantos aparelhos do paraguai operando nessa frequencia que quem quer trabalhar corretamente foi ‘obrigado’ a mudar pra 5.4ghz.
    Eu já vi celular xing-ling dando interferência no telefone sem fio na casa de um amigo. Eu pensei: A zorra quem quer um lixo desse!!

    Estou feliz com meu i4 🙂

  • Fernando Nomellini

    Já foi-se o tempo que o consumidor era enganado comprando imitações pensando que era original, hoje em dia a pessoa compra xing-ling sabendo que é imitação, e repito. Se não houvesse imitações baratas eu duvido que o consumo de iPhones (ou qualquer outro telefone caro de marca) iria aumentar. Duvido.

    Se é para pensar na saúde de quem compra, o que eu acho questionável, pense na saúde de quem fabrica. ai sim, centenas de milhares de chineses trabalhando sem condições mínimas de salário ou salubridade.

    e consumismo não é apenas para produtos piratas, afeta todos os níveis.

    Para ter uma idéia do que estou falando, procurem na net o vídeo ‘a história das coisas’.

    http://sununga.com.br/HDC/

    • Tem razão, ótimo argumento. Como os chineses possuem trabalho escravo, é bem justificável que tenhamos falsificações que prejudiquem nossa saúde e duram só três meses. Se eles tem a saúde prejudicada, nada mais lógico que nós também termos.
      Parabém, fantástico argumento. Vou mudar meu conceito, que até então era “questionável”.

      • Essa questão de falsificação é uma coisa polêmica, mas com certeza ela não prejudica as vendas do “original”. Um belo exemplo é o Windows: vocês acham que se o Windows não fosse piratiado do jeito que é nas residências ele seria o líder mundial? Nenhuma empresa compraria sistemas operacionais e suítes de aplicativos de escritório (MS Office) que ninguém usa, a fim de dificultar o trabalho.

        Quanto as falsificações do iPhone, elas servem na verdade para aumentar o desejo por ele, pois quem compra um falsificado, além de não ter condições de comprar o original, acaba tendo mais desejo de ter um iPhone e, quando tem grana não pensa duas vezes.

  • Gilberto Silva

    Só para atiçar o debate!
    Capítulo 1
    1 – Quem compra o xing ling? Resposta: O povão, que ganha pouco e não pode comprar original, mas sem ele, o consumo de ligações (as operadoras adoram isso, logo não se importam com os piratas) seria bem menor.
    2 – Quem compra o original? Resposta: Quem tem grana e no meio deles: empresários, políticos e outros – alguns se beneficiando da pirataria (alguém duvida?) e alguns que faturam alto e “honestamente”, explorando o trabalho do povo com baixos salários.
    3- Como mudar isso?
    Capítulo 2
    1 – Quem são os maiores fabricantes de computadores? Resposta: Apple (a mesma que fabrica o Ipod) com os computadores Mac (minoria no mercado pelo alto preço) e os outros fabricantes ou seriam somente “montadores?” de computadores (maioria, devido ao preço bem mais acessível) com todo tipo de peças, muitas delas chinesas.
    2 – Para quem não sabe os computadores da Apple usam o sistema proprietário do fabricante e os computadores “frankenstein”, como são conhecidos os das montadoras, usam o Windows e na maioria windows pirata.
    3 – Quem vende mais sistema operacional? Resposta: Microsoft com o Windows, apesar de largamente pirateado “no mundo todo” (não só na china). Será que a Microsoft está preocupada com a pirataria? Dizem que ela até gosta, pois seu sistema é bem mais difundido e o outro (Mac) é pouco conhecido. Com isso ninguém quer programar para Mac.
    4 – Para finalizar: o sistema Linux, que é bem mais barato que todos (gratuito), não consegue suplantar o windows. Sabem por que? Resposta: Devido a pirataria do windows, todo usuário conhece e sabe operar esse sistema e tem à sua disposição a mais completa variedade de programas (originais para quem pode e piratas para o povão), enquanto que o Linux (melhor e mais estável que o windows) não decola porque poucos programam para esse S.O. devido o windows ser mais conhecido e difundido.

    CONCLUSÃO: Pirataria não influencia em venda de produtos originais, o que influencia é o tratamento que cada país proporciona a seu povo. Dê condições de vida digna e poder de compra ao povo que ele certamente comprará o melhor. Por que comprar porcaria, já que ele sabe do que está comprando.

  • jessica

    gente isso não pode acontecer, se bloquearem esses aparelhos o q vai ser de mim.
    Eu tenho um da Foston que tem suporte para 4 chips… se o meu fofinho for bloqueado o q vai ser de mim?
    Vou ter que andar com 4 aparelhos diferentes na bolsa e os assaltantes é que vão se dar bem nessa…

  • Boa noite a todos noitei uma dificuldade de todos em questao a este assunto bem seria assim vc tem um iphone falso block nele vc tem um original importado vc so vai ter que pagar os impostos de importacao pois seu produto e original mais falando serio nao vale a pena pois vc vai pagar um fortuana de impostos e no final vai custar o mesmo valor do iphone vendido aqui no Brasil

  • joao carlos

    Eu acho um absurdo,pois quem comprou é pq não tem condições de pagar sequer as parcelas,ve se alguem vai em camelos comprar cds do cristian & rauf?,não vai pq original é $5,00,é um absurdo o preço de um celular completo(ou quase) ,sem comentários a mais,pois é apenas mais uma brilhante ideia onde o chute só vai nas bundas dos pobres.

  • Stefhani

    O meu IPhone não é da Anatel mas também não é falso paguei no da APPLE 1.500 no celular , então o meu será bloqueado ? ?
    Porque comprei ele vai fazer 1 ano e não gostaria q meu celular fosse bloqueado !

    Obrigada !

  • Bruna Reis da Cruz

    Eu gostei do conteúdo,apesar de eu naum ter um iphone
    :b~

  • Leonardo

    Em muitos países do mundo, se voce compra um eletrônico e não o usa no pais de origen da compra, ao partir deste pais, voce pode dirigir-se a uma receita federal (geralmente nos próprios aeroportos) e tens a restituição dos impostos pagos , ao retornar ao seu pais de origem voce deve declarar a receita federal os eletrônicos que trazes , assim se o produto tiver em conformidade com o inmetro voce terá todos os seus direitos de consumidor garantido. Se o aparelho for copias de má fé (pois não põem em xeque a credibilidade da própria empresa fabricante) , e não segue os padrões de segurança do inmetro voce já é um criminoso ao efetuar o ato da compra. E se este aparelho falsificado incendiar sua casa ou explodir na sua orelha ou mesmo lhe causar um câncer, para quem voce vai reclamar ? A quem voce vai recorrer ? Ao SUS , que vive dos impostos .
    Eu possuo condições financeiras de ter um Iphone , mas não o tenho poque acho pura futilidade, agora, se nem condições voce tem de ter um … nao existe atalho !