Opinião

[opinião] Novo iPhone é a revolução que gostaríamos de ter visto há um ano

Após ver o vídeo inteiro da apresentação de ontem, algumas ideias ficaram mais claras para mim a respeito do novo iPhone 4, ao qual a Apple chama de revolucionário. Ela, aliás, dá a entender que finalmente conseguiu criar um modelo satisfatório desde o lançamento do primeiro, em 2007, em frases como “De certa maneira, o primeiro“.

Basta lembrarmos um pouco da história recente para concordarmos em uma coisa: o lançamento dos modelos 3G e 3GS não convenceram antigos usuários, pois não trouxeram grandes mudanças de um modelo para o outro. A prova é que muitos de nossos leitores continuaram a usar o iPhone Classic (lançado em 2007), porque ele continuava até hoje com cerca de 70% das funcionalidades dos aparelhos mais novos. No ano passado, muitos dos proprietários do 3G continuaram bem felizes com seus aparelhos, pois até o design continuou exatamente o mesmo do 3GS, mudando apenas a velocidade e algumas coisas a mais, como a bússola e o vídeo.

O novo iPhone é sim especial e traz mudanças suficientes para qualquer um ficar maluco por ele. Independente de se gostar ou não da sua nova aparência, ele mudou muita coisa em relação às versões anteriores: nova (e maravilhosa) tela, mudança total no design e novas funções como giroscópio, câmera frontal e vídeo HD. Mas estas mudanças já eram esperadas há dois anos.

Basta ler a nossa matéria de 2 de junho de 2008, intitulada “O que esperar do iPhone 2“. Muita coisa daquela lista de desejos só virou realidade agora, pois na época nem mesmo a câmera de 3 megapixels apareceu. Um ano depois, acreditamos que aquela seria “a hora da revolução“. Até chegamos a cogitar a possibilidade do lançamento de um iMovie para o iPhone e boatos na época indicavam uma câmera frontal (que aliás foi um dos rumores mais antigos do aparelho, ao lado da versão nano). Nada disso veio em 2009.

Hoje sim temos todas estas reais mudanças, criando uma nova revolução para todos os atuais usuários do aparelho. Agora é ver se será também uma revolução no mundo dos smartphones.

Eu acho que ele tem bastante força sim para competir com folga com os vários concorrentes que apareceram nos últimos tempos. Até porque muitos usuários de outras marcas que não gostavam do iPhone por causa de algumas limitações, agora começarão a olhá-lo como uma boa opção. Mas que esta revolução está vindo atrasada, isto está.

Mas claro, isso é apenas a percepção de um consumidor louco por tecnologia, que quer do bom e do melhor o quanto antes. Parece que este “atraso” não impediu o enorme sucesso do iPhone até hoje, com recordes de vendas e mudança de paradigmas. Talvez este tenha sido o momento certo de apresentá-la ao mundo e nós, simples mortais, não tenhamos nos dado conta disso.

Há mais coisas entre a cabeça de Jobs e o mundo do que sonha nossa vã filosofia… 😉

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados