AppleiPodResenhas

Firmware 2.0: nossas primeiras impressões

Já fazem 48h que estamos usando o firmware 2.0 instalado em nosso iPod touch, então já podemos fazer um apanhado geral das primeiras impressões que tivemos do novo sistema.

Após a restauração

A primeira coisa que se nota, para quem está habituado ao Installer é a ausência dos nossos aplicativos usuais. Parece faltar alguma coisa na tela quando o ligamos pela primeira vez após a restauração, e percebemos como devia ser triste a vida de quem tinha o iPhone oficial sem o jailbreak…
Essa sensação, porém, não dura muito tempo. Falaremos disso mais adiante.

Mudanças

As mudanças da nova versão já conhecemos, muitas delas mostradas aqui no Blog do iPhone quando o beta foi liberado. Mesmo assim, destacamos alguns detalhes:

– o dia da semana que aparece no ícone do Calendário agora é formado de apenas 3 letras, o que resolve o problema dos nomes que eram grandes demais para ficar na imagem, como segunda-feira.

– o Push do email Exchange funciona muito bem. Ele avisa quase em tempo real a chegada de uma nova mensagem. “Quase”, porque demora uns 7 segundos entre o envio e o aviso, mas penso que isso depende do servidor.

– nenhum dos aplicativos originais do iPhone/iPod touch possuem opção para a tela deitada, a não ser a calculadora que se transforma em científica. Baseado no beta anterior, nem o SMS terá essa função.

– agora nos Ajustes (antigo “Configurações”) existe uma parte dedicada aos aplicativos oficiais.

– a nova função de busca nos Contatos funciona muito bem. Quando você digita as primeiras letras, aparece uma lista com todos os nomes e sobrenomes que começam com elas;

– vídeos do Youtube em páginas internet agora abrem no aplicativo homônimo do iPhone, voltando para o Safari quando o vídeo termina;

– quando você digita uma senha, ela aparece o último dígito antes de se transformar em uma bolinha. Isso evita erros de se digitar algo que não se vê;

– o iPhone agora tem a língua portuguesa do Brasil nativa, ou seja, não será mais preciso instalar a tradução quando se compra ou se restaura o sistema;

– os programas que usam a geolocalização (informar onde você se encontra no momento) perguntam sempre se você autoriza ou não o uso destas informações. Quando você tira fotos, por exemplo, ou usa o Mapas.

     

App Store

A grande novidade fica mesmo para a App Store. O ganho de potencialidade que ela traz ao iPhone/iPod é enorme. Mesmo nós que estamos acostumados com o Installer nos divertimos muito com os novos aplicativos.

A loja online da Apple é genial. É como se você estivesse em um grande shopping, onde pode pegar algumas coisas de graça ou pagar uma pequena taxa por elas. Pelo menos nesses dois dias, não sentimos nenhuma falta dos antigos programas do jailbreak.

Instalamos mais de 60 aplicativos gratuitos, o que nos preencheu 5 telas da Home do iPod. A grande vantagem frente ao Installer é que você pode ver todos os detalhes do aplicativo antes de baixá-lo, o que é muito prático na hora de escolher. Além disso, a facilidade de uso deixa você tentado a comprar também os que estão à venda. A Apple realmente fez um grande trabalho, apresentando uma solução melhor que a da comunidade paralela.

Os aplicativos podem ser baixados tanto no iPhone quanto no computador, através do iTunes 7.7. Se você baixou direto no dispositivo, quando você sincronizar com o iTunes ele perguntará se você quer copiar para o computador. Isso deixará uma cópia de segurança para quando você restaurar o firmware não perder os downloads que fez. Muuuito prático.

O único porém é que ela ainda não está totalmente em português. Muita coisa ainda é em inglês.

Para apagar um aplicativo do iPhone, nada mais fácil: pressione seu ícone por 2 segundos e clique no X que aparecer no canto, como se fosse um webclip. Tão fácil que será preciso cuidar para que nenhuma criança apague seus programas sem a sua permissão…

Alguns aplicativos do Installer já possuem versão para a App Store, como o jogo Labyrinth (7$), Banner (grátis) e iBeer (3$). Acho que a tendência é mesmo que a maioria se torne oficial, pela praticidade do esquema da Apple.

         

Conclusão

No fim, a impressão é positiva. Falta testar o uso no dia a dia para ver como fica, ainda mais com o lançamento do Installer 4 esperado para essa semana. Acho que a união desses dois poderes (AppStore e Installer) poder transformar o iPhone e o iPod touch em dispositiveis móveis poderosíssimos, diferente de qualquer concorrente.

Inclusive, na nossa opinião, 70% das novidades que o novo iPhone 3G trará está no seu software, ou seja, poderemos passar sem ele, não acham?

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados