iPhone dourado

Hoje é o dia de um dos eventos mais importantes do ano para a Apple (briga pela posição com a WWDC), em que ela irá apresentar para o mundo a sua nova geração de iPhones. Confira o que acreditamos que será mostrado e o que não será.

# Novos iPhones
Os rumores, mais uma vez, forneceram muitos detalhes sobre os possíveis novos aparelhos, e se a história do ano passado se repetir, podemos acreditar que eles se concretizarão e teremos um novo modelo na cor dourada (ou champanhe), com flash fotográfico duplo (para melhor luminosidade) e um sensor de impressão digital no botão frontal. E se, junto com tudo isso, ainda vier a compatibilidade com a tecnologia NFC, então teremos o melhor iPhone já feito. É claro que melhoramentos internos como processador mais rápido e melhor câmera fotográfica também são esperados. A lógica é que o nome seja iPhone 5S, mas a Apple pode surpreender e chamá-lo de outro nome.

A grande dúvida ainda é o aparelho de plástico, cujos rumores o chamam de iPhone 5C. Bem colorido e feito de um material menos nobre, ele teria seu preço um pouco menor, vendido sem subsídio, algo em torno de US$450. Esta fórmula não é comum nos Estados Unidos, onde o iPhone top de linha custa US$199 com contrato da operadora. Por isso, acredita-se que ele seria voltado para países asiáticos emergentes, como a China. O Brasil, apesar do enorme sucesso que ele faria, parece não ser especulado no momento, mas quem sabe?

# Velhos iPhones
É bem provável que a Apple aproveite as mudanças para eliminar de vez do mercado todos os modelos com conector de 30 pinos, como o iPhone 4 e o 4S. Com isso, ela também deixaria de disponibilizar aparelhos com a tela de 3,5 polegadas, uniformizando sua linha de produtos. Seria bem lógico ela fazer isso, visto que já aconteceu no ano passado com o iPad 3, que desapareceu depois de apenas 7 meses de vida. Aposentar produtos com 2 e 3 anos de existência tem ainda mais lógica no mundo tecnológico.

# Apple TV
Alguns apostam em uma boa atualização de software da Apple TV, apesar de provavelmente ser apenas o que já se conhece na versão beta atual, sem grandes novidades. Mas ela pode surpreender.

# iOS 7
Teremos sim um tempo da apresentação dedicado à nova versão do sistema operacional mais popular da Apple, com uma repetição do que já foi apresentado em junho na WWDC, além de algumas prováveis novidades. Porém, o lançamento público ainda vai demorar um pouco, pois primeiro é preciso que a versão gold master (GM) seja entregue aos desenvolvedores para que eles possam ajustar seus aplicativos antes que apresentem problemas ao grande público. Como já explicamos aqui, supomos que os usuários comuns tenham acesso à ele somente no dia 18 de setembro.

Siri em português é nossa eterna esperança, apesar da Apple não ter dado nenhum indício de que adotará nossa língua neste momento.

# iWork e iLife gratuitos
A pista foi dada no beta do iOS e é bem provável que já seja anunciada: aplicativos da Apple (como Pages, Keynote, iPhoto e GarageBand) podem ficar gratuitos para quem ainda não os adquiriu. Se isso não acontecer no evento, é provável que aconteça quando o iOS público for liberado.

# Novos iPads
Se a Apple repetir sua tradição de lançamentos, não apresentará neste evento nenhum novo iPad. Eles são esperados para o último evento do ano, em outubro.

# OS X Mavericks
Parece que não será desta vez que o sistema para Macs será liberado, apesar de sua evolução ter parecido estar mais adiantada que o iOS. Com parte da equipe trabalhando no iOS 7, é provável que o sistema do Mac fique pronto somente em outubro.

# Segurando as expectativas
Claro que tudo isso são apenas rumores e podem não acontecer, decepcionando a todos. Por exemplo, o sensor de impressão digital pode ser real, mas ser limitado e não ser capaz de fazer tudo o que imaginamos que ele faria. Ou então não vir nenhuma nova cor de iPhone e ele continuar o mesmo por fora, apenas mudando os dispositivos internos (que é o que acontece geralmente nas gerações “S”). O importante é pensar que, por pior que seja, haverá alguma evolução e aí cabe a cada um trocar ou manter seu atual aparelho, que ainda continua ótimo. Mas tudo isso só saberemos durante o evento de hoje, que será transmitido em tempo real por nós a partir das 14h (pelo horário de Brasília). Um pouco antes, faremos um debate ao vivo sobre o que poderá ser apresentado e no final, discutiremos as novidades anunciadas. Por isso, não perca nossa transmissão inédita e especial no endereço live.blogdoiphone.com. ;)