Senha incorreta

Já faz algum tempo que temos percebido muitos usuários reclamarem do fato do iPhone não pedir senha para desligar o aparelho. A ideia foi difundida pela internet e, como uma bola de neve, cresceu ao ponto de alguns proclamarem que isso seria “uma falha de segurança da Apple“, como se outros aparelhos de outras marcas já tivessem tal recurso.

O problema é que, tecnicamente e por questões de segurança, nunca fabricarão um aparelho celular que não possa ser desligado. Entenda agora por que.

O problema do furto

A Apple criou um sistema muito legal para encontrar aparelhos perdidos, chamado Buscar Meu iPhone (que serve também para iPads, iPods e Macs) e que vem melhorando a cada atualização do iOS. Ele é capaz de dizer onde está geograficamente seu aparelho, além de permitir bloqueá-lo ou apagar todas as informações à distância. Há muitos casos no Brasil em que a polícia conseguiu reaver o aparelho desaparecido com a ajuda do serviço.

Buscar meu iPad

O problema é que larápios mais informados já conhecem muito bem o serviço e sabem que ele funciona somente com a internet. O GPS interno do iPhone é capaz de se localizar sozinho, sem rede, mas o sistema precisa enviar estes dados para os servidores da Apple e é por isso que a internet é necessária, para transmitir estes dados. E sabendo disso, os ladrões mais experientes tratam de desligar o aparelho ou retirar o chip assim que colocam as mãos nele, justamente para não serem localizados. Comigo isto aconteceu dentro da minha casa, quando os técnicos da NET vieram instalar minha internet. Em menos de 1 minuto depois que o iPhone 4S sumiu das minhas vistas, o aparelho não recebia mais nem ligações. Tipo furto.

Neste caso, não há Buscar Meu iPhone que resolva. O ladrão tira o chip, conecta no iTunes e restaura o aparelho, que fica novo para ser usado. Felizmente, os dados do usuário ficam protegidos se ele lembrou de colocar senha no aparelho, e são apagados com a restauração.

É aí que muitos defendem que a Apple deveria implementar um sistema que obrigue o usuário a introduzir uma senha para desligar o aparelho. Mas nem neste caso, o problema seria solucionado.

Desligamento forçado do aparelho

No mundo jailbreak, existem aplicativos que fazem exatamente isto: colocam uma senha para desligar o aparelho ou então não permite que ele seja desligado com a tela bloqueada. Um exemplo disso é o popular iGotYa (existe um de mesmo nome na App Store oficial, mas não tem nada a ver), que além de impedir o desligamento, ainda tira foto do meliante e envia com localização para o seu email.

iGotYa

Este tweak é excelente e já prendeu muita gente ao redor do mundo, mas ele não é infalível. Se fosse adotado oficialmente pela Apple, com certeza perderia sua utilidade, pois os ladrões a conheceriam e mudariam suas técnicas de roubo (eles SEMPRE saberão muito mais que nós, simples usuários). O iGotYa, apesar de ser muito bom, não impede que se faça um desligamento forçado do aparelho.

O iPhone, o iPad e basicamente a maioria os aparelhos eletrônicos permitem que se faça o desligamento forçado do aparelho caso dê algum problema, como sistema que trava por exemplo. Inclusive, já ensinamos isto aqui em um velho artigo que já ajudou muita gente desesperada.


Ladrões experientes já sabem dessa informação faz tempo

E esta é uma coisa que a Apple não pode se dar ao luxo de impedir. Se o sistema trava ou até mesmo a bateria esquenta a ponto de apresentar perigo de explosão, é necessário que haja um recurso de segurança que permita o desligamento sem burocracias e senhas. Até porque, em caso de travamento do sistema, não há como colocar senha nenhuma.

Ou seja, se a Apple adotasse uma senha para desligar o aparelho, os criminosos mais experientes forçariam o desligamento, bastando segurar o botão de repouso e o frontal por 10 segundos. Com o iGotYa, isso já é possível hoje.

Atualmente, serviços como o iGotYa são muito úteis pois como somente uma minoria dos usuários usam, não passa na cabeça dos ladrões em tomar cuidados com isso. Mas se a Apple popularizasse a função no seu sistema, os ladrões rapidamente se adaptariam à ela, burlando facilmente a senha.

Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come. Infelizmente, nunca existirá um sistema que seja 100% a prova de ladrões. Por isso, é pouco provável que um dia a Apple (ou outro fabricante) adote a senha para desligar o aparelho, pois ela não seria muito efetiva na prática e só causaria um transtorno a mais para o simples usuário que quiser simplesmente reiniciar um aparelho com problemas (igual aos DRM dos jogos, que só prejudicam a quem paga por eles). Os esforços da Maçã estão sendo voltados para proteger os dados do aparelho e possibilitar que eles sejam apagados ou localizados caso o ladrão tente ter acesso a eles, e não em inventar maneiras do proprietário reaver seu aparelho.

Já que não há métodos infalíveis contra furtos e roubos, o jeito é cuidar bem do seu iPhone ou iPad e tentar evitar situações que ele seja perdido ou roubado.

Conteúdo original © Blog do iPhone