Cabo Lightning HDMI para iPad

Quando a Apple decidiu abandonar seu conector 30 pinos de uma década e trocou por um menor e mais estético (o Lightning), muita gente reclamou, acusando a empresa de mercenária e acreditando que ela estaria fazendo isso só para vender mais acessórios. Coincidência ou não, um mês depois ela lançou antecipadamente um novo iPad 4, com este conector. Exageros a parte, a teoria mais provável é que ela tenha optado pela estética mesmo, que possibilita fazer aparelhos menores e mais finos, como o iPhone 5.

Mas esta troca de tecnologia também pode ter significado perda de algumas funções, como se desconfiava que aconteceria antes do lançamento. A “prova” pode estar em uma recente descoberta feita por um grupo de desenvolvedores, que abriu um adaptador Lightning/HDMI e encontrou um surpreendente processador ARM dentro dele, com 256MB de memória RAM.

Para se ter uma ideia, a quantidade de RAM neste pequeno adaptador é a mesma que tinha o iPad de primeira geração. Mas por que raios a Apple colocaria este tipo de equipamento em um cabo?

O adaptador Lightning para AV Digital (a venda no Brasil por R$199) serve para conectar o iPad e o iPhone 5 diretamente em qualquer TV HD, com um cabo HDMI, sem precisar de Apple TV ou outro dispositivo qualquer. Mas ele é bem diferente do adaptador antigo de 30 pinos.

Por uma coincidência incrível, ontem mesmo eu estava realizando testes com um iPad mini e um adaptador HDMI antigo. Como o conector é diferente, tentei usar o adaptador Lightning/30 pinos e, para minha surpresa, apareceu a mensagem de “Este acessório é incompatível com o iPad“. Foi a primeira vez que vi um acessório antigo não funcionar com o adaptador Lightning.

Cabo com adaptador

Ou seja, o conector Lightning não possibilita algumas conexões que antes eram possíveis, entre elas, o envio de vídeo para TV via cabo.

E parece que a Apple teve que fazer uma pequena gambiarra eletrônica para resolver este problema. O pessoal da Panic percebeu que os vídeos do iPad enviados para a TV não eram em alta definição (1080p), como acontecia com o cabo antigo. Por isso mesmo, resolveram abrir o cabo para ver o que tinha de diferente e foi aí que encontraram um processador ARM dentro, quase como um minúsculo computador.

Visão interna do adaptador Lightning

Não se sabe realmente por que a Apple fez isto, mas a teoria mais aceita por enquanto é que este processador rodaria um sistema operacional próprio (tipo um mini-iOS) e serviria como receptor AirPlay para transmitir as imagens para a TV, o que explicaria o fato dos vídeos não serem em HD 1080p. Ou seja, é como se fosse uma “micro-Apple TV” que não funciona por Wi-Fi e sim por cabo.

Doido, não?

Acredito que não deva existir um enorme grupo de usuários que ainda use cabos para conectar seus aparelhos iOS à TV, mas os que ainda usam, fica o aviso: se precisarem de imagem Full HD na TV, terão que usar dispositivos antigos com o conector de 30 pinos.

via MacRumors

ATUALIZAÇÃO

Segundo um suposto engenheiro da Apple, que publicou de forma anônima em um fórum de hardware, o cabo não usa em nenhum momento a função AirPlay. O processador interno serve para processar o sinal H.264, visto que o cabo Lightning por si só não consegue tratar o sinal HDMI “cru”. Apesar de hoje o cabo não conseguir obter uma imagem full HD de 1080p, o processador poderá no futuro ser atualizado via software para oferecer uma imagem melhor.