Depois de ser “expulso” do sistema do iOS 6 (leia “Apple retira o aplicativo nativo do YouTube do iOS“), o Google resolveu criar seu próprio app separado do serviço de vídeos YouTube, para não perder seus fiéis usuários. Mas ele tinha algumas lacunas não preenchidas, como falta de AirPlay e de versão para iPad. Desde ontem, uma atualização supriu esta falta, com algumas vantagens.

Na primeira resenha, reclamei de que o aplicativo parecia ter sido feito às pressas para lançar logo. Felizmente, o Google apresenta agora uma solução definitiva, que deveria ter sido a primeira.

Pais que gostam de mostrar aos filhos pequenos vídeos infantis do Youtube na Apple TV, via AirPlay, não precisarão mais usar aplicativos alternativos para isto. A nova versão (que foi readaptada para a tela do iPad e o novo iPhone 5) já conta com a função.

Ele também permite um maior gerenciamento das suas listas de reprodução (caso você se conecte com sua conta do Google) ou apagar vídeos do seu canal. Infelizmente, ainda não é possível enviar vídeos pelo aplicativo.

Outro diferencial legal em relação a outros aplicativos é a possibilidade de usar a busca por voz, que é excelente com o português.

Apesar das novidades, o Google ainda não introduziu uma funcionalidade pedida por muitos usuários: a possibilidade de escolher a qualidade do vídeo.

Em geral, a atualização é boa e a instalação é aconselhada para todos os usuários de iPhone, iPod touch e iPad, pois o aplicativo é gratuito.