A empresa aérea TAM parece ter ouvido nossos apelos e anunciou hoje o início de implementação do serviço de internet a bordo, permitindo que os passageiros conectem seus iPhones, iPads, iPods touch e laptops por Wi-Fi durante o voo.

Até o começo do próximo ano, as 31 aeronaves que realizam voos domésticos serão ajustadas com o equipamento especial da OnAir, que permite a conectividade no ar. E para o segundo semestre de 2012, mais 12 aviões que cobrem rotas internacionais também receberão o serviço, tanto de internet Wi-Fi quanto de chamadas de celular durante o voo, o que é perfeito para viagens de mais de 6 horas.

A decisão de ampliar os serviços de conectividade oferecidos pela OnAir foi tomada depois de nove meses de testes que, segundo a empresa, foram muito bem-sucedidos. No ano passado, o Blog do iPhone pode testá-lo também e conferir de perto como ele funciona.

Nossos passageiros querem estar conectados durante os voos. Percebemos isso com a popularidade dos serviços OnAir em nossas aeronaves de rotas domésticas. Não há dúvida de que a conectividade a bordo se tornará onipresente e estamos determinados a liderar esse movimento. É por isso que seremos a primeira companhia aérea das Américas a oferecer serviços completos de conectividade via celular e WiFi a todos os passageiros em nossa frota internacional.

A notícia é ótima, pois é um grande benefício para os usuários. Claro, ninguém espere que este acesso à internet Wi-Fi em pleno voo seja gratuito; apesar da TAM não ter divulgado o valor do serviço, companhias internacionais já oferecem o mesmo serviço através do pagamento de uma taxa (por exemplo, 10 dólares por 4h). Mas é sempre bom ter uma opção de conectividade durante o voo, principalmente para blogueiros que viajam muito… ;)

Visto que existe já Wi-Fi até mesmo em ônibus, nada mais natural que os aviões também comecem a oferecer o serviço.

Outro ponto positivo é a acirrada concorrência que existe entre as companhias. A Gol mesmo já está testando um serviço de Wi-Fi em seus aviões, o que pode ter incentivado a TAM a acelerar o processo de adoção da tecnologia. Quem sai ganhando com tudo isso somos nós, usuários. :)

Dica do leitor Gianluca Bortoto