Depois que apareceram os gestos multitarefa no beta do iOS 4.3, começaram rumores a respeito de um possível modelo de iPad e de iPhone sem o botão frontal (Home ou Início), como dedução lógica dos novos gestos. Entenda as razões para que a Apple não faça isso, pelo menos não neste ano.

É verdade que os novos gestos quase eliminam a necessidade de se apertar o botão físico do aparelho. Para voltar à tela de início ou trocar de aplicativo, basta deslizar 4 dedos de uma forma específica para realizar a tarefa. Mas isso não quer dizer que ele se tornou completamente inútil e desnecessário.

Para começar, estes gestos ainda estão em fase de testes. Tanto é que eles não são habilitados imediatamente ao se instalar o beta; é preciso colocar o aparelho em “modo desenvolvedor”, no Xcode, para que o menu apareça. Isso quer dizer que, dependendo como for, há o risco deles não serem liberados na versão final do 4.3, apenas no futuro iOS 5, a ser lançado só em junho/julho. Por isso, é se precipitar em considerar que a eliminação do botão possa ser uma realidade a curto prazo.

Segundo uma nota da própria Apple a respeito do beta:

Esta versão beta contém um preview de novos gestos multitoque para o iPad. [...] Estamos oferecendo este preview antes de liberá-los para o público para que possamos compreender como esses gestos podem funcionar com seus aplicativos. Teste-os e faça seus comentários no Fórum de Desenvolvedores da Apple.

Há também outros fatores que impedem atualmente a eliminação do botão Início. Um deles é na hora de rearranjar os ícones na tela (quando se segura um deles por dois segundos e eles ficam tremendo). No momento não há como fazê-los parar de tremer sem apertar no botão. A Apple até pode mudar isso, passando a função para o botão de Repouso (aquele acima do aparelho), mas isso seria obrigar o usuário a reaprender um novo padrão, coisa que a Apple não gosta muito. Afinal, quanto mais uma coisa é padronizada, mais fácil é o seu manejo.

Ou então, como fazer quando o aparelho trava por algum motivo? Já vimos aqui que hoje basta apertar o botão de cima e o de baixo por 10 segundos para fazê-lo reiniciar, coisa que não será possível se um dos botões sumirem.

Nem vamos comentar da função de tirar foto da tela, ou até mesmo do problema que seria para pessoas que possuem menos de 4 dedos. A acessibilidade que Jobs tanto defende, seria seriamente prejudicada.

A Apple teria que reeducar os usuários a aprender todos os novos gestos para poderem utilizar seus aparelhos. Qual o sentido disso? Não seria mais lógico uma transição gradual, com gestos e botões convivendo ao mesmo tempo e aí sim fazer desaparecer o botão físico aos poucos?

E você? Acha que a Apple  vai mesmo tirar o botão físico do próximo iPad e iPhone?